Em SP, PSDB planeja distribuir impresso que compara Russomanno a Collor e Pitta | Fábio Campana

Em SP, PSDB planeja distribuir impresso que compara Russomanno a Collor e Pitta

Do Painel, Folha de S.Paulo:

Artilharia pesada O PSDB pretende distribuir 652 mil exemplares de um jornal que compara Celso Russomanno a Fernando Collor e Celso Pitta. O material é dirigido ao chamado “centro expandido” de São Paulo, região na qual o candidato do PRB avança sobre o eleitorado tradicionalmente simpático a José Serra. O impresso, de quatro páginas, é intitulado “Dez fatos que você precisa saber” e traz fac-símiles de reportagens já publicadas na imprensa contra Russomanno, líder nas pesquisas.

Direto ao ponto Além dos recortes de reportagens, há pequenos resumos explicativos para cada caso. Na contracapa, o informativo arremata: “São Paulo não quer um novo Collor ou um novo Pitta. Quer experiência”.


7 comentários

  1. ernesto
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 11:14 hs

    Impressos? São os famosos dossiês do Serra e que depois tem a cara de pau de dizer que ele não sabia de nada.
    Ah, se fosse o PT que fizesse isso.

  2. Helena
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 12:05 hs

    “Quem com ferro fere, com ferro será ferido” . Só existe um antidoto para neutralizar picadas peçonhentas, utiliza-se do mesmo veneno que foi envenenado.

  3. sergio silvestre
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 12:27 hs

    Now how do PSDB de curitiba.

  4. Denilson
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 12:52 hs

    Isso foi criado e propagado na internet , nada tem de concreto fora da rede. Fofoca da oposição a Serra

  5. quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 13:35 hs

    Do jeito que o Serra esta se comportando não chegará nem ao segundo turno.

  6. ernesto
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 14:12 hs

    Esse Serra não se enxerga mesmo: Os contratos da Delta em São Paulo

    Os técnicos da CPI do Cachoeira acabam de concluir um levantamento completo de todos os contratos firmados em São Paulo, governo estadual e prefeitura da capital, com a Delta Construções, ligada ao esquema criminoso comandado pelo bicheiro. É coisa de 1,2 bilhão de reais.

    O resultado, além de revelador sobre as relações dos governos do PSDB com a empresa-mãe da quadrilha de Cachoeira, trouxe à tona uma suspeita sobre os bastidores dos negócios milionários fechados na gestão do prefeito Gilberto Kassab (PSD), sob a influência do senador cassado Demóstenes Torres, do DEM de Goiás.

  7. Isaurino Daniel Cordeiro
    sexta-feira, 21 de setembro de 2012 – 0:08 hs

    È só aguardar o julgamento do mensalão do PSDB com o Cachoeira.Esse Bento Carneiro vampiro brasileiro ainda ensiste em concorrer a cargo eletivo? Coitado.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*