Cúpula petista entra na mira de Joaquim Barbosa | Fábio Campana

Cúpula petista entra na mira de Joaquim Barbosa


Relator começa segunda-feira voto que pode condenar José Dirceu, Genoino e Delúbio.

De Jailton de Carvalho, O Globo:

Sete anos depois das primeiras denúncias, chegou a hora de o ex-ministro José Dirceu, o ex-deputado José Genoino e o ex-tesoureiro Delúbio Soares, três peças-chaves da eleição do ex-presidente Lula em 2002, prestarem contas à Justiça. O relator do processo do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, começará a ler nesta semana o voto sobre os três e os demais réus acusados de corrupção ativa — a parte mais eletrizante do julgamento, na definição do ministro Marco Aurélio Mello.

Dirceu e Genoino não escondem o receio de uma eventual condenação ou até mesmo da prisão, embora aleguem inocência. Delúbio, segundo interlocutores, seria o menos aflito entre os três.

— Todo mundo que está vivo pode ser preso. Eu posso ser preso hoje, você também. Mas nós, em primeiro lugar, temos convicção da absolvição. Em segundo lugar, ainda que viéssemos a pensar na eventual condenação, não teríamos nenhuma providência a tomar, a não ser esperar — tenta minimizar Luiz Fernando Pacheco, advogado de Genoino.


10 comentários

  1. OCIMAR
    domingo, 30 de setembro de 2012 – 15:24 hs

    NO MÍNIMO PARA ESSES BANDIDOS,INCLUINDO O LULARÁPIO CHEFE DA QUADRILHA,SERIA PRISÃO PERPÉTUA.

  2. Deutsch
    domingo, 30 de setembro de 2012 – 15:33 hs

    Essa é boa, o Dirceu e Genoino alegando inocencia. só se for no que diz respeito em não delatar o lularápio,mais conhecido como luladrão,o dono da quadrilha do mensalão.

  3. BinLaden
    domingo, 30 de setembro de 2012 – 20:28 hs

    Agora a cobra vai fumar…e os PTralhas vão se F….errar!!!!

  4. Silva Jr
    domingo, 30 de setembro de 2012 – 22:28 hs

    Mobilidade social no governo FHC = cidadão saía da pobreza para a miséria. No governo Lula = da pobreza para a classe média. Só os limpinhos do PSDB e DEM que não fazem caixa 2.

  5. cesar - barraquinha.
    domingo, 30 de setembro de 2012 – 23:43 hs

    Pois é Silva Jr, parece que a turma da tucanalha gosta é de ver miséria e vendas da empresas brasileiras.

    deixa pra la ….

    o povinho sem noção, ainda bem que o brasil ta mostrando para esta turma que a vez deles acabou enão volta mais.

    veja, a revista, serra e o primu ducci…todos indo para o bom caminho, 9u seja vão pra casa descansar.

    Viva SP E CURITIBA, GENTE QUE SABE E FAZ…

  6. ieto
    segunda-feira, 1 de outubro de 2012 – 9:18 hs

    Infelizmente, ao final, quem será preso é o Ministro Joaquim Barbosa.
    Condenado por condenar corruptos!

  7. Adilson
    segunda-feira, 1 de outubro de 2012 – 9:58 hs

    Tem gente que ainda defende o PT. Se liga cabeção, você também foi dilapidado dos seus impostos recolhidos fielmente, e desviados por esses bandidos do mensalão, inclusive o chefão deles!

  8. antonio carlos
    segunda-feira, 1 de outubro de 2012 – 11:28 hs

    Hoje o Batman começa a por os primeiros pregos no pestismo. Depois desta semana o pestismo começa a morrer, porque o povo vai ficar indignado com o que vai começar a saber. Daí para o fim é um passo. E Collor que o diga. ACarlos

  9. Ed
    segunda-feira, 1 de outubro de 2012 – 12:19 hs

    Olá Sr. Silva Júnior! O filho do Lula saiu da pobreza (bosteiro do zoológico de São Paulo), para ser um dos maiores empresários e fazendeiros do Brasil. É bom ser “caolho” e ver as coisas só de um lado. Saiba que também não morro de amores por FHC!

  10. PRIVATARIA VEM AÍ
    segunda-feira, 1 de outubro de 2012 – 16:58 hs

    Na verdade talvez nem compense já que o Serra MATA o PSDB em São Paulo como ENTERROU o FHC na sua campanha mesmo o PIG levantando o veio com viagra.
    Melhor o Beto fazer como o delegado e mudar de partido pois o Aécio e o Alvaro aguardam feito raposas as sobras no NINHO mesmo que seja ovo choco.
    PSDB ao tentar matar o PT alugando a BARRIGA para o PIG como diz o Paulo do CONVERSA AFIADA – acaba morto!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*