Omissão de procurador permitiu absolvição de João Paulo por revisor | Fábio Campana

Omissão de procurador permitiu absolvição de João Paulo por revisor

Do Painel da Folha de S. Paulo:

Faltou um
Uma omissão do Ministério Público foi a principal razão para que Ricardo Lewandowski, na contramão do relator Joaquim Barbosa, absolvesse ontem João Paulo Cunha do crime de lavagem de dinheiro. O revisor do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal vai reconhecer uma “trama criminosa” na cúpula do PT, com condenações, mas, como o ex-presidente do Câmara não havia sido enquadrado por formação de quadrilha, ficou uma figura “alheia” ao grupo.

Veja bem 1
Defensores da absolvição afirmam que, sem ciência do crime antecedente, a organização criminosa, Cunha não poderia ser imputado pela lavagem. “Como ele lavava dinheiro para quadrilha que o MP diz que ele não integrava?”, questiona um advogado.

Veja bem 2
Pelo mesmo raciocínio, interlocutores de ministros afirmam que a PGR deveria ter enquadrado José Dirceu, Delúbio Soares e Jose Genoino na tipificação de lavagem de dinheiro.

Brecha
Advogados observavam que Lewandowski foi contraditório ao absolver o deputado de peculato pelo fato de não ser responsável por pagamentos e contratações e condenar Henrique Pizzolato pelo mesmo crime.


Um comentário

  1. sergio silvestre
    sexta-feira, 24 de agosto de 2012 – 17:21 hs

    São 80 bilhões por ano que a corrupção subtrai de remédios
    merendas ,saude ,educação etc..
    Cada habitante do brasil ,já nasce com um onus de 400 reais por ano para pagar os corruptos.
    Londrina essa conta chega aos 150 milhões por ano.
    Curitiba ai perto de meio bilhão.
    Claro que tem ilhas de menor ataque a dinheiro publico,ams que o eleitor tem que saber,é que ninguem é politico por ideal,ou para se sacrificar pelo carente.
    Os distintos viram politicos por causa deste tesouro,que passa ano e entra ano nos produtivos pagamos como carneiros este onus.
    Toda esta maquina do estado,ela é condicionada a dar guarida para isso.
    Não adianta nos descabelarmos,que nada vai acontacer.
    O mundo sempre foi assim com escessão de alguns paises pequenos e um povo que durante seculos aprendeu a ser honesto.
    Então meu irmão,fazer o que!Lutar contra moinhos de vento,ou se recolher em copas e se acovardar!
    É uma pena que a maioria se acovarda,até por indisposição e fraqueza,e um punhado de pensantes sofre com isso.
    Bom,sexta feira,vou tomar um chop,que minha deliciosa londrina esta um calor de fevereiro,e vou depositar a meia noite mais 1,20 reais para a corrupção,que já se foi mais um dia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*