No Novo Mundo, Fruet fala com comerciantes | Fábio Campana

No Novo Mundo, Fruet fala com comerciantes

Gustavo Fruet visitou as ruas Pedro Zagonel e Dep. Waldemiro Pedroso, no bairro Novo Mundo, nesta manhã. O candidato da Coligação “Curitiba Quer Mais” conversou com moradores e comerciantes e pode constatar a maior preocupação da região: a segurança. “Temos muitos assaltos por aqui, principalmente de jovens que querem dinheiro para comprar drogas. Eles ameaçam os clientes, põem armas na nossa cara, estão sempre alterados, qualquer movimento brusco perto deles pode causar um tragédia. Estamos muito assustados”, afirmou Douglas Dalpozzo, médico, morador do bairro e com esposa proprietária de loja comercial na região.

Segundo ele, vez ou outra, passa uma viatura policial pela Pedro Zagonel, mas nada que intimide os criminosos. “O comércio todo sofre, os moradores. Pagamos nossos impostos e não recebemos a contrapartida. A insegurança está matando o comércio de rua, as pessoas estão indo para os shoppings, que têm mais segurança. Ficamos com vontade de fechar tudo”, confirmou.

Fruet assegurou a Dalpozzo que em uma possível gestão pretende liderar o combate à violência em Curitiba. “Vou cobrar dos órgãos policiais estaduais e federais mais ação e investimentos. Vamos criar uma rede preventiva na cidade a partir do gabinete do prefeito. Será um trabalho integrado, todas as secretarias vão estar envolvidas com a questão da segurança”, garantiu. O candidato do PDT ainda lembrou do fortalecimento da Guarda Municipal, que ganhará mais efetivos e uma academia, e será a polícia cidadã, trabalhando ao lado da população.

Milton Durski, morador do Novo Mundo há quase 40 anos, diretor de uma rede de cinemas de bairro e cuja família tem lojas na região, pediu que Fruet dê muita atenção à educação. “Vejo essa situação de insegurança em vários pontos da cidade. Esses jovens precisam ter chances de trabalho para não irem para o lado do crime. Precisam ter acesso a atividades culturais também”, ressaltou.

Gustavo Fruet disse que a resolução dos problemas de segurança também passa pela questão da melhora da educação na cidade. “Vamos aumentar para 30% o valor destinado pelo orçamento à área da educação da capital, o que vai representar um acréscimo de R$ 100 milhões ao ano em recursos. E os jovens entre 11 e 15 anos serão nossa prioridade, recebendo cursos técnicos e atividades de cultura, lazer e esporte”, afirmou. Fruet ainda destacou que, em sua gestão, serão destinados à cultura 1% dos recursos do orçamento.


Um comentário

  1. FUI !!!
    sábado, 25 de agosto de 2012 – 6:05 hs

    Na eleição vale tudo !!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*