Comerciantes, moradores e turistas reclamam da greve da PF em Foz | Fábio Campana

Comerciantes, moradores e turistas reclamam da greve da PF em Foz

Da :

A greve dos Policiais Federais que trabalham em Foz do Iguaçu não prejudica apenas quem precisa atravessar a ponte da amizade em direção ao Paraguai. Comerciantes da cidade reclamam do baixo movimento no comércio e do medo que muitos moradores e turistas estão sentindo. A encarregada de loja Marilza Lozano acredita que o movimento tenha caído pela metade.

A vendedora Antonia Lopes também fala sobre a falta de movimento na cidade. De acordo com ela, Foz do Iguaçu não pode viver sem os turistas que, desde que a greve começou, fugiram da cidade.

Já a comerciante Nair Macedo comenta sobre o medo de quem mora em Foz, especialmente pela falta de policiais na região de fronteira.

Apesar dessa opinião, de acordo com a diretora do sindicato dos Policiais Federais em Foz do Iguaçu, Bibiana Orsi, a greve não traz transtornos relacionados à segurança. Segundo ela, o efetivo que trabalha na região de fronteira está mantido e se a população se sente desprotegida é por causa da defasagem de profissionais.

De acordo com a diretora, é preciso que o efetivo seja aumentado em, pelo menos, três vezes. Os policiais federais cobram reajuste salarial, aumento de efetivo e valorização profissional. A greve da PF já se estende por mais de duas semanas.

Foto: Christian Rizzi


Um comentário

  1. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 23 de agosto de 2012 – 12:02 hs

    Sem chororó: Serão os mesmos que darão nota dez pros governos Lula/Dilma.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*