Bernardo Figueiredo provoca nova guerra entre Dilma e PMDB | Fábio Campana

Bernardo Figueiredo provoca nova guerra entre Dilma e PMDB

Da coluna Painel, Folha de S. Paulo:

Revanche

Parlamentares do PMDB reagiram à indicação de Bernardo Figueiredo para a empresa de planejamento e logística, que cuidará do plano de concessões, e preparam emendas à MP que vai à Câmara. Peemedebistas afirmam que Dilma Rousseff desrespeitou veto do Senado à recondução de Figueiredo à chefia da ANTT.

Cota pessoal

No Planalto, interlocutores afirmam que a escolha de Figueiredo é da presidente. E avisam que ela não aceitará retaliações. “É guerra”, diz um assessor.


5 comentários

  1. João
    segunda-feira, 20 de agosto de 2012 – 12:08 hs

    Por PMDB na nota acima leia-se Reiquião, aquele que destruiu o Paraná.

  2. Paulo
    segunda-feira, 20 de agosto de 2012 – 13:01 hs

    Um boa investigação da Procuradoria da República pode desvendar o motivo da insistência em dar cargos de relevância pro Sr. Bernardo

  3. Lee
    segunda-feira, 20 de agosto de 2012 – 13:08 hs

    Haha…guerra?
    Que guerra?!
    Esse PMDB é só dar uma gorjeta ou um carguinho de 5º escalão que viram umas cadelinhas amestradas, e o governo sabe disso há muito tempo.

  4. Mau exemplo
    segunda-feira, 20 de agosto de 2012 – 20:13 hs

    A Presidenta Dilma deu um mau exemplo premiando quem acumula um histórico comprometedor conforme apurado pelo MPF

  5. templario
    terça-feira, 21 de agosto de 2012 – 10:34 hs

    governo bom.
    individuo comete um delito e ganha um premio.
    A presidenta que se dizia moralizadora ta superando minhas espectativas.
    é triste admitir…mas neste caso o requiao tem razao.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*