Site registra 165 mortes de homossexuais neste ano | Fábio Campana

Site registra 165 mortes de homossexuais neste ano

A ONG GGB (Grupo Gay da Bahia) criou um site para contabilizar assassinatos de homossexuais no Brasil.

Da Folha de S. Paulo:

homofobiamata.wordpress.com já contabiliza o homicídio de 165 gays, travestis e lésbicas de janeiro a junho deste ano, 28% mais do que em igual período de 2011 e equivalente a 62% das 266 mortes em todo o ano de 2011 computadas pelo GGB, com base em notícias de jornais.

A maioria dos homicídios homofóbicos neste ano ocorreu em São Paulo (19), Paraíba (15) e Bahia (14), de acordo com o levantamento.

O GGB diz que há subnotificação em sua base de dados, por levar em conta só o que saiu na mídia. “Se houvesse um levantamento sistemático do governo federal nas estatísticas das secretarias estaduais de segurança pública, com certeza conheceríamos mais casos”, diz Luiz Mott, fundador do GGB.

O grupo critica o governo federal por não criar um banco de dados oficial dos crimes homofóbicos. A Secretaria de Direitos Humanos disse que mantém o Disque 100 desde 2011 e que no ano passado foram registradas 1.259 denúncias de violações contra homossexuais e transexuais no país.


4 comentários

  1. Gisele
    sexta-feira, 6 de julho de 2012 – 11:01 hs

    Morre muita gente por homicídio Brasil.
    Muita gente mesmo. Dezenas de milhares por ano.
    Por muitos motivos diferentes.
    Na maioria dos casos, por discussões, latrocínios, confronto, crimes passionais, acertos de contas e tráfico de drogas.
    Seria necessária uma apuração fidedigna sobre quantos desses crimes são por homofobia e quantos são por outros motivos.
    Pode-se chegar à conclusão, inclusive, que há outros grupos mais vulneráveis à discriminação violenta. Como os moradores de rua e as prostitutas, por exemplo.
    Aí, prioritariamente, deveríamos criar mecanismos legais e a sociedade financiar a criação e a manutenção de uma estrutura contra a mendigofobia e a prostitutofobia.

  2. Catão das Araucárias
    sexta-feira, 6 de julho de 2012 – 11:07 hs

    Caro Fábio: Nesses tempos de expansão da procura por mão de obra especializada, temos uma nova profissão na praça: “Agenciador de Apoio Inter-Partidário”. Funciona como se fosse um corretor de vendas, que cobram dos pretendentes a prefeito uma comissão pela adesão que conseguirem de candidatos a vereador de outro partido. Um “remake” do caso do PRTB, digamos. Só que o sistema dessa vez seria muito mais sofisticado. Em vez da retirada de candidatura, funcionaria o método dos dois bolsos, cada um com santinhos de um partido…A moeda de troca seria o pagamento, pelo candidato a prefeito de um lado do soldo de centúrias de legionários formadas por “agentes comunitários” e “agentes de saúde” da prefeitura, que trabalhariam para candidatos a vereador do outro lado…Para isso, esses profissionais já tiraram férias nessa época que antecede as eleições…ou já teriam tirado “licenças não remuneradas” ou estariam desempregados. Será que esse mercado vai mesmo prosperar? Será que esse tipo de adultério eleitoral, tal como o matrimonial, já deixou de ser crime? Resta ver o que farão os partidos ? Darão uma de marido ciumento e baixarão uma forma de norma que proíba esse, digamos, “assanhamento” ? Ou vão fazer vista grossa, como fazem os “maridos mansos”? Será que os partidos tomarão alguma medida séria? Ou deixarão seus candidatos livres, à vontade para curtir esse tipo de “casamento aberto”? E a Polícia Federal e o Tribunal Regional Eleitoral? Vão investigar as denuncias que devem pipocar a partir de hoje ou vão deixar para depois, na gaveta, para quando a eleição acabar e tudo já estiver consumado? Se cumprirem seu papel como todos esperamos, as autoridades e dirigentes partidários sérios vão ter muito trabalho, pelo jeito. Mas na nossa política do dia-a-dia, cheia de derossos duros de roer, que mais podemos esperar, hein Fábio? Parece que vale tudo para derrotar o duce de plantão nas pesquisas….

  3. Ocimar
    sexta-feira, 6 de julho de 2012 – 12:33 hs

    SE ELES TIVESSEM SEGUIDO O CAMINHO QUE DEUS LHES DEU,NADA DISSO TERIA CONTECIDO, FORAM PARA O CAMINHO DO SATANÁS,OLHA NO QUE DEU.

  4. Washington
    sábado, 7 de julho de 2012 – 13:57 hs

    Agora duvido se as mortes foram causadas por motivos unicamente homofobicos em sua maioria!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*