Ratinho Junior quer gestão participativa em Curitiba | Fábio Campana

Ratinho Junior quer gestão participativa em Curitiba

Em reunião com engenheiros do Conselho Regional de Engenharia (CREA),
o candidato falou da importância de trazer o conhecimento e a
experiência dos profissionais do CREA para dentro da administração da
cidade.

Muitas obras em Curitiba são feitas sem consultar as entidades da
cidade, especialmente o CREA. E os profissionais destas entidades
podem contribuir muito para construção civil da cidade, ajudando a
diminuir o valor das obras e fazendo com que elas atendam melhor às
necessidades da população, argumentou Ratinho Junior


9 comentários

  1. Vigilante do Portão
    terça-feira, 24 de julho de 2012 – 11:45 hs

    Isso,
    É uma boa maneira de não apresentar planos para a cidade.

    Conselhos,
    Comissões,
    Reuniões,

    Até decidirem quais são as obras prioritárias,
    depois, fazer o projeto, os relatórios de viabilidade e de impacto ambiental,
    colocar no Orçamento e conseguir as verbas, terão passado 4 anos.

    Simples.

    Muuuuiiitttaa conversa e pouca proposta viável.

  2. Roberto
    terça-feira, 24 de julho de 2012 – 14:31 hs

    Vigilante do Portão tem que estar mais atento, pois o CREA-PR através das Associações de Engenheiros estão realizando em todo o Paraná um Estudo Básico de Desenvolvimento Municipal – EBDM a ser apresentado a todos os candidatos a prefeito nas principais cidades do Estado do Paraná.

  3. Rudolf Despenteado
    terça-feira, 24 de julho de 2012 – 14:38 hs

    O Candidato Ratinho mostra mais uma vez que está no caminho certo, pois o Conselho de Engenharia tem muito a contribuir com nossa querida Curitiba.
    Mais uma vez parabéns, para o futuro prefeito de Curitiba!

  4. QUESTIONADOR
    terça-feira, 24 de julho de 2012 – 14:47 hs

    -Primeiramente a visão do candidato Ratinho sobre o CREA está um pouco distorcida, pois o conselho regulamenta e fiscaliza o exercício profissional de engenharia e agronomia em todas as suas áreas. Não compete ao CREA dar diretrizes sobre quaisquer obras a serem executadas por qualquer município, isto cabe à população e ao chefe do executivo.
    -Esta conversa deste candidato apenas mostra sua incapacidade de planejar obras na capital e empurra esta responsabilidade para outras órgãos…

  5. Paulo Nascimento
    terça-feira, 24 de julho de 2012 – 15:37 hs

    Cabe ao Crea como Conselho fiscalizar as atividades dos profissionais ligadas a Engenharia e Agronomia. Não é de sua competência ditar, falar ou promover políticas voltadas ao desenvolvimento nas cidades, principalmente agora em que foi criado o Conselho de Arquitetura e Urbanismo-CAU que é o orgão em que os profissionais a ele ligado é que estão aptos para desenvolver projetos, fiscalizar e realizar até obras qundo se sua competência, o CREA não. O candidato deveria saber disso.

  6. Duro de Roer
    terça-feira, 24 de julho de 2012 – 17:41 hs

    Esperem mais alguns dias e saberão para onde vai este candidato.É só a população começar a acompanhar o horário da televisão, ler o curriculo de cada um e fazer uma comparação do candidato que diz que vai fazer e não diz como, do candidato sonhador que por não experiência também só imagina, do candidato ultrapassado que perdeu a noção da realidade, com o candidato que diz que faz e mostra como faz. Já passou o tempo que conversa bonita e linguiçada ganhava eleição. O curitibano sabe separar uma coisa da outra. Mas que uma linguicinha na brasa com pão quentinho até bobo gosta, e para isto não precisa vender seu voto..

  7. Trabalhador
    terça-feira, 24 de julho de 2012 – 19:18 hs

    E ratinho sabe o que é o CREA ? É muito MKT e pouco conhecimento do mocinho.

  8. Paulo
    terça-feira, 24 de julho de 2012 – 21:43 hs

    Os profissionais do CREA-PR, assim como os associados do Instituto de Engenharia, os filiados ao SENGE e de outras entidades de profissionais podem dar uma relevante contribuição para a gestão municipal na definição das grandes obras necessárias a cidade desde que o futuro Prefeito de Curitiba abra um canal de debates com esses segmentos técnicos.
    O CREA-PR aliás deu um excelente exemplo aos gestores do nosso Estado quando promoveu um concurso público para a escolha do projeto de sua nova sede em Curitiba.

  9. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 25 de julho de 2012 – 9:10 hs

    Roberto,

    Não estou falando do CREA, entidade de relevantes serviços para as cidades.

    Falo da falta de projetos dos Candidatos.

    Na falta de projetos,
    Propostas de Conselhos, Comissões, reuniões, Administração Participativa …

    Vou dar exemplo:

    ,,,Incentivar o uso da Bicicleta como meio de transporte…
    É proposta de alguns candidatos.

    Quais Ruas terão as ciclovias?
    Quantos KMs de novas ciclovias?
    Qual é a previsão de gasto com as obras?
    O Orçamento comporta e de qual rubrica vai sair o dinheiro?

    Serão eliminadas faixas de estacionamento nas vias das novas ciclofaixas?

    Perguntas simples,
    NÃO CONTEMPLADAS COM RESPOSTAS.

    Outro exemplo:

    Tem candidato dizendo que vai CRIAr dezenas de novos parques.

    Ótimo!

    E os Locais?
    Quantos já estão definidos?
    Qual será o gasto de implantação, indenização e de manutenção?
    O Orçamento comporta?

    Não passam de promessas vagas.

    Mais,

    Tem candidato propondo que o Metrô seja por ELEVAÇÃO.

    Correria em um elevado, tipo minhocão.

    E o barulho?
    Moradores das áreas vizinhas seriam indenizados?

    Vá morar na 7 de Setembro, com o trem passando, de minuto em minuto, na sua janela.
    Briga para anos.

    Fora o problema estético,

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*