Movimento no CNMP para aposentar Demóstenes | Fábio Campana

Movimento no CNMP para aposentar Demóstenes

Do Lauro Jardim:

Promotores do Goiás estão em contato com o Conselho Nacional do Ministério Público(CNMP) para tentar impedir que Demóstenes Torres volte aos quadros da instituição.

A expectativa é que, tão cedo ele retorne à promotoria em Goiás, uma representação ao CNMP seja feita.

Os promotores vão questionar se alguém que não tem decoro para ser um senador pode ser fiscal da sociedade.


2 comentários

  1. silvajr
    quarta-feira, 11 de julho de 2012 – 19:42 hs

    Poderiam aposentar o Álvaro Dias também, o cara só entra em roubada. Veja essa Campana:

    Suprema Corte paraguaia acata ação de inconstitucionalidade contra impeachment de Lugo.

    Ministério Público terá 18 dias úteis para decidir se o processo político contra o ex-presidente pode ser anulado

    Por: do Opera Mundi
    Publicado em 11/07/2012, 14:50
    Última atualização às 14:50

    A Suprema Corte do Paraguai acatou a ação dos advogados de defesa do ex-presidente Fernando Lugo que alegam inconstitucionalidade no processo político estabelecido no Senado que determinou a cassação do seu mandato. O presidente da Corte, Victor Núñez, confirmou a informação e afirmou que a ação já se encontra nas mãos do Ministério Público.

    O procurador do Estado responsável por analisar a ação será Javier Diaz Verón. Ele terá 18 dias úteis para dar o seu parecer. O procurador irá dar o seu parecer sobre se o processo político que destituiu o poder de Lugo será anulado ou não.

    Núñez explicou que, uma vez recebida a resposta do Ministério Público, a ação deve ser transferida ao Senado, que tem o mesmo prazo para justificar o processo, já que a acusação foi feita contra a entidade. Uma vez que o Senado manifeste sua resposta, a Suprema Corte terá 30 dias para divulgar sua sentença, afirmou o procurador à rádio 650 AM do Paraguai.

    Esta é a segunda ação de inconstitucionalidade que apresentam os defensores de Lugo, desta vez, contra a Câmara Alta do Parlamento. O ex-presidente foi destituído do cargo em 22 de junho pelo Congresso por meio de um julgamento político realizado em tempo recorde. Ele deixou a Presidência 14 meses antes de terminar o seu mandato.

  2. fiscalde realeza
    quinta-feira, 12 de julho de 2012 – 8:47 hs

    E DEVEM PUNIR O GOVERNADOR DE GOIAS E VEREADORES TODOS DA NATA TUCANA E DEMOCRATA
    CAMBADA DE SAFADOS SANTINHOS DO PAU OCO

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*