40% dos candidatos a vereador em Curitiba não têm curso superior | Fábio Campana

40% dos candidatos a vereador em Curitiba não têm curso superior

De Tatiane Salvatico, Gazeta do Povo:

Quatro em cada dez candidatos a vereador que registraram candidatura para concorrer ao pleito municipal deste ano em Curitiba declararam não ter ensino superior completo, segundo dados divulgados pelo setor de Estatísticas de Candidatura do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quarta-feira (11).

Já entre os postulantes ao cargo de chefe do Executivo municipal, todos afirmam ter concluído o ensino superior. Entre os vices nas oito chapas que lançaram candidatura, o índice é de 75%.

Maringá, na Região Noroeste, tem o maior índice de candidatos a vereador sem diploma universitário, com 63% sem o ensino superior completo.

Entre os que devem concorrer ao cargo de prefeito em Maringá, 87,5% têm graduação.
Apenas uma pessoa que registrou candidatura para o cargo de prefeito tem ensino superior incompleto. Entre os que registraram candidatura a vice-prefeito, 75% declararam ter concluído o terceiro grau, 12,5% disseram ter ensino superior incompleto e 12,5% apenas Ensino Médio.

A amostra com maior disparidade é apresentada entre as 341 pessoas que concorrem ao cargo devereador. De acordo com o TSE, apenas 35,7% dos que disputam uma cadeira na Câmaracompletaram o ensino superior, 10,5% têm superior incompleto, 4% Ensino Médio completo, 7% Ensino Médio incompleto, 10,5% Ensino Fundamental completo, 6,1% Ensino Fundamental incompleto e 1,4%, o que corresponde a cinco possíveis candidatos, declaram apenas saber ler e escrever.

O índice das eleições maringaenses é menor do que os registrados na cidade Londrina, onde todos os que registraram candidatura a prefeito e vice-prefeito declararam ter concluído o ensino superior, enquanto o índice entre os possíveis vereadores é de 41%.

Calendário

Até o dia 13 de julho, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) receberá eventuais pedidos de impugnação de candidaturas às eleições municipais. O prazo vale tanto para candidatos a prefeito quanto a vereador. De acordo com o TRE-PR, assim que acabar o prazo para recebimento dos pedidos de impugnação, os candidatos citados terão sete dias para apresentar suas contestações. Todas as solicitações devem ser julgadas até o dia 5 de agosto.


16 comentários

  1. zanella
    quinta-feira, 12 de julho de 2012 – 22:04 hs

    Este é o tipico cenário de nosso Brasilzãoooooooooooooooo. Um dia quem sabe nosso sonho intenso resplandeça.

  2. VERDADE
    quinta-feira, 12 de julho de 2012 – 22:08 hs

    É isso aí…

  3. celso
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 1:12 hs

    prova q pra ser ligeiro
    rápido esperto não precisa de canudo. eleitor trouxa é que não falta

  4. celso
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 1:13 hs

    prova q pra ser ligeiro
    rápido esperto não precisa de canudo. eleitor trouxa é que não falta eita brasilzãooooooooooooooooo

  5. Eu li
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 8:05 hs

    Ter diploma não quer dizer nada, muitos tem e só fazem besteira. o que falta nos nossos POLITICOS e outra coisa VERGONHA NA CARA.

  6. sergio silvestre
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 8:17 hs

    Metade dos politicos tem meio neuronio.
    Vem de empresas falidas,doidos para recuperar o que deixaram de ganhar com suas empresas.
    Tem de tudo,advogados mediocres,medicos sem vontade,
    filhos que aos 40 não sairam da saia dos pais e vendedores de iluzão.
    É isso que vamos ter que aguentar.

  7. TROLL
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 8:23 hs

    Se forem , pelo menos , alfabetizados, “meno male”.

  8. Pocotó
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 8:51 hs

    Não precisa ter curso superior pra ser HONESTO !!
    Que seja honesto !!!!

  9. Lucas
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 9:51 hs

    Vão roubar menos!!!

  10. PK
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 10:18 hs

    NÃO É PROBLEMA! LULA SÓ TINHA O PRIMÁRIO, FEZ EJA; A DILMA SE ELEGEU COM A MAIORIA DE BAIXA ESCOLARIDADE. O TIRIRICA, DUVIDARAM QUE ELE SABIA ALGO SOBRE ESCRITA.
    O RESULTADO DISSO TUDO É QUE SÓ OS DE BAIXA ESCOLARIDADE NÃO SABE QUE O GOVERNO PRECISA DESTES PILARES DE PALANQUE SEM ESTUDO PARA SER ELEITOS.
    O ESTUDO É O PASSAPORTE PARA A LIBERDADE, PENA QUE OS GOVERNANTES NÃO PAGAM SALARIOS DIGNO PARA OS PROFESSORES! PELO MENOS POR AQUI É O QUE SE VÊ!

  11. Inquiridor
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 11:17 hs

    Isso significa que 60% são formados? Olha só… essa, sim, é uma boa – e inesperada – notícia.

  12. bete
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 11:23 hs

    eles vão resolver o problema da educação e com certeza vão concluir um curso superior, ou comprar um diploma!!!!!!!!!!!!!!

  13. Dias Moraes
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 14:02 hs

    basta ser honesto, já basta

  14. João de Barros
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 14:09 hs

    – Nivel superior não é sinonimo de honestidade é saber, é só verficar o curriculo dos politicos de nivel superior que a maioria deles tem nivel superior mas nunca execerram a função que tem no Diploma, na politicas vemos Engenheiros que nunca executaram uma obra, Medicos que nunca fizeram uma consulta ou residencia medica,professores que nunca deram aulas etc. ou seja a maioria dos politcos não tem profissão definida fizeram da politica uma profissão e usam o tal diploma pra dizer que são melhor que os outros mas na realidade são pior dos aqueles que não tem nivel superior.

  15. natasha
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 23:00 hs

    Como um vereador vai nos representar, se ele não tiver cultura? valores? conhecimento da matéria????

    Eu acredito bastante nos cursos profissionalizantes por que ele dão um conhecimento teorico e prático.
    mas o curso superior tem como premissa ampliar os horizontes, então como uma pessoa que não consegue que não tem a vivencia, vai trabalhar pensando no futuro, planejamento estratégico, pensar numa cidade para 20,30 anos antes, preventivamente !

    O meu voto é exigente! voto consciente, pensando no futuro de nossa cidade,.

  16. natasha
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 23:01 hs

    Sem falar nas questões diplomáticas! Idiomas!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*