Mercosul não aplicará sanções econômicas ao Paraguai | Fábio Campana

Mercosul não aplicará sanções econômicas ao Paraguai

Patriota diz que bloco prorrogará suspensão do país até 2013

De Janaina Figueiredo, O Globo:

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, confirmou que há consenso no Mercosul para não aplicar sanções econômicas ao Paraguai. Segundo o chanceler, o bloco deve prorrogar a suspensão do país até as eleições presidenciais do ano que vem. Dessa forma, o Paraguai fica excluído de reuniões e do processo decisório interno do Mercosul.


7 comentários

  1. Jose silva
    quinta-feira, 28 de junho de 2012 – 20:11 hs

    Paraguai nao rasgou a Constituicao ..a querida Venezuela que acabou com a democracia vai entrar no lugar do Paraguai …a Argentina que caga na cara do Brasil bundao ..e fica o coitado do Paraguai como culpado !

  2. Salete
    quinta-feira, 28 de junho de 2012 – 21:50 hs

    Que gracinha esse “patriota”. Subiu na árvore e agora não sabe como descer. Por que non te callas Patriota? Sua diplomacia caudatária do beiçola de Caracas nos envergonha e nos remete à insignificância na liderança política da região.

  3. antonio carlos
    quinta-feira, 28 de junho de 2012 – 21:50 hs

    Se sanção econômica servisse para alguma coisa, Cuba, Irã, Coréia do Norte já teriam desaparecido da face da Terra. Hipocrisias à parte, vamos aos negócios. ACarlos

  4. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 29 de junho de 2012 – 3:03 hs

    Tudo “da boca prá fora”!

    Na hora da grana, nada de nada.

  5. JC 3zotti!
    sexta-feira, 29 de junho de 2012 – 8:16 hs

    SIM OU NÃO?
    Nâo entendi. Aplica ou não aplica a sanção. Num ponto diz: “há consenso no Mercosul para não aplicar sanções econômicas ao Paraguai”. NO outro afirma: “Segundo o chanceler, o bloco deve prorrogar a suspensão do país até as eleições presidenciais do ano que vem”, ou seja, até 2013.

  6. Pedro Rocha
    sexta-feira, 29 de junho de 2012 – 10:40 hs

    Quem viu e ouviu o clamor cívico, patriota e principalmente “democrático” do Gilberto Carvalho na quarta, antes da viagem, pensou: Tadinho do Paraguay! Tá fudido…
    A cachorrada vermelha, como todo vira-lata, ou, pra ficar mais elegante, todo SRD (Sem Raça Definida), rosnou e latiu muito enquanto estava atrás da cerca.
    Soltos, colocaram o rabo entre as pernas, e ganindo, pedindo desculpas ao Paraguay, aplicaram-lhe uma sançãozinha muito da fuleira, mesmo assim, SEM A MENOR OPORTUNIDADE DE DEFESA, pois até proibiram os paraguaios de comparecerem à reunião.
    Todos saíram de seus canis, com a sanção definida, determinada pelo treinador em chefe, Fidel.
    Todo esse barulho, com um único objetivo: COLOCAR A “DEMOCRÁTICA ” VENEZUELA no lugar do Paraguay, “UM PAÍS VIVENDO NUMA TERRÍVEL E PERIGOSA RUPTURA DEMOCRÁTICA”!
    Brincadeira tem hora.
    O Paraguay foi o único parlamento cucaracho que não se rendeu aos rompantes do gorila chávez; ao contrário, inclusive dos nossos miquinhos amestrados, subservientes a lulla, dilma, fidel & quadrilha, que mesmo depois de agredidos pelo beiçóla, aprovaram seu ingresso, no fictício Mercosul!
    O povo brasileiro merece! Tem que se ferrar mesmo!

  7. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 29 de junho de 2012 – 11:02 hs

    O mercosul é um clube de pobres e remediados que têm raiva dos EUA. Os países latrino-americanos que mais prosperaram – fora o Brasil – mantiveram comércio e negócios diretos com os EUA, como a Colômbia e o Chile, que é de longe, a economia mais estruturada e a melhor renda entre os cucarachos del sur. Os outros foram atrás da conversa fiada de Brasil e Argentina, o primeiro porque sempre mandou nos demais e a segunda porque sua economia sobrevive, nos últimos tempos, às custas das generosidades do Brasil.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*