Justiça nega liminar para Jonny Stica sobre licitação da Pedreira | Fábio Campana

Justiça nega liminar
para Jonny Stica sobre licitação da Pedreira

A Justiça indeferiu a liminar para suspensão da concessão da Pedreira Paulo Leminski, Ópera de Arame e Parque Náutico pedida em ação popular proposta pelo vereador Jonny Stica (PT). Em seu despacho, o juiz de direito Rosselini Carneiro afirmou que “chega-se a essa conclusão, guardada a cognição sumária própria dessa fase, por força dos argumentos apresentados pelo Município de Curitiba e documentos por ele acostados, os quais dão conta que o procedimento licitatório não ofende os princípios da publicidade e moralidade administrativa”.


2 comentários

  1. Juliana Teixeira
    quarta-feira, 6 de junho de 2012 – 10:39 hs

    Bem feito! Não dá pra entender esse vereador. Primeiro ele queria a reabertura da pedreira. Agora, pelo que li, tinha pedido a suspensão da concessão para que a mesma não fosse reaberta. Qual o real interesse dele? Já que sempre pagamos a conta, que pelo menos paguemos por lugares bacanas que funcionem. O dinheiro que iria ser investido na readequação desses lugares devem ser empregados na saúde, na educação, em áreas de necessidades básicas. Cultura é importante, mas há outras formas que o município pode fazer para investir nessa área, como projetos culturais nos bairros…

  2. Saco
    quarta-feira, 6 de junho de 2012 – 11:27 hs

    Porque não pede informação sobre a privatização dos aeroportos?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*