Hugo Chávez oficializa candidatura na Venezuela | Fábio Campana

Hugo Chávez oficializa candidatura na Venezuela

Chávez mostra ata de inscrição nas eleições presidenciais da Venezuela, em que tenta seu terceiro mandato

Das Agências de Notícias, via Folha:

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, oficializou nesta segunda-feira a candidatura às eleições no país, em outubro, com um ato de militantes do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), na capital Caracas. Chávez foi acompanhado de familiares e dirigentes do governo e de seu partido.

Vestido com uma boina vermelha e com um conjunto esportivo com as cores do país, Chávez desfilou em um caminhão aberto com a frase “Chávez, coração da pátria”, do Palácio de Miraflores, sede do governo, até o Conselho Nacional Eleitoral (CNE), onde assinou a inscrição da candidatura, no último dia de postulações.

O presidente elogiou o papel da comissão eleitoral, afirmando que “nunca na história venezuelana tivemos um árbitro eleitoral do tamanho, da transparência, da qualidade e de compromisso” como o atual. Ele mostrou o documento de inscrição para os militantes que o acompanharam na praça Caracas, no centro da capital.

“Venho aqui cumprir a lei e me comprometo a reconhecer ante a Venezuela e o mundo o resultado das eleições presidenciais”, disse.

Chávez aproveitou a ocasião para mostrar sua proposta e dizer que representa “a maioria dos venezuelanos, a construção da pátria independente, livre e socialista”. O presidente foi acompanhado de seu irmão, Adán Chávez, das filhas Rosa Virginia e Rosinés e de membros do gabinete, como o vice-presidente, Elías Jaua.

A inscrição eleitoral foi o primeiro ato público de Chávez desde 13 de abril, quando lembrou os 10 anos da tentativa de golpe de Estado de 2002. No período, o mandatário fez duas sessões de radioterapia em recuperação contra um câncer na região pélvica, o qual foi retirado em fevereiro, em Cuba.

Presidente da Venezuela acena para militantes, em primeiro evento público em dois meses, nesta segunda

CAPRILES

O candidato da oposição à Presidência da Venezuela, Henrique Capriles, registrou neste domingo sua postulação às eleições no país, para enfrentar o atual mandatário Hugo Chávez, que tenta o terceiro mandato. O rival do presidente foi seguido por milhares de militantes em uma caminhada pela capital Caracas.

Capriles, 39, registrou a candidatura com roupas esportivas, após andar 10 km pela cidade, tentando fazer um contraste com o presidente, que se recupera de um câncer na região pélvica, retirado em uma cirurgia em fevereiro. “Em 7 de outubro vamos decidir não entre dois homens, mas entre duas formas diferentes de vida”.

Em discurso, o rival de Chávez afirmou estar pronto para ser o presidente venezuelano. “Estou feliz por ter andado esses dez quilômetros de alegria, esperança, vida e fé. Eu desejo me tornar o presidente de todos os venezuelanos, tenho um compromisso com os venezuelanos. Não vou decepcioná-los”

Os militantes ocuparam as ruas com bandeiras e cantando o jingle do candidato. Algumas mulheres usaram camisetas com a frase “futura primeira-dama”, uma brincadeira com Capriles, que é solteiro e recebeu diversas propostas de casamento durante a campanha.

As últimas pesquisas apontam vantagem de Chávez, mas com margens díspares, entre cinco e 36 pontos percentuais. O atual presidente tenta seu terceiro mandato, em que ficaria até 2019, completando 20 anos no poder pelo voto democrático.

Milhares de militantes acompanham inscrição eleitoral de Hugo Chávez, nesta segunda, em Caracas

Foto 1: Fernando Llano/Associated Press
Foto 2: Leo Ramirez/France Presse
Foto 3: Ariana Cubillos/Associated Press


10 comentários

  1. sergio silvestre
    segunda-feira, 11 de junho de 2012 – 22:24 hs

    IRMÃO DE SANGUE DO PEDRO ROCHA
    SERÁ QUE É BONITO ASSIM,IGUAL O CHAVES?

  2. Juliana
    segunda-feira, 11 de junho de 2012 – 23:15 hs

    É triste para os venezuelanos, mas é consolador saber que existem países piores que o brasil. Muito poucos, mas existem

  3. Osiris Duarte de Curityba
    terça-feira, 12 de junho de 2012 – 2:31 hs

    Se ele não morrer antes né …

  4. Filet Mignon
    terça-feira, 12 de junho de 2012 – 8:28 hs

    MY God! Fico feliz em saber que no mundo existe povo mais burro do que o povo brasileiro. Repetir uma dose destas é pra matar manada de elefantes!

  5. sergio silvestre
    terça-feira, 12 de junho de 2012 – 8:43 hs

    Coitado do chaves,o Deus egipicio já deu a previsão,o Chaves vai morrer,claro como todos nós.

  6. Dr. Primogênito
    terça-feira, 12 de junho de 2012 – 8:58 hs

    Ele poderia nos fazer um favor e convidar o Requião para algum cargo na Venezuela.

  7. Pedro Rocha
    terça-feira, 12 de junho de 2012 – 10:01 hs

    Num país que tem “democracia” até demais, como disse o farsante lulla, Chávez, ditador e discípulo de Fídel, dita as regras que lhe dá na cabeça.
    Simples: aniquilou a oposição e manietou a imprensa; parte com generosas verbas públicas, e o resto pela força!
    E o povo? – Ah, o povo, essa é a parte mais fácil; enquanto houver pão e circo, tá tudo bem, desde os tempos do Império Romano!
    Fiel à cartilha do Foro S.Paulo, seus planos estão num estágio bem mais avançados que os do amigo e confrade lulla da silva por aqui, o qual teve que parar nos boxes prum rápido pit stop, devido ao inconveniente câncer.
    Liberada, a serpente de Garanhuns já destila seu venenos pelos porões da República, sempre em busca de seus desvairados sonhos de poder perpétuo.
    Inda há tempo para depurarmos de vez esse país! -Acorda Brasil!

  8. Eu li
    terça-feira, 12 de junho de 2012 – 10:33 hs

    Esse DITADOR…

  9. Ernetso
    terça-feira, 12 de junho de 2012 – 12:24 hs

    Ué, mas tem eleição lá? Segundo a Veja, Globo, Estadão e Folha o Chaves é um ditador!

  10. CAÇADOR DE PETISTAS
    terça-feira, 12 de junho de 2012 – 21:49 hs

    Este DITADOR porco, irmão de LULA, ainda respira?
    vade retro Satanás.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*