Esperteza, quando muita, engole o dono | Fábio Campana

Esperteza, quando muita, engole o dono

Do Augusto Nunes:

Neste sábado, os leitores de VEJA foram confrontados com informações que renovam o prazo de validade da lição de Tancredo Neves: a esperteza, quando é muita, fica grande e come o dono. Provas documentais obtidas pela revista atestam que os arquitetos da CPI do Cachoeira, concebida para embaralhar o julgamento do mensalão, montaram uma lista de alvos prioritários que incluiu, entre outros, o ministro Gilmar Mendes, o procurador-geral Roberto Gurgel e jornalistas independentes. Ruins de mira, os artilheiros trapalhões acabaram acertando o próprio pé ou a testa de bandidos de estimação.

Depois da quebra do sigilo bancário e fiscal da Construtora Delta, o que deveria ser uma devassa restrita ao estado de Goiás escapou do controle dos parteiros malandros. A cachoeira de patifarias vai se mostrando suficientemente caudalosa para alcançar pecadores em qualquer ponto do país ─ e provocar estragos de bom tamanho no coração do poder. No mais cruel dos dias para quem tem culpa no cartório, o Brasil foi confrontado com mais evidências veementes de que o empreiteiro Fernando Cavendish utilizou empresas fantasmas, “laranjas” e notas frias para justificar a saída de dinheiro destinado a figurões incumbidos de ampliar a coleção de contratos multimilionários com o PAC, empresas estatais, ministérios e governos estaduais.

Cavendish valeu-se desses truques criminosos para alugar, por exemplo, os serviços de “consultoria” do mensaleiro José Dirceu, escalado para aumentar a fatia reservada à Delta entre os fornecedores da Petrobras e multiplicar os canteiros de obras públicas explorados pelo melhor amigo de Sérgio Cabral. Dirceu, uma usina de ideias de jerico, foi um dos mais vibrantes defensores da instauração da CPI. Não vai dormir por alguns dias. Talvez o console a certeza de que é só mais um na multidão de companheiros afetados pela epidemia de insônia.


21 comentários

  1. silvajr
    sábado, 2 de junho de 2012 – 20:03 hs

    Veja e Cachoeira unidos contra a CPI ‘inferem’ que Gilmar foi tiro no pé

    Se a calúnia ao presidente Lula perpetrada pela revista Veja na semana passada tivesse tido sucesso, o ministro do STF, Gilmar Mendes seria capa nesta semana e daria entrevista nas páginas amarelas.

    Mas foi tiro no pé, a “reporcagem” serviu para provocar polêmica e aborrecimentos ao presidente Lula, mas acabou queimando a imagem de Gilmar Mendes, e ainda reforçou os boatos relacionados a ele com a turma de Cachoeira, principalmente porque a revista manteve uma parceria editorial informal com o bicheiro e seus arapongas.

    Além disso queimou nomes da oposição, como Aécio Neves (PSDB-MG), que deixou cair a máscara de moderado, para revelar-se uma ardilosa serpente traiçoeira com veneno escorrendo pelo canto da boca. Ficou ao lado de Gilmar Mendes tentando faturar politicamente e escolheu se declarar inimigo público de Lula, ao apoiar uma ação sem-vergonha na justiça, assinada pelo PSDB, para cassar e aprisionar o presidente Lula, como a ditadura fez quando ele ainda era líder sindical.

    José Serra (PSDB-SP) também entrou em processo de combustão. Telefonou à Nelson Jobim, para envolvê-lo na arapuca da revista Veja contra Lula, o que acabou vindo ao conhecimento público. E acabou a semanda entrando no olho do furacão com o escândalo dos “60% para Serra” no Rodoanel, e das pressões de Paulo Preto sobre o Dnit para estourar o orçamento da obra.

    Com tanto estrago, a capa da Veja acertou em cheio: Um tiro no pé.

  2. silvajr
    sábado, 2 de junho de 2012 – 20:37 hs

    Parece que acertaram o Perillo, deu até no O Globo, imagina!

    O patrimônio milionário de Perillo

    Chico de Gois, O Globo

    Desde que assumiu o governo de Goiás pela primeira vez, em 1998, Marconi Perillo (PSDB) multiplicou por cinco seus bens declarados. De R$ 299,5 mil em 1998, saltou para R$ 1,503 milhão em 2010. Mas Marconi, que foi convocado para prestar depoimento na CPMI do caso Cachoeira, possui um patrimônio que vai além do que está escrito.

    Em pesquisas nos cartórios goianos, O GLOBO identificou pelo menos cinco imóveis que não constam das declarações entregues à Justiça Eleitoral. Um deles, adquirido em 7 de janeiro de 2008, é uma área de mais de um milhão de metros quadrados, que tem entre os compradores Marcelo Henrique Limiro Gonçalves, ex-sócio de Carlinhos Cachoeira na ICF, empresa que faz teste de medicamentos em Anápolis (GO).

  3. CAÇADOR DE PETISTAS
    sábado, 2 de junho de 2012 – 21:46 hs

    Por tudo isso, eu afirmo, O CÂNCER DO DITADOR LULA, NÃO ESTA NA LARINGE MAS IM NOA ALMA, NO ESPIRITO, NA MORAL E NA ÉTICA.
    O PT, É O CÂNCER DO BRASIL.

  4. Escritor
    sábado, 2 de junho de 2012 – 22:55 hs

    Ja vi gente tentando provar que os americanos nao pisaram na lua;
    Que o holocausto não existiu;
    Que Kennedy foi assassinado pelo Oswald;
    Que o Iraque tinha armas de destruição em massa;
    Que o Osama foi quem planejou o 11 de setembro;

    E aqui no Brasil muitos tentam provar que não exitiu o mensalão e Lula não estava envolvido!

    Pergunto: Qual a diferença entre todos esses lunáticos???
    Resposta: Fé cega não impórtanto a verdade dos fatos……….

  5. CAÇADOR DE PETISTAS
    domingo, 3 de junho de 2012 – 7:18 hs

    Não fosse a VEJA, (revista esta que os Petistas atribuem juntmente como parte da imprensa golpista), LULA e sua quadrilha, tomariam conta do Brasil. O tiro saiu pela culatra. O DITADOR LULA, pensava que com a CPI, ganharia ainda mais popularidade e consegiria adiar o julgamento do MENSALÃO DO PT mas, não deu certo e a casa do malaco começa desmontar. O MENSALÃO DO PT, foi o maior crime cometido na política nacional até hoje vista e, fora cometida pela gangue do partido que veio pregando moralidade e até agora so pregou imoralidade. Obrigado VEJA, obrigado imprensa pela contribuição para com a manutenção da DEMOCRACIA, esta que LULA detesta.

    CADEIA.

  6. NEA
    domingo, 3 de junho de 2012 – 8:04 hs

    A Veja não têm nenhuma credibilidade, só acredita nesta revista quem gosta de ser enganado ou não têm consciência que é golpe.

  7. Josué
    domingo, 3 de junho de 2012 – 9:55 hs

    Finalmente o “jornalismo lixo” de Augusto Nunes chegou neste blog, falta ainda o Reinaldo e o Merval, é o fim da picada…

  8. MIRANTE
    domingo, 3 de junho de 2012 – 10:41 hs

    Este governo nojento do PT atira para todos os lados. Uma hora
    vai levar um tiro na própria cabeça…

  9. sergio silvestre
    domingo, 3 de junho de 2012 – 11:24 hs

    Tem gente que é esperto e tem sorte.
    Um destes personagens é o tancredo neves,que morreu num dia histórico antes de pegar a bomba que era o brasil na época e pa
    ssar para história como um incompetente presidente que afundara o pais.
    Com isso é cultuada sua mémoria mesmo sem nunca ter movido uma palha para ajudar o pais.
    O sobrinho que surfou por anos e ainda surfa no legado do tancredo
    é um bigato politico,vazio,inoperante.
    Foi governador de minas com a mesma sorte do avo,um estado de terra arrazada,em que o pouco que foi feito,foi muito para o povo mineiro se bandear para ele.
    No caso dos paulista e goianos,estes tucanos de plumagem mais densa,foi o que mais fizeram maracutaias.
    Paulo preto,filha do serra e afins,dantas,são verdadeiros balaios de corrupção.
    O pais viveu os oito anos dos tucanos parado,e se individando,a
    carga tributária nas alturas e obra do governo fhc.
    Não foi feito estradas,mal acabaram usins de primavera para por[
    o nome do não menos corrupto sergio mota,pais sem credito e dolar quase a quatro reais.
    Ai vem o colega acima ,o cagador petista,pois o cara só fala em doença,deve ser mórbido este ser .

  10. VERDADE
    domingo, 3 de junho de 2012 – 12:11 hs

    A Revista Veja? Piada né? Não era aquela que colocava os assuntos que o Cachoeira queria e da forma com que ele queria? Grande credibilidade…

  11. Josué
    domingo, 3 de junho de 2012 – 13:23 hs

    Vcs notaram que os ditos comentários esquerdistas tentam dialogar, enquanto eu os da direita( veja o tipo deste tal caçador= lunático) só pensam em prender, matar, torturar!!! É… existe uma grande diferença entre direita e esquerda neste País!!! Cara, tem muita gente da direita que vai morrer de infanto, que gente estressada!! Torcem contra o Brasil!!!

  12. Silva Jr
    domingo, 3 de junho de 2012 – 14:13 hs

    Não é a toa que os assessores do Serra são jornalistas da VEJA, essa revista é um panfleto da face mais obscura e atrasada do PSDB.
    Lembrando que a coluna do Radar (Lauro Jardim) era oferecida ao Cachoeira.

  13. Deutsch
    domingo, 3 de junho de 2012 – 14:31 hs

    Enquanto o Josué fala de jornalismo lixo, nós temos que conviver com este governo lixo que é do pt.

  14. Peter Bad Hazar Thess
    domingo, 3 de junho de 2012 – 15:11 hs

    Para Néa Cesconetto, Veja não tem credibilidade. Tanto que nem a lê.
    Carta Capital, sim. Também não a lê, apenas endossa os comentários de quem lê.
    Eita vesguice, minha Senhora da Luz Apagada dos Pinheirais Que Já Não Existem Mais.

  15. Flávius
    domingo, 3 de junho de 2012 – 15:22 hs

    Qual o tamanho da credibilidade de Veja?

  16. Filet Mignon
    domingo, 3 de junho de 2012 – 15:23 hs

    Olá Mirante… Hora mais hora pode acontecer sim “um acidente” e seu prognóstico venha a acontecer, o que será bom para a saúde do Brasil!

  17. marcelo
    domingo, 3 de junho de 2012 – 16:33 hs

    Escritor
    A prova não cabe a quem é acusado e sim a quem acusa!
    Para você ter uma ideia, a quem ainda está no estágio 1 da Ditadura Militar, lunático que dorme com a luz acesa, com medo dos comunistas que comem as “criançinhas”!
    QUEM TÊM FÉ, É NO ABSTRATO
    NO CONCRETO, NÃO É FÉ

  18. Pedro Rocha
    segunda-feira, 4 de junho de 2012 – 10:49 hs

    Quem diria. O Brasil está nas mãos de um governo tão forte, tão estruturado, tão competente, tão cioso de suas responsabilidades e prerrogativas, intocável em seus princípios democráticos e institucionais, que seus dirigentes e seus sicários temem, e juram de morte, uma singela publicação semanal, de variedades, de cento e poucas páginas, em alguns milhares de exemplares, que não alcançam mais que 0,001% da população brasileira, cujo conteúdo retrata apenas algumas, em uma ou outra edição, das inúmeras canalhices perpetradas pela quadrilha oficial!
    Esse petgê é do c… da cobra!

  19. salete cesconeto de arruda
    segunda-feira, 4 de junho de 2012 – 14:27 hs

    QUEM PAGOU A CAPA DE DOMINGO DA VEJA QUE VIROU ESPIA DO CACHOEIRA….

  20. Sandra
    segunda-feira, 4 de junho de 2012 – 14:29 hs

    ” A IMPRENSA É IRMÃO SIAMÊS DA JUSTIÇA” , por MINISTRA ELIANA CALMON, fazendo coro com o SFT.

    OS NÃO DEMOCRÁTICOS ODEIAM A IMPRENSA,
    basta ver os comentários dos comunolulistas para entender as críticas à VEJA.

  21. Falando sério
    segunda-feira, 4 de junho de 2012 – 14:35 hs

    É só a economia afundar e o PT já era.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*