Em 2 tempos, Fruet e os aloprados do PT | Fábio Campana

Em 2 tempos, Fruet e os aloprados do PT

O que estaria pensando agora Gustavo Fruet (PDT/PT/PV) ao ler a notícia sobre a abertura de ação penal para investigar petistas envolvidos no escândalo dos alopadrados. Em junho de 2010, em pronunciamento na Câmara dos Deputados, pensava assim: “Mais uma vez, pessoas ligadas ao governo, ao comando da campanha da candidata oficial do governo, a ex-ministra Dilma Rousseff, cometem mais um ato, que procuram chamar de aloprado, mas que, na verdade, é uma mistura do uso da força e de dados sigilosos para chantagear, intimidar ou produzir dossiês contra adversários. Isso já ocorreu na campanha de 2002. Já houve dossiê contra D. Ruth Cardoso, esposa do ex-Presidente da República”.

Veja no Leia Mais o pronunciamento do então deputado Gustavo Fruet.

Data: 02/06/2010

O senhor Gustavo Fruet (PSDB-PR. como líder. Sem revisão do orador.) – Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, há um velho ditado que diz que quando a esperteza é muito grande, ela vira bicho e come o esperto.
Mais uma vez, pessoas ligadas ao Governo, ao comando da campanha da candidata oficial do Governo, a ex-Ministra Dilma Rousseff, cometem mais um ato, que procuram chamar de aloprado, mas que, na verdade, é uma mistura do uso da força e de dados sigilosos para chantagear, intimidar ou produzir dossiês contra adversários. Isso já ocorreu na campanha de 2002. Já houve dossiê contra D. Ruth Cardoso, esposa do ex-Presidente da República.
Novamente, o candidato e ex-Governador de São Paulo José Serra é alvo de mais uma denúncia de uma nova equipe de pessoas ligadas ao comando de campanha que foram denunciadas em várias matérias publicadas no último final de semana, a começar pela revista Veja, como responsáveis pela elaboração de dossiês.
Hoje o Presidente Nacional do PSDB, Sérgio Guerra, cobra explicações diretamente da ex-Ministra Chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Da mesma forma, o ex-Governador de São Paulo responsabiliza diretamente a ex-Ministra Dilma pelo dossiê e diz que o PT tem longa tradição no assunto.
Esse não é um tema distante da população. Para se entender o que isso significa, da mesma forma que é possível elaborar um dossiê contra um candidato à Presidência da República, é possível, com esse tipo de método, quebrar dados sigilosos de pessoas inocentes.
Relembremos o caso do Francenildo Costa, um caseiro que fez denúncias envolvendo pessoas ligadas à República e que, de forma muito ágil, teve os dados bancários da sua conta na Caixa Econômica Federal, num prazo muito curto, sem ordem judicial, revelados à sociedade brasileira. É preciso estar atento a isso. Não pode ser relevado. É muito grave quando se procura diminuir e tratar as pessoas como se fossem alopradas.
Eis a matéria:
“(…) Reportagem publicada hoje pela Folha afirma que o comando da pré-campanha de Dilma vive uma guerra de versões desde o sábado por conta de suspeitas levantadas sobre as atividades de um “grupo de inteligência” que teria sido montado pelo jornalista e consultor Luiz Lanzetta.
Dono da empresa Lanza Comunicação, contratada pelo PT, o jornalista de Minas é responsável pela área de imprensa da campanha de Dilma e teria se desentendido com parte do PT-SP que tem assento na coordenação da pré-campanha petista.
Em reportagem divulgada no fim de semana, a revista Veja informou que Lanzetta manteve contatos com um delegado aposentado da Polícia Federal e outros investigadores para contratar seus serviços – o contrato não chegou a ser fechado.
Lanzetta suspeitava que informações negativas para a pré-campanha vazaram do comando petista, em Brasília, e queria saber a origem.
A iniciativa de Lanzetta, contudo, levantou a suspeita sobre produção de “dossiês” para serem usados contra o tucano José Serra.
Lanzetta atribuiu a origem das suspeitas a setores do PT que estariam interessados em espaço na pré-campanha – supostamente um grupo ligado ao deputado Rui Falcão (SP) e a Valdemir Garreta, ex-secretários de Marta Suplicy na Prefeitura de São Paulo.
Falcão é o coordenador da comunicação da pré-campanha. Garreta tem empresa que, em São Paulo, presta pequenos serviços ao PT.
Lanzetta é amigo de Fernando Pimentel (PT), ex-prefeito de Belo Horizonte e um dos coordenadores nacionais da campanha de Dilma.
Falcão e Garreta” – segundo a matéria – “negaram desentendimentos com Pimentel ou Lanzetta e pretensão por mais espaço. A Folha apurou que Lanzetta disse a interlocutores que foi orientado a se afastar da campanha. Ele viajou para São Paulo, mas o contrato com o PT foi mantido”. (…)
O fato é que novamente há uma denúncia de formação e produção de dossiês contra adversários do Governo. Aquele primeiro caso dos aloprados, que também envolveu a campanha de José Serra, até hoje não foi esclarecido, nem o inquérito da Polícia Federal foi concluído. Isso é uma demonstração de impunidade e de que é possível avançar certos sinais, de que é possível, às vezes, andar no limite da lei ou até cometer atitudes ilegais, porque não há uma resposta rigorosa por parte de quem tem o dever do sigilo, que são os órgãos de governo, e por parte de quem tem o poder de polícia para investigar o porquê desse tipo de prática na hist ria recente do Brasil.
Participamos da CPI das Escutas Telefônicas. Ali se constatou, Sr. Presidente, a fragilidade e a possibilidade de existir dentro do Estado uma estrutura para monitorar pessoas aliadas ou adversárias do Governo. Mostramos que até o gabinete do Chefe de Gabinete da Presidência da República foi alvo de monitoramento telefônico, o que revela o desvirtuamento, em alguns momentos, dessa estrutura de investigação com o processo de arapongagem.
Nos Estados Unidos, isso levou a um pedido de renúncia do Presidente da República, o caso Watergate.
Diante de seguidas práticas como essa, parece que esse tipo de prática vai ganhando ares de normalidade no Brasil. Isso é muito grave e é um sinal de que o Governo precisa ter muito critério e o comando da campanha da candidata oficial precisa se explicar para o Brasil por que, às margens e sob o guarda-chuva de uma campanha presidencial, um grupo se digladia, tendo como alvo os advers rios da campanha presidencial.
É o registro, Presidente.
Obrigado.


7 comentários

  1. Filet Mignon
    quinta-feira, 21 de junho de 2012 – 22:40 hs

    Vá em frente Gustavo! Você é o único político do Paraná que nunca poderá ser julgado por estar andando com quem estás!
    O Beto está grudado no Romanelli…. O Super Lula, o Cara, está de braços dados com Maluff…
    Queremos vê-lo Prefeito de Curitiba e mostrar sua grande capacidade e competência no zêlo com a coisa pública!

  2. Don Pixote
    sexta-feira, 22 de junho de 2012 – 9:58 hs

    SE FPR MACHÃO O GUSTAVO REPETE O PRONUNCIAMENTO QUE ELE FEZ QUANDO ERA INIMIGO DESSES PETISTAS MALUCOS, ALOPRADOS, CRIMINOSOS FORA DA CADEIA.

    GUSTAVO VAI FICAR CALADO ? QUEM CALA CONSENTE E FICA IGUAL.

  3. Paulinho das Araucárias
    sexta-feira, 22 de junho de 2012 – 10:43 hs

    Belo discursso. Agora cedeu às tentações do poder e anda de mãos dadas com os abutres. Quanta coerência…. Tudo pelo poder…

  4. Napo
    sexta-feira, 22 de junho de 2012 – 11:36 hs

    O maior erro político do Fruet , foi se aliar ao PT. Perdeu a credibilidade e muitos votos.

  5. Deniz
    sexta-feira, 22 de junho de 2012 – 16:57 hs

    QUANTA HUMILHAÇÃO HEIN FRUET, QUEM DIRIA QUE UM DIA NÓS PARANANESES PUDESSEMOS ASSISTIR UMA CENA TÃO RIDÍCULA, VOCÊ ABRAÇADO AOS COMUNISTAS.

    PERDEU MEU VOTO E A VERGONHA NA CARA.

  6. Mírian Waleska
    sexta-feira, 22 de junho de 2012 – 16:58 hs

    Filet Mignon

    Voce entregaria Curitiba para esse calças curtas, sem postura administrar?
    Houve um tempo em que a palavra de um homem significava a sua honra… honra, o que é isso para esses safados?
    Ainda vou ler aqui mesmo nesse blog, o Fruet dizendo que o Lula é o cara, nesse dia se romperá a linha tênue de esperança que ainda tenho no ser humano.

    a maior bobagem que voce já disse em toda a sua vida, está contida nas duas últimas linhas do seu comentário.

  7. Deniz
    sábado, 23 de junho de 2012 – 15:01 hs

    Ademais, um candidato que faz aliança com bandidos conhecidos, não merece meu voto, merece o seu?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*