Controladoria-Geral proíbe Delta de fechar contratos com órgãos públicos | Fábio Campana

Controladoria-Geral proíbe Delta de fechar contratos com órgãos públicos

Do Correio Braziliense:

O ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, declarou nesta terça-feira (12/6) a empresa Delta Construções inapta para contratar com a administração pública. A decisão é baseada na conclusão de um processo aberto para apurar responsabilidades da Delta em irregularidades na execução de contratos para obras rodoviárias do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). A denúncia surgiu após investigações da Operação Mão Dupla, realizada pela Polícia Federal, CGU e Ministério Público, em 2010.

O relatório final do processo conclui que a Delta violou o princípio da moralidade ao oferecer propina a servidores do DNIT no Ceará. Nos documentos do processo, há provas de que a empresa pagou valores e bens a servidores responsáveis pela fiscalização de contratos. Os servidores envolvidos estão respondendo a processos administrativos.

Em sua defesa, a empresa tentou justificar os pagamentos dos benefícios, alegando que eles custeariam a fiscalização dos contratos, mas as evidências são flagrantes e mostram gravações de diálogos que deixam claro que os benefícios eram para fins pessoais.

A declaração de inidoneidade impede que a Delta participe de novas licitações ou seja contratada pela administração pública.


Um comentário

  1. Deutsch
    quarta-feira, 13 de junho de 2012 – 19:43 hs

    PUTZ, A PETEZADA PERDEU UMA BOQUINHA. DESSA AÍ NÃO VÃO MAIS PODER TIRAR A “MENSALIDADE”

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*