A cultura e a prática | Fábio Campana

A cultura e a prática

Do Lauro Jardim:

Ontem, ao receber o relatório do TCU sobre as contas do primeiro ano do governo Dilma Rousseff, José Sarney tentou agradar o presidente do Tribunal de Contas, Benjamin Zymler.

Disse que o parlamento nasceu mais para controlar gastos de reis que para fazer leis, e que faria um esforço para apreciar as contas de Dilma.

Sarney só não disse se pretende colocar as contas de Dilma em votação antes ou depois de apreciar o estoque que está na gaveta numa gaveta do Congresso: uma conta da época de FHC e todas do governo Lula.


Um comentário

  1. CAÇADOR DE PETISTAS
    quarta-feira, 20 de junho de 2012 – 13:19 hs

    Comentar o que sobre este esgoto, esta podridão que assola o Brasil há 09 anos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*