Vaccarezza é flagrado tentando blindar Sérgio Cabral em CPI; veja | Fábio Campana

Vaccarezza é flagrado tentando blindar Sérgio Cabral em CPI; veja

Da Folha de São Paulo:

O deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP) foi flagrado nesta quinta-feira, durante sessão da CPI do Cachoeira, garantindo blindagem do PT ao governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), que corria risco de ser convocado a depor na comissão.

As imagens da troca de mensagens de celular entre Vaccarezza, um dos principais articuladores da base governista na CPI, e Cabral foram registradas por um cinegrafista e exibidas na edição desta quinta-feira do jornal “SBT Brasil”.

“A relação com o PMDB vai azedar na CPI. Mas não se preocupe, você é nosso e nós somos teu [sic]”, escreveu Vaccarezza a Cabral.

Vaccarezza não foi localizado pela Folha para comentar o caso. Procurada, a assessoria do governo do Rio não se manifestou até a publicação desta notícia.

A convocação do governador fluminense era defendida por parte dos parlamentares integrantes da CPI. O governador é amigo de Fernando Cavendish, presidente licenciado do Conselho de Administração da Delta Construções, empreiteira pivô do caso Carlinhos Cachoeira.

Fotos e vídeos divulgados nas últimas semanas pelo deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) em seu blog mostram Cabral e Cavendish juntos em Paris, em momentos de descontração em um restaurante de luxo.

Desde o início da gestão de Sérgio Cabral, em 2007, a Delta firmou contratos de mais de R$ 1,4 bilhão com o governo fluminense, a maior parte sem licitação.

Em pronunciamento durante a sessão da CPI, na manhã desta quinta-feira, Vaccarezza chegou a dizer que eventuais superfaturamentos não são exclusividade da Delta e defendeu a restrição do alcance das investigações.

“Se tiver superfaturamento em uma obra ou outra, não é competência dessa CPI investigar. É de outra. Como tem [superfaturamento] de outras empreiteiras”, disse.

Um requerimento pedindo a convocação de Cabral foi redigido, mas, depois de acordo entre a base governista e a oposição, não chegou a ser votado.

O acordo resultou, também, na desistência de convocação dos governadores de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT).

Também ficou de fora da CPI, ao menos por ora, a atuação nacional da Delta, que poderia atingir Cavendish. A investigação sobre a empreiteira ficará restrita ao Centro-Oeste.


21 comentários

  1. LULLA MENSALEIRO
    quinta-feira, 17 de maio de 2012 – 22:42 hs

    Devia ser esquartejado em praça pública!

  2. quinta-feira, 17 de maio de 2012 – 22:58 hs

    O tráfico de influência é o câncer da política no Brasil. Existe em todas as instâncias e modalidades do Poder Público. O que fazer para mudar? Criar o consenso da “coisa errada” que é essa prática, com o auxílio da imprensa, da internet, das mensagens inoportunas no celular…

  3. quinta-feira, 17 de maio de 2012 – 23:51 hs

    o PT funciona é assim, sem novidades.

    PT É SUJO, e elles sabem disso, por isso atacam os outros

  4. J.Veríssimo
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 2:39 hs

    A VERDADEIRA FACE DOS PETRALHAS: Deputado paga Doméstica com verba da câmara.

    Crítico ferrenho da família Sarney e atual presidente da Comissão de Direitos Humanos, o deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) é acusado de pagar uma empregada doméstica com dinheiro da Câmara. Regiane Abreu dos Anjos foi contratada em setembro de 2010, mas só descobriu que era funcionária fantasma do gabinete três meses depois, quando, demitida, procurou a 5ª Vara do Trabalho. Dutra alega ser vitima de adversários e disse que processa Regiane por “calúnia”.

    Fonte: Cláudio Humberto

  5. VISIONÁRIO
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 6:07 hs

    Este deputado deveria se chamar VACA REZA.

  6. Aparecido
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 8:49 hs

    Isto é uma vergonha!!!!!!!

  7. Nair
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 8:56 hs

    Só podia ser do PT.

  8. Geraldo Martins
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 9:20 hs

    NOJENTO… FARINHA DO MESMO SACO.

  9. Pedro Rocha
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 9:40 hs

    Cadê o esquadrão petista, pago muito provavelmente com
    dinheiro público, pra defender o safado?
    Esse é o jeitão petista de lidar com roubos e assaltos aos cofres públicos!
    Devia estar tudo na cadeia há muito tempo!

  10. samu
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 11:24 hs

    Mais um PeTralha fazendo sujeira !!!!

  11. Zé do PTB
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 12:12 hs

    Pessoal, o referido deputado pode ter ferido o decoro parlamentar, pode ter cometido uma ilicitude,mas o que o cinegrafista fez fere o principio da privacidade. Mesmo que o ato dele servisse de prova contra o governador do Rio de Janeiro, seria derrubado pela defesa. Qualquer prova colhida de forma ilícita não pode ser usada. E, esse parlamentar poderá pedir indenização por invasão de privacidade. Estou errado? Leia todo o artigo quinto da Constituição, que irá te arremeter para o Código de Processo Civil e Código Penal.

  12. PARANÁ
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 13:15 hs

    COISAS DO PT.

  13. Marques
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 14:10 hs

    Deveria ser enquadrado no código de ética para perder o mandato. Entretanto, não se iludam, todos agem da mesma maneira, tanto a situação quanto a oposição. os tucanos estão defendendo com unhas e dentes o governador de Goias, que conversou 237 vezes com Carlinhos Cachoeira e está muito mais encrencado que Sérgio Cabra.

  14. NEA
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 14:14 hs

    Dos 4 governadores citados nas escutas da Polícia Federal 3 são do PSDB.

  15. marcelo
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 14:26 hs

    Pedro Rocha
    Concordo com você (em parte), pois os tucanos fazem a mesma coisa. Infelizmente, ninguém quer apurar nada, o governador de Goias do PSDB, também não será convocado. Todos os congressistas estão apenas encenando e os idiotas acreditam, é tudo farinha do mesmo saco, inclusive Vaccarezza.

  16. Padre Aneico
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 15:05 hs

    Como diria o meu querido amigo e filosofo Cecilio Almeida “” Mais um aprendiz de gangster”

  17. jose
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 17:37 hs

    Silvajr, cadê vc????

  18. Helena
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 22:03 hs

    Então Zé PTB, o Demóstenes não poderá ser punido, pois, foi da mesma maneira investigado, sem permissão das gravações, foi também de forma ilícita. Agora, porque esse privilégio? deveria acabar com tantas benesses criminosas, e é por aí que se escapam sempre…

  19. sergio silvestre
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 23:20 hs

    José,estas tendo um xilique androgeno.?
    Que negocio é esse de clamar pelo silva jr

  20. Zé do PTB
    sexta-feira, 18 de maio de 2012 – 23:37 hs

    Helena, a senhora deve ter acompanhado pela imprensa o que alega a defesa do Demóstenes Torres. Como senador, cabe ao STF autorizar escutas telefônicas contra senadores. Diferente de mim e da senhora que somos seres comuns (graças a Deus). A defesa alega com base nas leis do nosso país, que houve erro de jurisprudência. Olha, eu também acho isso tudo um absurdo, mas é lei, tem que ser seguido.
    Eu entendo sua indignação, mas esse pessoal tem dinheiro pra contratar os melhores escritórios de advocacia,como bons juristas como o Marcio Thomas Bastos, conhecedores da Constituição, Código Penal, Código de Processo Penal, Código Civil e Código de Processo Civil, eles conseguem absolver os acusados. Precisamos sim de novas e menos leis.

  21. Pedro Rocha
    sábado, 19 de maio de 2012 – 20:02 hs

    Marcelo, pelo que li há semanas atrás, antes da abertura da CPI, o Perillo autorizou seu advogado a colocar seu nome no rol dos depoentes! Inclusive o Álvaro Dias já se manifestou sobre isso também.
    Porém eu tenho comigo, se boa coisa fosse, não tava na boca do povo! Essa corja inteira, deve muitas explicvações à nação brasileira.
    Infelizmente nenhum político hoje, merece minha confiança irrestrita!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*