Um contra todos. Todos contra um. | Fábio Campana

Um contra todos. Todos contra um.

A maioria dos operadores e importadores de fertilizantes que utilizam o Porto de Paranaguá pensam da mesma forma, isto é, na mesma linha de trabalho. Apenas um é contra e acha que está certo. Por que todos os demais a seu ver estão errados?

A principal divergência gira em torno do critério de cálculo da produção (descarga) diária do produto.

Como cada produto tem um volume diferente do outro (uns com mais volume outros com menos volume) – simplificando: o volume de 1 Kg de ferro para 1 Kg de algodão – a maioria quer que a produção seja transformada em metros cúbicos e, um apenas, “uma rocha” no caminho dos demais, acostumado com “tudo de bom” não aceita os ajustes sugeridos e tem-se utilizado de alta artilharia política para defender os seus interesses, contra a justificada reivindicação dos demais.

Os ajustes pleiteados pela maioria não atrapalham o caminho de ninguém, mas se não atingidos, criarão dificuldades para todos os demais.


2 comentários

  1. PK
    quinta-feira, 24 de maio de 2012 – 8:35 hs

    PÃO DE CADA DIA: ASSEMELHA-SE OS OBSTACULOS CORRIGIDOS DA ALTURA E DA PRODUÇÃO DE CADA PONTEIRO; POR PEQUENO QUE SEJA O TAMANHO DO MONTE DO PROBLEMA QUALQUER QUE SEJA A SOLUÇÃO INCOMODARÁ TODOS OS DEMAIS.
    FICA MAIS FACIL PASSAR POR CIMA DE UM MONTE COM 30 METROS CUBICOS DE FERRO OU POR CIMA DO QUADRADO DE 30 METROS CUBICOS DE ALGODÃO?
    O FERRO EM BARRA OU EM PÓ, SEJA ELE QUAL FOR SUA CONCETRAÇÃO NÃO ENFERRUJA OS CALCULOS.
    NA FOFURA DO ALGODÃO JAMAIS CONSEGUIRÁ TRANSPOR ESSE OBSTACULO A NÃO SE ELE PRENSADO E ACUMULADO DEVIDADAMENTE.
    ESPREMA SEUS CALCULOS! EM VIAJE; UM CAVALO CARREGADO DE ESPUMAS, E UM ASNO CARREGADO DE AÇUCAR, TODOS OS DOIS DEVERÃO TRANSPOR UM RIO POR DENTRO DA AGUÁ; QUAL DOS DOIS CHEGARÁ AO SEU DESTINO COM A CARGA QUE LEVA?
    QUAL O CUIDADO QUE DEVERÃO TER SEUS CONDUTORES?

  2. Bagrinho
    quinta-feira, 24 de maio de 2012 – 10:13 hs

    Éra uma “rocha” no governo passado. Agora é um Rocha qualquer.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*