Senado aprova fim de 14º e 15º salários dos parlamentares | Fábio Campana

Senado aprova fim de
14º e 15º salários dos parlamentares

O texto é de Gleisi Hoffmann, que apresentou o projeto antes de assumir a Casa Civil.

Da Folha de S. Paulo:

O Senado aprovou hoje o fim dos 14º e 15º salários pagos aos parlamentares. Os dois salários são considerados uma espécie de ajuda de custo aos congressistas, pagos todo início e fim de ano. Para entrar em vigor, o projeto ainda precisa ser aprovado pela Câmara.

O projeto mantém o pagamento dos salários extras apenas no início e no final do mandato de cada deputado e senador. A justificativa do texto é que o dinheiro serve como ajuda para os custos com a mudança do parlamentar para Brasília e o seu retorno ao Estado de origem.

Na época em que o benefício foi criado, na década de 1940, os salários extras serviam como ajuda para os parlamentares retornarem aos seus Estados anualmente. No modelo atual, em que há verba de passagem aérea para que voltem toda semana, o pagamento se transformou em vantagem criticada por vários parlamentares.

“O procedimento naquela época se justificava porque os parlamentares se mudavam para o Rio com suas famílias. Hoje, voltamos todas as semanas para os Estados”, disse o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), relator do projeto.

O senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) defendeu a extinção do benefício ao afirmar que os salários se transformaram em “distorção”. “Não faz sentido termos esse benefício se distanciando da realidade dos brasileiros.”

Além do salário mensal de R$ 26,7 mil, cada senador recebe mensalmente R$ 15 mil em verba indenizatória para despesas em seus Estados de origem, combustíveis e divulgação do mandato, entre outras finalidades. Também recebem cota de passagens aéreas para deslocamentos aos Estados e as despesas com telefone e Correios pagas pelo Senado.

O texto é de autoria da ministra e senadora licenciada Gleisi Hoffmann (Casa Civil), que apresentou o projeto antes de assumir o cargo no Palácio do Planalto. Pagamento semelhante é feito aos funcionários públicos que são obrigados a mudar de cidade.


8 comentários

  1. Fatima Souza
    quinta-feira, 10 de maio de 2012 – 11:42 hs

    Até que enfim, algo digno.

  2. carlao
    quinta-feira, 10 de maio de 2012 – 12:37 hs

    OBRA DA DONA GLEISI, O BETO ANESTIA OS SONEGADORES DE IMPOSTOS.

  3. pk
    quinta-feira, 10 de maio de 2012 – 13:11 hs

    PINGOS NOS IIIIIIIIIIIIIIIIIIIISSSSSSS. COM TANTA PARAFERNALHA ELETRONICA PARA SE COMINICAR SEM SAIR DE CASA OU DO LUGAR ONDE ESTA, PODE-SE AINDA COM A BURRRROCRACIA QUE EXISTE PARA ARANCAR DO CONTRIBUINTE AS MIGALIAS, MAS QUE AINDA FAZ A DIFERENÇA.
    QUEM DERA QUE FOSSE SÓ ISSO!!! O QUE JA INVENTARAM DE OUTRAS AJUDAS DE CUSTO QUE TEM PARLAMENTAR QUE VAI PARAR NA MALHA FINA POIS RECEBEU E TINHA ESQUECIDO DO TROCO A SER DECLARADO.
    POIS NÃO É MAIS QUE SUFICIENTE A CADA PARLAMENTAR QUE APAREÇA A SUA BASE UMA VEZ POR MES É O SUFICIENTE O PAIS ECONOMISARIA E MUITO EM TUDO COM ISSO!
    AGORA VEM AI OS DE 32 MIL POR MES! SERÁ QUE VAI SER SUFICIENTE???

  4. Divanir
    quinta-feira, 10 de maio de 2012 – 14:47 hs

    Com certeza não vai passar na câmara, isto é só para enrolar o povão.

  5. Eleitora
    quinta-feira, 10 de maio de 2012 – 16:33 hs

    PARABÉNS!!!
    ATÉ QUE ENFIM UMA COISA DIGNA!!!!
    APLAUSOS!!!!

  6. Joao Carlos
    quinta-feira, 10 de maio de 2012 – 19:09 hs

    SO PODIA SER PROJETO DA FUTURA GOVERNADORA DO PARANA GLEISI HOFFMANN

  7. LEONARDO.
    quinta-feira, 10 de maio de 2012 – 19:46 hs

    faco ideia quanta grana desviada….milhoes…digo milhoes..coitado do povo

  8. quinta-feira, 10 de maio de 2012 – 22:31 hs

    ATÉ QUE ENFIM OS DISTINTOS DEPUTADOS TIVERAM VERGONHA NA CARA, E FIZERAM O QUE O CONSENSO DIZ PARA SER FEITO.
    ABRAÇOS

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*