Francischini e Rosinha batem-boca na CPI | Fábio Campana

Francischini e Rosinha batem-boca na CPI

Saiu o primeiro arranca-rabo na CPI do Cachoeira e foi protagonizado pelos nobres deputados paranaenses. Fernando Francichini e Dr. Rosinha quase saíram no tapa. Segundo relatos, Rosinha se ofendeu com comentário de Francischini:

“Quando fala do governador Marconi Perillo, ele é tigrão, mas quando ele fala do governador Agnelo Queiroz ou da Delta nacional, ele é tchutchuca.”


9 comentários

  1. marcelo
    quinta-feira, 24 de maio de 2012 – 13:46 hs

    Quando quem têm o papel de investigar, chama o suposto corrupto do seu partido Marconi Perillo de “tigrão”(obs: Marconi Perillo do PSDB, teve 237 conversas gravadas com Cachoeira pela Policia Federal na operação Monte Carlo) e, o suposto corrupto do outro partido de “tchuthuca” no fundo não quer investigar nada, é tudo teatro, para enganar a população!
    Essa CPI é uma grande peça de teatro, ninguém quer investigar nada, é tudo faz de conta.

  2. Helena
    quinta-feira, 24 de maio de 2012 – 13:50 hs

    Quem viu as perguntas do relator da CPI aos depoentes do caso Cachoeira percebeu claramente que a comentário do Dep. Francischini quanto as indagações do relator, foi bem apropriada. Está evidente que a CPI está sendo tendenciosa e parcial. O parlamentar paulista Sampaio de S. Paulo, hoje de manhã na CPMI, contestou as perguntas do relator, dizendo que a eram direcionadas, e que estavam investigando partidos políticos do PSDB e não todos os fatos acontecidos na operação investigada.
    Parabéns Dep. Francischini! não vamos afinar para a quadrilha nacional organizada…

  3. Ernetso
    quinta-feira, 24 de maio de 2012 – 14:59 hs

    Olha o papel do Francischini, o cara é esperto, há que reconhecer. Está tentando confundir o público para livrar a cara dos dois principais envolvidos no esquema de Carlinhos Cachoeira: a revista Veja e o governador Marconi Perillo.

  4. Ernetso
    quinta-feira, 24 de maio de 2012 – 14:59 hs

    Quer ser sério?

    Se quer igualar Agnelo e Cabral a Perillo apesar de só haver uma ou duas menções inconclusivas contra o primeiro nas escutas da Polícia Federal e de não haver uma mísera menção a Cabral, por que o ex-governador José Serra e o prefeito Gilberto Kassab estão de fora do rol de convocações de aliados do governo federal que a mídia e a oposição exigem?

    Vamos refrescar algumas memórias. A CPI do Cachoeira já teve acesso a conversas telefônicas gravadas com autorização judicial entre junho do ano passado e janeiro deste ano. As escutas mostram que a construtora Delta foi favorecida por José Serra durante seu mandato de governador e pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

    Por exemplo: em janeiro último, Carlinhos Cachoeira telefona para o diretor da Delta Cláudio Abreu e pergunta se ele teria conversado com o então dono da empreiteira, Fernando Cavendish, sobre “O negócio do Kassab”. Em seguida, diz que o prefeito de São Paulo “triplicou o contrato”. Esse fato é de amplo conhecimento dos membros da CPI e do Ministério Público de São Paulo.

  5. NEA
    quinta-feira, 24 de maio de 2012 – 18:31 hs

    Não vai demorar para algum engraçadinho misturar cachoeira com mensalão!
    O mensalão começou em Minas Gerais no governo do PSDB ( com Azeredo ). Marcos Valério começou sua carreira de contravenções de mão dadas com o governo tucano.

  6. Helena
    quinta-feira, 24 de maio de 2012 – 20:08 hs

    Pois é, caros comentaristas, segundo alguns comentarios deste blog o PSDB iniciou mensalão. O PT a vida toda, pregou a justiça, transparência, criticou os juros financeiros e altos tributos, prometeu que iria corrigir as injustiças com os aposentados da iniciativa privada,a corrupção, segurança e saúde pública etc, enfim prometeram o céu e a terra e nos deu o inferno, no ENTANTO, até o momento tudo não passou de falsas e enganosas promessas, pelo contrário toda a desgraça aumentou em escala geométrica. Na realidade só enganam o povo, com mentiras e mais mentiras e ainda admitem nehum de seus erros, só faltam canonizar Lula, Judas também foi disciplo de Jesus.
    MENTIRAM ATÉ PEGAR O PODER !!!!!!!!!!!!!!

  7. Marques
    quinta-feira, 24 de maio de 2012 – 20:46 hs

    Helena
    Falta de decoro e educação, truculência, valentia viraram ações dignas de PARABÉNS?

  8. sexta-feira, 25 de maio de 2012 – 14:12 hs

    Cuidado Rosinha, senão o Polícia te prende, te algema, tira foto, escreve livro e te põe na capa.

  9. Helena
    sexta-feira, 25 de maio de 2012 – 21:53 hs

    A violência maior é fazer o povo brasieliro de idiotas, uma CPMI direcionada apenas de interesse para demoralizar um único partido e blindar o partido da mentira, a maioria mente discaradamente a todos nós, eu já acordei, acorde você também. O Dep. agiu assim porque já está acostumado prender traficantes internacional e outros bandidos mais, mas não dentro do Congresso Nacional… mas ninguém foi agredido,
    apenas disse a verdade, e a VERDADE DÓI e muito!!!!!!!
    ACORDA AMIGO!!! ACORDA BRASIL!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*