Dilma quer abrir 'caixa-preta' de montadoras e cortar lucros | Fábio Campana

Dilma quer abrir ‘caixa-preta’ de montadoras e cortar lucros

Da Folha de S. Paulo:

Após a batalha da presidente Dilma Rousseff contra os juros dos bancos, o governo abrirá em breve outro front: quer que as montadoras de veículos no país abram as contas e margens de lucro, informa reportagem de Natuza Nery eEduardo Sodré, publicada na Folha desde domingo (a íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

O Executivo avalia que dá incentivos a um setor sem conhecer a real situação financeira das fabricantes.

Por isso, deseja “sair do escuro” e, eventualmente, cobrar reduções mais agressivas de preços, sobretudo, quando houver incentivos federais, como os anunciados na segunda.

Por lei, companhias de capital fechado, a maioria do setor, não são obrigadas a divulgar seus balancetes.

Procurada, a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automores) não quis se pronunciar.

Leia a reportagem completa na Folha deste domingo que já está nas bancas.


12 comentários

  1. Osiris Duarte de Curityba
    domingo, 27 de maio de 2012 – 13:32 hs

    E não seria muito mais fácil baixar os impostos …

  2. Guilherme
    domingo, 27 de maio de 2012 – 16:01 hs

    Não sou fã do PT, mas começo a me surpriender -e de forma positiva – com a atuação da Presidenta Dilma.

  3. Luciano
    domingo, 27 de maio de 2012 – 20:57 hs

    Vamos virar uma Argentina…anotem!

  4. domingo, 27 de maio de 2012 – 21:51 hs

    E as Empreiteiras como ficam ?

    Em 2011, um ano sem eleições, ressalte-se, as campeãs de doação ao PT são três empreiteiras: Andrade Gutierrez (4,6 milhões de reais), Brasken/Odebrecht (4,5 milhões de reais), OA S (3,2 milhões de reais). No total, o partido presidido por Rui Falcão arrecadou 50,7 milhões de reais em doações privadas (dez vezes mais do que o PMDB e PSDB somados). Chega a ser engraçada a pregação que o PT faz em prol do financiamento público de campanha
    (fonte: Radar online da Veja)

  5. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 28 de maio de 2012 – 8:38 hs

    Mais uma falácea dos marqueteiros.

    Mês passado, Da. Dilma aprovou medida para PROTEGER as sucatas nacionais, aumentando o IPI dos Importados.

    Semana passada, reduziu o IPI dos nacionais.

    Para não ficar chato, vieram com essa de que a Dilma quer reduzir os lucros das montadoras.
    MENTIRA.

    Mesma coisa dos juros.

    O governo REDUZIU o Compulsório.

    Tá sobrando dinheiro no mercado.

    Tanto é verdade, que tá sobrando financimento e faltando consumidores.

    Chego a riri, quando ouço alguma “otoridade” dizer que o ENDIVIDAMENTO do brasileiro é pequeno, quando comparado aos Americanos.

    BOBAGEM pura.

  6. Emerson
    segunda-feira, 28 de maio de 2012 – 12:13 hs

    Osiris Duarte de Curityba é um sem noção mesmo. Reduzir os imposto é a maneira mais comoda das montadoras continuar enviando lucros para as suas matrizes…. Se liga….Veja quanto custa em outros países os carros que nós brasileiros compramos aqui.

  7. eleitor de olho no apito.
    segunda-feira, 28 de maio de 2012 – 12:16 hs

    Para mim o que resolve mesmo é um novo Código Tributário neste país, pois não há cidadão que suporte pagar uma variação de 40% ou mais por produtos que compra. A revisão tributária seria a solução técnica e mais viável e não a política que está sendo planejada. O problema não é o que as montadoras escondem e sim os nossos impostos que são embutidos em cada produto industrializado, transportado e comercializado neste país.

  8. José Andrade
    segunda-feira, 28 de maio de 2012 – 12:41 hs

    E o ICMS, o Beto vai zerar tb?

    A propósito, ele já zerou o imposto do óleo diesel para as empresas de ônibus, para baixar a passagem?

    Quando o governador era o Requião, ele reclamava do imposto…

  9. filosofo/sociologo
    segunda-feira, 28 de maio de 2012 – 17:01 hs

    tomou beiçudo ??
    Uma mulher de culhões !!!!!!

  10. SEXAGENÁRIO
    segunda-feira, 28 de maio de 2012 – 18:12 hs

    Essa é uma atitude que precisa ter peito para tomar, deve ter muita gordura nestes lucros. Não é só a carga tributária que pagamos que fazem dos carros nacionais os mais caros do planeta, em outros paises eles custam 1/3 do que nós brasileiros “trouxas” pagamos.

  11. lucas
    segunda-feira, 28 de maio de 2012 – 20:37 hs

    Com toda razão! Estas montadoras ganham todo tipo de incentivo pra se instalar aqui, faturam altíssimo e mandam seus lucros (exorbitantes) para fora sem o menor pudor. E ainda reclamam do País!?!?!?

  12. Zé do Itibere
    segunda-feira, 28 de maio de 2012 – 22:17 hs

    É isso. Cortar lucro de quem gera emprego. Quantas famílias dependem, no Brasil, de empregos diretos e indiretos na industria automobilistica. Porque a PresidentE, não se preocupa também com o lucro dos bancos? Baixaram os juros e aumentaram as taxas de serviço. O lucro das grandes empreiteiras, que contribuem com as campanhas eleitorais? Enfim, não se pode esquecer que a iniciativa privada visa lucro. É o que move a iniciativa privada. O carro, o cigarro, as bebidas, são produtos mais taxados, geram lucro enorme ao governo. Tudo falacia…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*