Cúpula da PM também usa viaturas para fins particulares | Fábio Campana

Cúpula da PM também usa viaturas para fins particulares

A série de denúncias sobre desvios e irregularidades na Polícia alcançou agora a Polícia Militar. Na edição de hoje, o jornal Gazeta do Povo mostra o uso privado de carros com placas frias por membros do alto comando da PM. O que segue são trechos da matéria:

“Passa do meio-dia quando o Renault Fluence preto avança pela Rua João Águida, no bairro Santa Quitéria, em Curitiba. O carro para e por uma das portas traseiras sai o subcomandante geral da Polícia Militar, coronel César Alberto Souza. O policial que está ao volante desce e presta continência. Pelo lado oposto, outro policial também sai do veículo, entrega uma pasta preta ao coronel e se despede. Após um breve aceno aos colegas de farda, César entra em casa a passos lentos. Naquela quarta-feira, 4 de abril, dia de meio-expediente na PM, o coronel não voltaria ao quartel.”


Esta seria apenas mais uma cena comum do cotidiano não fossem dois detalhes: o carro é uma viatura descaracterizada da PM e um policial foi retirado de suas funções para servir de motorista ao subcomandante. O veículo seguiu para o 12.º Batalhão da PM, onde um dos policiais permaneceu. Em seguida, o veículo saiu rumo ao 13.º Batalhão. O fato do dia 4 de abril não foi uma coincidência. Quase um mês depois, em outra quarta-feira, a reportagem voltou às proximidades da residência do coronel e, novamente, ele era conduzido para casa por outros policiais. Também num Fluence preto da PM.

A exemplo do que acontece na Polícia Civil do Paraná, como revelou a Gazeta do Povo na série “Polícia Fora da Lei”, membros do alto comando da PM também usam viatura descaracterizada para atividades particulares. Parte do dinheiro usado na compra de viaturas da PM sai do Fundo de Reestruturação do Departamento Trânsito, ou seja, recursos de multas usados para comprar viaturas que servem como “mordomóveis”, sem que os policiais tenham prerrogativa para isso. Também é costume entre oficiais na corporação o desvio de um ou mais policiais para servir de motorista particular.


Um comentário

  1. SOS Pederneiras
    sexta-feira, 1 de junho de 2012 – 11:21 hs

    Quanta baboseira escrita pela Mariana, que se não é policial e nem tem parente, sabe muuuito hein!!!
    Ora, todo santo dia nós vemos policial defendendo seu vizinho? Com certeza não, portanto cada policial ter um carro à sua disposição é um absurdo, é jogar dinheiro público no ralo.
    O policial quando vai pra casa ele quer mais é descansar, se livrar das escalas malucas a eles imposta.
    Se porventura meu vizinho fosse policial e tivesse um veiculo público a seu dispor para me defender e proteger a todos da minha rua, esse policial teria que ficar 24horas lá fora cuuidando, patrulhando para que nada acontecesse e se vier a acontecer ele seria responsabilizado????
    Outra coisa, não vi nenhum soldado sendo flagrado pela reportagem. Só graduado, com motorista e tudo. Como dito num outro comentário, esses oficiais ganham muuuuito bem para ficarem utilizando veículo público para seu deslocamento,ainda mais com motorista particular.
    Enfim, o que temos que fazer é ficar em cima a partir de agora, pois como sabemos se deixar por conta da PM naaaaaaada vai acontecer, pois “cobra não come cobra”.
    E mais, quem não está satisfeito em ser policial e NÃO ter um carro público à sua dispsição que peça pra sair, pois tem muuuuita gente querendo o seu lugar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*