Belinatti, pai e filho, e Vargas condenados por improbidade | Fábio Campana

Belinatti, pai e filho, e Vargas condenados por improbidade

Do blog da Joice:

O ex-prefeito de Londrina Antônio Belinati, o filho dele, Antônio Carlos Belinati, e o deputado federal André Vargas (PT) foram condenados pela Justiça por improbidade administrativa em um licitação feita 1998 no valor de R$ 148 mil, na antiga Autarquia Municipal do Ambiente (AMA).

Outros 16 funcionários públicos e empresas que participavam das licitações, que eram realizadas por carta convite, também foram condenados. Belinati teve os direitos políticos cassados por 10 anos.

De acordo com o Ministério Público (MP) a verba foi utilizada para financiar a campanha eleitoral de Antônio Carlos Belinati, que foi condenado a devolver R$ 17 mil aos cofres públicos. Já o deputado federal André Vargas pagará R$ 10 mil.


8 comentários

  1. terça-feira, 22 de maio de 2012 – 18:41 hs

    CRÉDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

  2. Helena
    terça-feira, 22 de maio de 2012 – 19:29 hs

    Poluiu o Meio Ambiente, a AMA deveria chamar-se AMAP – “autarquia municipal do ambiente poluído” . que mau cheiro pessoal!!!

  3. terça-feira, 22 de maio de 2012 – 19:37 hs

    Se tem “malfeito” tem PT envolvido.
    É sempre assim a cada enxadada , um escândalo PTistas.

  4. Pedro Rocha
    terça-feira, 22 de maio de 2012 – 19:42 hs

    Até o André Vargas com a lingua mais afiada que navalha, metendo a mão!
    É a saga petista, de acolher em seu seio, só a fina flor da malandragem! Eta petesão véio de guerra; mais parece uma quadrilha!

  5. boy
    terça-feira, 22 de maio de 2012 – 19:48 hs

    Moe e Curly, cadê o Larry ?
    Esses patetas da administração pública que além de incompetentes são mal intensionados. Estamos perdidos!

  6. ademilso
    terça-feira, 22 de maio de 2012 – 21:48 hs

    E o filho é diretor na Sanepar.

  7. manoel marques
    segunda-feira, 16 de julho de 2012 – 21:06 hs

    Está explicado:

    Por isso o “nobre” deputado, agora justifica-se a sua rejeição pela aprovação dos projetos de Lei 4293 e 7546, cuja relatoria coube a ele, que tratam da anistia de TRABALHADORES que foram demitidos ou obrigados a aderir ao plano de demissão voluntária do governo FHC.

    Os PLs que estão sob a sua Relatoria deveriam ser-lhes retirados e entregues a Deputado probo, honesto e com envergadura moral para decidir o destino de milhares de trabalhadores.

    Deveriam cassar-lhe o mandato, pois o que se avista é que o seu partido, PT antes dos Trabalhadores agora Partido dos Trambiqueiros está mais uma vez nesse “bolo”, determinando, inclusive, que vote contrário aos trabalhadores. PT NUNCA MAIS, expulsemos essa corja.

  8. leaquim do prado
    sexta-feira, 24 de janeiro de 2014 – 1:34 hs

    Caro Manoel Marques,com essa tropa que ahí está,não tem jeito.Tem jeito sim,é só anular o voto.Voce vai lá,assina o livro de presença,vai até a cabine e dahí sssimmmmmmmm,aaanuulllaa o seu voto. O dia que conseguirmos 51% de votos nulos,dahí,quem viver essa utopia,verá o congresso todo reformado,todos serão trocados,essa velharada safada,serão banidos da casa do povo. “e que os anjos digam Amem”

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*