Bastos diz que Cachoeira pode silenciar na CPI | Fábio Campana

Bastos diz que Cachoeira pode silenciar na CPI

Do :

Márcio Thomaz Bastos, o ex-ministro da Justiça de Lula que se dedica à defesa de Carlinhos Cachoeira, informou que seu cliente pode transformar a sessão em que será inquirido na CPI num encontro da ininteligibilidade com a falta de ressonância. Sob orientação especializada, o acusado ameaça responder ao barulho que o cerca com uma sonora mudez.

Nesta segunda (7), a defesa de Cachoeira protocolou na CPI um pedido de adiamento da oitiva dele, marcada para 15 de maio. Alega-se que, antes de ser ouvido, o pós-bicheiro e os doutores que advogam em seu nome precisam ter acesso aos dados sigilosos dos inquéritos cedidos à CPI.

Thomaz Bastos espera que a CPI delibere sobre seu pedido nesta terça (8). Desde logo,avisa: “Se ele não tiver acesso ao material, se nós não tivermos, é muito difícil ele depor. Ele pode se refugiar em seu direito de ficar em silêncio para não se incriminar.” Um direito previsto na Constituição.

A mensagem do doutor chega nas pegadas de manifestações da mulher de Cachoeira, Andressa Mendonça. Num par de entrevistas, ela emitira sinais trocados. Primeiro, mordera: “Ele pode explodir”. Uma semana depois, assoprou: “Ele não vai prejudicar ninguém.”

Súbito, revela-se a verdadeira disposição de Cachoeira. Ele perscruta o buraco da fechadura dos processos judiciais e acena com a hipótese de recorrer à sonoridade do não dito. Nada poderia ser mais eloquente. Mais do que nunca, certos silêncios merecem respostas barulhentas.


5 comentários

  1. Pedro Rocha
    terça-feira, 8 de maio de 2012 – 12:26 hs

    Esse Bastos é o advogado que mais ganhou dinheiro no Brasil! Uma incalculável fortuna!
    Também pudera! Olha só os clientes dele! É daí pra cima; sem falar nos processos do Bolsa Ditadura, que ele matreiramente ajuizou quase todos!
    Esse é o nível do petê, dos seus ministros, ex ministros, etc etc etc

  2. Carlinhosjp
    terça-feira, 8 de maio de 2012 – 14:43 hs

    Quem tem c… tem medo… Vide caso Celso Daniel.

  3. mariana
    terça-feira, 8 de maio de 2012 – 17:17 hs

    E pensar que foi Ministro da Justiça…Só o Lulla mesmo….

  4. João Hansen
    terça-feira, 8 de maio de 2012 – 19:26 hs

    Caro FÁBIO, as informações postadas na imprensa para o consumo da população vem de maneira tal em doses homeopáticas que parece uma vacina, onde no momento adequado com a população já vacinada com as informações divulgadas a população já aceita que os bandidos não são tão prejudiciais e que as informações divulgadas não são verdadeiras, que foi concluio da imprensa com a oposição que divulgaram para atrapalhar o bom andamento do grande governo lulo-socio-petista, onde somente os consultores podem tudo e que fique por isso mesmo. Com os 80,0% de aprovação dos eleitores a população sente-se anestesiada e inebriada pelas conquistas alcançadas que terão que pagar pelos próximos 40 anos, com muito suor e lágrimas. Atenciosamente

  5. MÍRIAN WALESKA
    quarta-feira, 9 de maio de 2012 – 0:42 hs

    E se enchessem a cara dele de tapa, será que ele não começava a falar?

    Acho que é isso que está faltando mesmo prá esses caras, descer o porrete, fazer abrir o jogo de uma vez, a gente já fez papel de palhaços muitas vezes com o silêncio desses ladrões.

    Se fosse comigo queria ver se ele não falava…

    pronto… tô mais calma!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*