Reunião dos governadores | Fábio Campana

Reunião dos governadores

Na reunião dos governadores, em primeiro plano, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Ao fundo, Beto Richa. Os oito governadores que se reúnem agora em Curitiba vão tratar da defesa financeira dos Estados diante da gula do governo central.


14 comentários

  1. Doido
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 11:19 hs

    E o subsídios dos policiais sr. governador,
    não vai cumprir oq prometeu????

    Pq tanta demora para enviar para alep??
    Pelas conversas só falta o sr. assinar.

  2. anonimo
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 12:07 hs

    E o Pirillo, aquele do Cachoeira, será que apareceu também???

  3. Trabalhador
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 12:40 hs

    Só tralha.

  4. marcos
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 13:22 hs

    É correto que eles se defendam contra a gula do governo central, mas a presença do Perillo (governador de Goiás) sugere que parece não haver problemas em relação a gula do Cachoeira.

  5. Gilmar Trento
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 14:02 hs

    Ei o Beto Richa esta lá! mas ele já assumiu o governo no Paraná é. Que nem parace.

  6. Rafael
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 14:37 hs

    O Perillo tá nesta foto junto com seus amigos???

  7. Kibinho
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 15:36 hs

    Esta fotinho com as mãozinhas, é coisinha de meninas. rs.

  8. Ponpeo
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 17:33 hs

    Estes políticos que estão nesta foto,são bastante responsáveis pela democracia no Brasil.
    Mas acho que agora deveriam tentar implantar o sistema MUNICIPALISTA, assim cada município teria que andar com as próprias pernas,mas não precisaria mendigar para o governo estadual,que por sua vez não precisaria mendigar para o governo da união .
    Claro eu sei que isto jamais vai acontecer.
    Mas seria muito bom se acontecesse.

  9. Polaco da Nhanha
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 19:15 hs

    Essa reunião parece uma sorveteria de picolé de chuchu; cada um mais insosso que o outro…

  10. Helena
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 19:36 hs

    È ISSO AÍ GOVERNADORES, VAMOS NOS UNIR, SE DAVI VENCEU GOLIAS, PORQUE NÃO PODEMOS VENCER TAMBÉM? ONDE ESTÃO NOSSOS JOVENS? DIA 7 DE SETEMBRO VAMOS ÁS RUAS E A FRENTE DO ITAMARATY DIZER NÃO: À GULA DO LEÃO, Á CORRUPÇÃO, AOS DIREITOS DOS APOSENTADOS, E À AMEAÇA DA REGULAÇÃO DA IMPRENSA, ETC.

  11. Junia Lemos
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 20:51 hs

    O Hauly ta na foto tentando enrolar mais um.

  12. fiscalde realeza
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 22:05 hs

    16 MÂOS MUITOS COMPROMETIDAS COM CAM CARLINHOS CACHOERA

    AI É PERIGO

  13. Silvajr
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 23:22 hs

    Essa Helena é uma pândega, defende o Perillo que nomeia no seu governo gente indicada por Cachoeira, esse já defendeu o seu. E tem o Sergio Guerra, um dos anões do orçamento, já defendeu o seu também …

  14. Silvajr
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 23:36 hs

    Helena, e agora? Bicheiro deu R$ 3 milhões para o comitê do PSDB em Tocantins

    O Ministério Público do Tocantins vai investigar contratos do governo do Estado com o grupo do empresário Rossine Aires Guimarães, apontado pela Polícia Federal (PF) como sócio do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, em empresa usada para lavar dinheiro da máfia dos caça-níqueis.

    Dono, ao lado do contraventor, da Ideal Segurança, o empresário doou R$ 3,7 milhões às campanhas dos partidos do governador José Wilson Siqueira Campos (PSDB) e do antecessor dele, Carlos Gaguim (PMDB), com o qual também possui negócios.

    Os repasses do governo somam, desde 2007, R$ 245,7 milhões. O MP pretende checar a regularidade dos contratos, firmados com a Construtora Rio Tocantins (CRT), de propriedade de Rossine e usada por Cachoeira para negociar licitações, segundo o inquérito da Operação Monte Carlo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*