Relator da CPI do Cachoeira diz que investigará 'doa a quem doer' | Fábio Campana

Relator da CPI do Cachoeira diz que investigará ‘doa a
quem doer’

Odair Cunha (PT-MG) foi indicado pela bancada do PT na Câmara. Deputado afirmou que não é possível controlar alvos de investigação.

Do G1, em Brasília:

O deputado Odair Cunha (PT-MG), indicado para a relatoria da CPI que investigará as ligações do bicheiro Carlinhos Cachoeira com políticos e empresas, disse nesta terça-feira (24) não ser possível controlar os alvos da investigação que será realizada pela comissão. O nome dele foi indicado mais cedo pela bancada do PT na Câmara, e deve ser oficializado em sessão do Congresso na noite desta terça.

“Nós temos que analisar o que realmente existir de provas, de indícios, e a partir dessas provas ou indícios, produzir uma investigação que pode atingir A ou B. Essa é uma questão que nós não temos controle”, afirmou o petista antes de reunião com o líder do PT, Jilmar Tatto. “A partir dos indícios, produziremos uma investigação doa a quem doer”, afirmou ainda.

Advogado, Cunha cumpre o terceiro mandato consecutivo como deputado é o vice-líder do governo na Câmara. Cunha é considerado próximo ao Palácio do Planalto, e principalmente da ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti.

O deputado minimiza, no entanto, a relação e diz que não haverá qualquer tipo de blindagem ao governo na CPI. “Não há contradição entre o PT e o governo. Todos os assuntos que têm a ver com o fato determinado na CPI serão analisados por nós com tranquilidade”, afirmou.

O deputado não quis adiantar os primeiros passos que tomará na CPI, alegando que a discussão precisa ser feita no âmbito da comissão e com os demais integrantes. Ele não descartou, no entanto, a quebra de sigilo de envolvidos com o bicheiro.

“Nós vamos estabelecer um roteiro de trabalho, vamos analisar o que existe a disposição nossa na CPMI, e a partir daí tomar as medidas adequadas. Pode ser inclusive que a gente chegue a pedir quebra de sigilo, mas é uma coisa que nós vamos analisar ao seu tempo.”


9 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 24 de abril de 2012 – 16:51 hs

    Sempre as bravatas. Collor, em discurso aos hermanos em 1992, disse que investigaria e puniria, “duela a quién duela”. Os políticos não tem criatividade, mentem as mesmas mentiras de sempre. O problema é que conseguem enganar sempre os mesmos.

  2. Gilmar Trento
    terça-feira, 24 de abril de 2012 – 17:11 hs

    Muito bem Odair Cunha bota ordem nessa CPI seja imparcial vamos dar exemplo para essa cambada do PSDB não faça o que esta sendo feito aqui em Curitiba que estão escondendo tudo para salvar o Derosso.

  3. Helena
    terça-feira, 24 de abril de 2012 – 20:23 hs

    O dia em que a alguém presenciar a imparcialidade de um petista, pode até investigarem que o dito cujo´, é um petista falso, pirata, do nosso vizinho “parágua”. E, ainda próximo da Ideli Salvatti???

  4. Deutsch
    terça-feira, 24 de abril de 2012 – 21:42 hs

    DOA A QUEM DOER, desde que sejam só politicos da oposição, pois a turma do pt precisa estar inteira pra poder continuar roubando, desviando e corrompendo.

  5. Ernesto
    terça-feira, 24 de abril de 2012 – 22:15 hs

    Prima de Cachoeira foi empregada com ajuda de Aécio
    126

    Sabe aquela conversa sobre critérios técnicos e meritocracia como a solução para combater “loteamento” de cargos públicos no governo federal? Cabe bem ao discurso tucano em época de eleição, mas de perto o assunto muda de figura – e a pimenta espirra no olho.

    Pois a “meritocracia” defendida aos berros pela oposição passou longe da escolha da diretora regional da Secretaria de Estado de Assistência Social em Uberaba Mônica Beatriz Silva Vieira. Ela assumiu o posto em 25 de maio do ano passado. Para chegar lá, o currículo foi o que menos importou. Bastaram 12 dias e sete telefonemas das pessoas certas na hora certa: um bicheiro, um senador pau mandado e um ex-governador com pretensões de chegar à Presidência.

  6. Divanir
    quarta-feira, 25 de abril de 2012 – 0:46 hs

    Doa a quem doer da oposição, pau mandado, já está tudo acertado. E o povinho continua votando nos mesmos.

  7. Dr. Primogênito
    quarta-feira, 25 de abril de 2012 – 8:22 hs

    Ah tá. Igualzinho a todas as outras CPI’s.

  8. Pedro de Jesus Colaço
    quarta-feira, 25 de abril de 2012 – 10:11 hs

    Da matéria extraímos: ““A partir dos indícios, produziremos uma investigação doa a quem doer…Advogado, Cunha cumpre o terceiro mandato consecutivo como deputado é o vice-líder do governo na Câmara. Cunha é considerado próximo ao Palácio do Planalto, e principalmente da ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti”.
    Disso resulta que fica difícil acreditar-se nessa CPI. Deflui que será mais uma CPI do “barulho”, da falácia, do toma lá dá cá, que dará em nada no Congresso e se for para STF ficará difícil também se prever o desfecho. As CPIs sempre deveriam ser sérias, pois, afinal, têm um enorme poder de investigação. Mas, sabemos como tudo acontece. Mais: parlamentar que atua com seriedade em CPI (existe) nem sempre se reelege. Mas não percamos a esperança. Quiçá, ante as provas, vejamos esses corruptos não apenas fora dos Partidos, mas, sobretudo, fora do Legislativo e do Executivo, e na cadeia (na mesma ala do Cachoeira).

  9. J. A. S....
    quarta-feira, 25 de abril de 2012 – 10:46 hs

    Será a primeira vez!!!!
    Quem um “pau mandado” vira traíra….
    Vou preparar um bom chimarrão, uma rede; só prá esperar….
    Cortar a própria carne!!!!
    D u v i d o o o o o o o o …………

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*