Radicalismo de Requião inviabilizou ferrovia, diz Pucinelli | Fábio Campana

Radicalismo de Requião inviabilizou ferrovia, diz Pucinelli

O governador do Mato Grosso do Sul, André Pucinelli (PMDB), disse hoje que o processo de viabilidade do trecho da ferrovia Norte – Sul, que atenderia seu estado, e também o Paraná e Santa Catarina, parou por radicalismo político.

Perguntado sobre quem era o radical na história, foi claro e direto: “o meu amigo e ex-governador Roberto Requião”. De outra parte, Pucinelli, que abriu mão do cargo em favor do governador paranaense, disse que a juventude e a energia de Beto Richa são elementos fundamentais para vitalizar o Codesul.

Richa pai também foi bastante lembrado no encontro. Recebeu homenagem do vice-governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho, e até do petista Tarso Genro.


12 comentários

  1. afonso
    quarta-feira, 4 de abril de 2012 – 23:49 hs

    O radicalismo quer dizer….. “sem falcatrua”. Publica ai.. quero ver.

  2. Ponpeo
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 0:48 hs

    O ex Governador Roberto Requião,atrasou nosso estado por oito anos,
    Tão radical que quebrou até a ferroeste, a qual ele em seu primeiro mandato
    Defendeu e fez ate um esforço extra e admirável,junto com o exercito.
    Agora pisou no seu propio feito,não da para entender a mente do Requião,
    Acho que nem ele entende.
    O agora,raposa do rabo felpudo,(frase que ele costumava dizer em épocas passadas)deve terminar seus dias de político lá no Senado.ta bom pra ele.

  3. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 7:54 hs

    INCOMPETENTE!

    Apesar de TRAVAR a obra,

    Requião “INAUGUROU” a ferrovia.

    Teve uma ESCOLINHA inteira,
    Mostrando o traçado e os desenhos de computação gráfica.

    Tudo muito lindo.

    Os trilos sairiam do Mato Grosso do Sul e também do Paraguai.

    TUDO MENTIRA.

  4. Rudnei
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 9:00 hs

    O senador Requião simplesmente defendeu o dinheiro público e continua fazendo com defesas contundentes e marcantes no senado, ao governador de Mato Grosso é lamentável culpar alguem por uma possível incompetência , principalmente se essa pessoa não pode se defender, Requião não quebrou ferroeste alguma, mas conseguiu manter fora do alcance do senhor Paulo Bernardo o tão sagrado dinheiro público da união e claro o dinheiro Paranaense.

  5. Carlos Ernandes
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 9:05 hs

    É um dos passivos deixados por este inconseqüente, irresponsavel. Ao invés de governar, Requião usava do cargo com esperteza para perseguir e forçar uma doutrina chavista furada. E saber que ainda tem seguidores. Agora, quem paga a conta de sua irresponsabilidade? O povo, com os impostos:menos dinheiro para a saúde, educação, etc.

  6. avante bituruna
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 9:21 hs

    Ninguem comenta o porque o Bob agiu assim.
    Perguntem para o marido da senadora.

  7. Gil de Vicente
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 10:10 hs

    Quanto mal Requião fez ao desenvolvimento do Paraná. Só está senador pelo estelionato eleitoral cometido contra Gustavo Fruet, comprando e divulgando pesquisas fraudulentas na véspera da eleição. Felizmente está velho e em fim de carreira. O Paraná que quer crescer, agradece, com alívio!

  8. jVERDADE
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 12:06 hs

    O GOVERNADOR FOI TAO MAL QUE ATE AGORA O BETO SO INAUGUROU OBRAS APOS QUQSE DOIS ANOS DE GOVERNO DOS SEUS ANTECESSORES REQUIAO E PESSUTI

  9. Robert
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 12:20 hs

    Sem comentários, esse requião atrasou o estado em 8 anos e agora só quer f……o povo novamente. Insano!!!

  10. Timbocofumu
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 13:46 hs

    Requião é um desatre!
    Saibam que o Porto de Paranaguá tinha sido agraciado com um aporte de recursos federais afim de se construir o tal “CAIS OESTE”,tinha placa desde o Alvaro Botox.
    Pois bem o projeto foi aprovado mas qdo ia ser iniciado,ocorreu que houve a mudança de governador no PR,saiu Lerner e entra a imundícei do requiao.
    Não é que ele simplesmente não quis utlizar ou realizar a obra? Aqui na terrinha de Fernado Amaro dizem que o real motivo seria que “como o mprojeto tinha nascido com o Lerner,levaria pra História o nome do Lerner,isso reiquião jamais admitiria,assim,preferiu perder a verba como fez com a ferroeste.è uma desgraça ambulante este ómem,onde vai esparrama caca pra todo lado.
    Infelizmente vai ficar pra engorda os oito anos no Senado escondendo-se da IMPUNIDADE PARLAMENTAR.E os dólares na casa do teu irmão,ex supernãoentendente da APPA,um Porto que ficou estagnado por 8 anos? Devia ter cadei pra esta genti!

  11. IW
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 19:09 hs

    Requião um dos poucos políticos sinceros do Brasil é sempre torpedeado de todos os lados! Frequentemente ridicularizado. Já chamou ladrão de ladrão e por isso foi condenado pela Justiça…Já um Demósteles sempre foi aplaudido, respeitado e referência de honestidade volta agora para seu cargo de Procurador da Justiça com salário de R$ 22.ooo,oo!
    Realmente nosso povo, nossa imprensa e nossos “analistas” sabem das coisas…

  12. João
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 20:56 hs

    Mais uma demonstração de quanto essa “Maria Louca” prejudicou o Paraná. E ainda aparecem alguns aulicos, claro beneficados por benesses corruptas, em querer defender esse individuo que deveria ser esquecido para sempre…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*