PT volta a insistir na regulação da imprensa. Dilma defende liberdade | Fábio Campana

PT volta a insistir na regulação da imprensa. Dilma defende liberdade

Um dos sonhos mais acariciados pela banda hard do PT é impor um marco de restrições à imprensa. Só falta isso para que a nossa incipiente democracia se transforme num arremedo de regime de liberdades. O comando nacional do PT quer novas regras coercitivas e não para por aí. Quer a polícia a investigar veículos e jornalistas.

Mas há uma esperança. Em cerimônia do Minha Casa, Minha Vida, a presidente Dilma Rousseff defendeu com veemência a liberdade de imprensa.

— Somos um país que convive com a liberdade de imprensa, somos um país que convive com a multiplicidade de opiniões, somos um país que convive com a crítica.


31 comentários

  1. leitor
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 11:31 hs

    sonho pra alguns, que já foi realidade em estados neste rincão do mundo, graças ao trabalho de secretários de estado…

  2. salete cesconeto de arruda
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 11:49 hs

    Fábio
    Percebo que não é mais o PT que quer regularização da imprensa. É o POVO que já não aguenta o JORNAL DA GLOBO e outros do PIG
    Só quem não quer AINDA NÃO PERCEBEU invenção, distorção e manipulação de notícias ou ausência delas quando interessa. Eu não ví uma palavra na globo sobre o livro do incrível jornalista Amaury o PRIVATARIA TUCANA.Você viu? E enquanto o DEMóstenes já se afundava na lama do Cachoeira a globo pela primeira vez corria para estados pequenos dos quais nunca fala – em BUSCA de escândalos nas Assembléias. Ou então gravava escondido conversas sobre corrupção ESQUECENDO-SE de como a própria emissora foi formada e como colaborou com a ditadura militar que torturou, matou e SUMIU com pessoas sob a sua guarda usando o ESTADO e suas ARMAS. Assim sendo acho que é tempo de BONS JORNALISTAS e seus SINDICATOS assumirem essa missão de RETOMAR o que foi roubado por PATRÕES que nunca foram jornalistas e muito menos imprensa. Já percebemos que grande parte desses grupos de comunicação atuam como PARTIDOS POLÍTICOS A FAVOR DOS SEUS. Enquanto isso fazem presidentes, fingem que derrubam alguns dos seus e tentam DERRUBAR OS DO POVO.
    Só os BOBOS ainda não perceberam que o jogo é esse. Inglaterra com seus corruptos da mídia é pouco diante do que se passa no Brasil. De dentro da globo é que se percebe do que são capazes alguns que se dizem comunicadores: editar jornais, criar ou deixar de dar notícias, distorcer, aumentar ou diminuir, comentar mentiras dos outros, etc. etc.
    Assim sendo repito: A GLOBO está se perdendo também na mesma lama dos CACHOEIRAS como já acontece com a VEJA e pensa que ninguém está vendo. Quando estiverem quebrados irão baixar a bola e pedir arrego. De resto esqueçam os grandes grupos de comunicação. LIBERDADE DE IMPRENSA HOJE SÓ NA BLOGOSFERA. Mas lembre-se: ainda tem jornalista servindo a interesses escusos pensando que o POVO NÃO PERCEBE. Não é verdade? Eu fui expulsa do Noblat no tempo das eleições pelo simples fato de ser simpatizante do governo LULA/DILMA. Coisa que você sendo ÉTICO E LIBERTÁRIO nunca fez aqui nesta tua casa. Se Noblat que se acha o tal faz esse jogo sujo o que pensar dos grandes grupos que foram formados em tempos de ditadura e para sustentá-las?
    Pois é.
    De longe da para ver claramente a briga dos BABUÍNOS.
    Gostei dessa tua dos BABUÍNOS. Mas ainda acho que em Curitiba quem continua mandando são os ARANHAS com seus LONGOS BRAÇOS.

  3. Tisa Kastrup
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 11:53 hs

    Qualquer atitude que mexa com a liberdade e a independência do Quarto Poder – a imprensa – desestabiliza os outros três poderes. E degola a democracia. Não merecemos nada disso.

  4. salete cesconeto de arruda
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 12:00 hs

    Tisa
    Você fala de IMPRENSA ou de DONOS DE GRUPOS DE IMPRENSA?!

  5. Cajucy Cajuman
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 12:09 hs

    Uma vergonha, um partido político que necessitou da imprensa para chegar aonde chegou e teve a total e irrestrita liberdade para opinar, criticar e na maioria das vezes, ofender peossoas e denegrir instituições – como o caso do Congresso Nacional, quando o então candidato Lula disse que naquele recinto havia trezentos picaretas –, hoje se arvora em crítico da imprensa, da liberdade de expressão e quer, a bem da verdade, banir a jovem democracia brasileira.

    O comando nacional do partido quer, na verdade, é itimidar jornalistas e diretores de veículos de comunicação, já que não pode acabar com eles, como fizeram os companheiros cubanos. É o pessoal do rabo preso que tem medo da imprensa e das denúncias com falcatruas e desmandos como tem acontecido.

    Em se, realmente, a presidente Dilma cumprir com a palavra e honrar a Constituição da República e não permitir que venham transformar o Brasil numa republiqueta de – como direi? – mercadores e inescrupulosos senhores que trabalham nas sombras do poder em benefício de poucos, terá o aplauso e o respeito do povo brasileiro.

    Caso contrário, pise na Carta Magna do país, na liberdade de expressão e do cidadão – porque aí a democracia foi por água baixo – terá por certo o repúdio dessa mesma socidedade que hoje lhe dá 77% de aprovação.

    O que mais os tais, que querem ver a imprensa de joelhos, quer esconder? Que projeto de poder é esse que precisa, urgentemente, acabar com a imprensa livre?

    É preciso que a sociedade fique atenta e não permita que tais aventureiros façam do país um ninho de cobras, cujo serpentário, mais cendo ou mais tarde, manchará de vermelho o solo pátrio.

  6. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 12:15 hs

    Mais uma bobagem do PT.

    Não somos o Equador ou a Venezuela.

    Aliás, por falar em imprensa.

  7. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 12:38 hs

    Nem vou me dar ao trabalho de comentar as BOBAGENS da Salete.

    Basta citar a MARAVILHOSA imprensa de CUBA, Venezuela, China, sem esquecer do PRAVDA.

    A Salete reclama dos Militares,
    Pois é,

    Uma das primeiras medidas dos Militares foi EXTINGUIR a LIBERDADE DE IMPRENSA.

    Meu Irmão, na época era estudante de Economia,

    Havika BRIGA por um exemplar do PAsquim.

    Não raro, ele trazia uma CÓPIA do jornal, feita clandestinamente no diretório da Faculdade.

    É essa CENSURA que o PT e sua turma querem reeditar.

    Só falta a Lei recriar o cargo de “CENSOR”.

    A Salete poderia FAZER A censura DA vEJA, DA fOLHA, DO ESTADÃO OU DA REDE GLOBO.

  8. sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 12:45 hs

    Gatunagem em Ação: Dadá, Amaury e Protógenes aparecem em gravações como naquelas do Demostenes e Cachoeira.

    Que o PT pagou para Amaury escrever um livreto incriminando o PSDB , todas as pessoas bem informada sabem mas a que ponto chegou a gatunagem estás agora mais que provado.

    Dá-lhes Cachoeira que não deu ponto sem nó, está tudo gravadinho….kkkkkkkkkkkk

  9. Cajucy Cajuman
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 12:47 hs

    E ainda, dando continuidade ao meu comentário anterior, e a bem da verdade, digo que a justiça, os tribunais tem que condenar, por na cadeia, os salafrários que roubam o erário ou do poder se abastecem no particular, em falcatruas que acontecem, dia e noite, nos corredores do poder.

    Vale para Demóstenes Torres, vale também para Marconi Perillo, caso fique comprovado o seu envolvimento no caso Carlinhos Carchoeira e para todos quantos se apoderam do Estado para fazer negócios ilícitos, ludibriar o cidadão e roubar o pobre povo brasileiro.

    É o dinheiro da saúde, educação, transporte, moradia, saneamento básico que é desviado pelos canais do superfaturamento e que enche os bolsos dos safardanas de plantão com carteira de Parlamentar ou de autoridade da República.

    O mesmo tem que acontecer com o pessoal envolvido no Mensalão. A Justiça tem que estar do lado do povo, fazer cumprir a lei, a Constituição e defenestrar da vida pública os malfeitores e usurpadores, independente de coloração partidária.

    Acima de interesses partidários e projetos políticos pessoais, está o país, o povo brasileiro e os interesses pátrios. O resto são conviniências de grupos, em que grupelhos interferem e transformar a política num mercado de baixo nível.

    Para conquistar novas posições mundo afora, além do potencial que o país representa, é preciso melhorar a qualidade política de nossos representantes.

    Em tempo: esse negócio de afirmar, como temos visto e lido, que é “desejo do povo” que se faça isso ou aquilo – como, por exemplo, restringir a liberdade deexpressão e de imprensa – é pura bazófia. Usa-se o povo como massa de manobra para aumentar o poder de mando ou se perpetuar no poder.

    O povo quer, realmente, é viver com dignidade. E só se consegue viver com dignidade e respeito ao semelhante quando se representa às leis do país e se preserva a democracia que é o bem comum. Se assim não for, é usurpação!

  10. Cajucy Cajuman
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 12:53 hs

    Corrigindo comentário anterior: “quando se respeita a lei”.

  11. Alberto
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 13:37 hs

    Como é que é? Quarto poder? Onde está isso? Na constituição? Só pode ser brincadeira, hahahaha! O que precisa ser regulamentado é o mercado PUBLICITÁRIO. A PUBLICIDADE brasileira é controlada pelo consórcio globo ( globo, editora abril, folha e estadao ). Isso sim precisa ser revisto! Outra lei que precisa ser regulamentada com urgência é a do direito de resposta imediato e proporcional.

  12. odorico
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 14:39 hs

    Não votei na Dilma e concordo com ela, a imprensa tem que ser livre. Quem quer calar imprensa são os que tem telhado de virdro.

  13. Helena
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 14:48 hs

    Só falta acontecer isso mesmo, já que a maioria dos parlamentares do Congresso Nacional são da base aliada do Governo, criando, aprovando leis e projetos que satisfaçam interesses do Governo, e não aos interesses do povo de quem eles deveriam representar. A regulação da imprensa não é nada mais que uma RAIZ profícua para se instalar de vez uma ditadura de esquerda, que é mil vezes pior que a de direita. É triste ver o nosso Brasil regredir democraticamente!!!!

  14. elton
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 14:52 hs

    Tenho que concordar com os argumentos da Salete…

  15. Eleitor CWB
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 15:39 hs

    A única forma de se informar corretamente é vendo vários canais, várias mídias. Nunca se deve firmar a opinião em cima de uma única fonte. Quem fala mal da Globo deveria ver outros canais e verá que todos defendem algum ponto de vista, nenum é totalmente imparcial. As notícias são escritas por pessoas que tem opiniões sobre os assuntos. Por isso creio que a imprensa deve continuar tendo liberdade, emsmo que expresse a opinião dela ainda teremos outros canais que expressarão outras opiniões. Cabe ao leitor se informar e formar sua própria opinião ao invés de limitar as informações e seguir a opinião dos outros. O que não pode é ter apenas a opinião do Governo, a opinião que o Governo quer impor. Se a Globo não transmite alguma notícia a Band irá ter liberdade de transmitir, da mesma forma que se a Band deixar de transmitir algo a Record terá liberdade de transmitir. Quem realmente quer formar uma opinião sobre um assunto poderá procurar várias fontes. Deixemos a Globo, Band, Record e muitas outras com a liberdade delas porquê é isso ou teremos somente a opinião do Governo e basta vermos a publicidade do Governo prá ver como a realidade é diferente da propaganda.

  16. salete cesconeto de arruda
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 16:27 hs

    Em tempo:
    LIBERDADE DE EXPRESSÃO nada tem haver com a tal imprensa já bem caracterizada como PIG – PARTIDO GOLPISTA de alguns donos de grupos de comunicação que SUFOCAM jornalistas e destroem suas carreiras quando eles não lhes beijam os pés.

  17. Cajucy Cajuman
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 16:56 hs

    Uma vergonha, um partido político que necessitou da imprensa para chegar aonde chegou e teve a total e irrestrita liberdade para opinar, criticar e na maioria das vezes, ofender peossoas e denegrir instituições – como o caso do Congresso Nacional, quando o então candidato Lula disse que naquele recinto havia trezentos picaretas –, hoje se arvora em crítico da imprensa, da liberdade de expressão e quer, a bem da verdade, banir a jovem democracia brasileira.

    O comando nacional do partido quer, na verdade, é intimidar jornalistas e diretores de veículos de comunicação, já que não pode acabar com eles, como fizeram os companheiros cubanos. É o pessoal do rabo preso que tem medo da imprensa e das denúncias com falcatruas e desmandos como tem acontecido.

    Em se, realmente, a presidente Dilma cumprir com a palavra e honrar a Constituição da República e não permitir que venham transformar o Brasil numa republiqueta de – como direi? – mercadores e inescrupulosos senhores que trabalham nas sombras do poder em benefício de poucos, terá o aplauso e o respeito do povo brasileiro.

    Caso contrário, pise na Carta Magna do país, na liberdade de expressão e do cidadão – porque aí a democracia foi por água abaixo – terá por certo o repúdio dessa mesma socidedade que hoje lhe dá 77% de aprovação.

    O que mais os tais, que querem ver a imprensa de joelhos, quer esconder? Que projeto de poder é esse que precisa, urgentemente, acabar com a imprensa livre?
    É preciso que a sociedade fique atenta e não permita que tais aventureiros façam do país um ninho de cobras, cujo serpentário, mais cendo ou mais tarde, manchará de vermelho o solo pátrio.

  18. Silva Jr
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 19:21 hs

    Até quando a grande mídia vai continuar a confundir regulação com censura? Os EUA, a Inglaterra, Francga, Espanha, etc tem leis de regulação da mídia. por que o Brasil não pode ter? Do que a mídia comercial tem medo?

  19. luiz
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 20:57 hs

    Se nos governos anteriores (antes de 2002), tivesse sido cogitada qualquer tipo de regulação ou controle da imprensa, qual seria a reação do então partido de oposição, o PT?

    Só o governo que tem algo a temer, ou a esconder, poderia comungar com ideia tão absurda !

  20. Deutsch
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 23:28 hs

    Pelo jeito é a Salete que vai elaborar o projeto de censura à imprensa.
    Tsc, tsc, tsc.

  21. Ennes Ventury
    sábado, 14 de abril de 2012 – 12:40 hs

    A verdadeira democracia é o livre pensar, já a verdadeira ditadura é o livre decidir, portanto, o que o Partido dos Trabalhadores querem, é acabar com o livre pensar do nosso pais, e adotar o livre decidir deles. Lamentavel. Querem o livre decidir deles que é na verdade uma ditadura imposta de cima para baixo !!

  22. Pedro Henrique Rocha
    sábado, 14 de abril de 2012 – 15:05 hs

    A montonera Cristina já sufocou a liberdade na Argentina com a fuleragem da produção de papel jornal!
    O Chávez, El Roncolho, bem o Chávez pode, inclusive prender os donos dos jornais. Sua tirania não é mais segredo pro mundo.
    O Evo tá lá, na sua luta contra a imprensa golpista.
    Feliz é o Fidel que vive num paraíso, onde sequer tem imprensa, muito menos golpista. Só o seu querido e imparcial Granma!
    E por aqui? Se não tirarem o Pt do poder logo, é apenas uma questão de tempo! A imprensa inteira será manietada, como fazem todos os chefetes das republiquetas ligadas ao Foro S.Paulo.

  23. Silva Jr
    sábado, 14 de abril de 2012 – 19:39 hs

    Cmo tem reacionário oligofrênico que acredita na imprensa corrupta desesperada com a CPI do Cachoeira…pelo que sabemos os jornais conservadores continum a trablhar livremente na Argentina, Bolívia, Venezuela, isto é, continuam a mentir livremente … quanto ao Papel Prensa, o bem informado Pedro esquece de dizer que essa fábrica foi tirada das mãos do proprietários que eram contra o regime militar que obrigou seu dono a vender a Papel Prensa para os donos da Clarin e La Nación, interessante, no?
    Aqui no Brasil, até desembargadores estão pensando em criar um Habeas Mídia para que qualquer cidadão possa se defender das calúnias publicadas na imprensa … o que a imprensa precisa tomar consciência é que ela não é um poder, ela tem uma concessão do estado para poder operar TVs e jornais, o problema da imprensa é ela não aceita ser regulada como já ocorre nos EUA, reino Unido e demais países democráticos.

  24. Anônimo
    domingo, 15 de abril de 2012 – 22:43 hs

    Salete c. Arruda,

    Teu ódio pela VEJA vem das denúncias que amanhecem estampadas que mostram ao povo brasileiro QUEM É O PT, teu ódio da imprensa vem da luta que a imprensa vem travando contra todos os esquemas de corrupção que o teu protejido homem da garganta avariada estabeleceu nesse país. Nunca mais algu´m nos colocará mortaças, nunca mais ninguém nos impedirá de noticiar fatos, principalmente os que envolvem o governo. Onde voce andava quando milhares de pessoas morreram nesse país defendendo esse direito que temos hoje? Tenho nojo de quem, como voce, tenta passar por cima de um direito que conquistamos ás custas de muitas vdas. Aquieta a tua passarinha do na Salete, pois o país inteiro se levantará se o teu PT um dia quizer censurar as nossas páginas.
    Sabe qual é o maiór incentivo que eu tenho na minha vida? É quando alguém chega e me diz ” Mírian, voce não póde fazer tal coisa” Nesse mesmo instante, vejo diante de mim todas as possibilidades de fazer a tal coisa, e faço! Nunca, jamais alguém me fará calar ou me impedir de escrever quando eu precisar divulgar qualquer fato, inclusive os que envolvem a maiór quadrilha já montada em um país nos últimos tempos, a quadrilha do PT/LULA. Minha pauta eu decido, e no dia em que eu não puder mais ser autêntica, verdadeira e desempenhar meu trabalho com dignidade e respeito a tudo aquilo que eu acredito, vou para casa plantar cenouras.
    EU SOU RESPONSÁVEL PELO QUE EU ESCREVO, NÃO PELO QUE VOCE ENTENDE.

  25. sergio silvestre
    segunda-feira, 16 de abril de 2012 – 1:26 hs

    Esse anonimo é bipolar ou tem dois sexos.Mas se for feminina
    deve ser a waleska ou o caçador.
    Pelos traços e bobagens tanto pode ser um como outro.
    Bom final de semana Salete.

  26. Mírian Waleska
    segunda-feira, 16 de abril de 2012 – 22:08 hs

    Salete C. Arruda,

    Esse comentário acima, onde saiu o nome Anonimo é meu para voce, ok? Deu um pití no equipamento aqui e meu nome se apagou, antes ele do que eu né?
    recado dado, da uma escutadinha nessa e vê se tem condição de querer falar em reprimir e calar a imprensa.

    http://youtu.be/PiCteoGZf7Q

  27. Mírian Waleska
    segunda-feira, 16 de abril de 2012 – 22:23 hs

    Alberto,

    Direito de resposta se pede na justiça, uma vez sentenciado a conceder tal direito, geralmente é no próximo horário onde tal questão foi veiculada, por exemplo, se é uma matéria de jornal impresso, e foi concedido direito de resposta, o espaço deverá ser disponibilizado na edição seguinte áo recebimento da sentença.
    Se existe demóra não é do meio de comunicação, e sim, do judiciário em analisar a questão.

  28. Mírian Waleska
    segunda-feira, 16 de abril de 2012 – 22:26 hs

    Alberto,
    Essa lei já existe e é proporcional sim.
    Geralmente o direito de resposta deve ser concedido (se jornal impresso) na mesma página, com o mesmo destaque, e mesmo tamanho em que foi publicado o material que originou o direito de resposta.

    Não vejo o que pode ser modificado nessa lei.

  29. Mírian Waleska
    segunda-feira, 16 de abril de 2012 – 22:52 hs

    Sergio Silvestre,

    Me erra vai…

  30. Ernesto
    segunda-feira, 16 de abril de 2012 – 23:07 hs

    Que engraçado, os EUA, o Reino Unido, Alemanha, França, etc, tem regulação da imprensa, o Brasil não tem, por que? Ora, no Brasil o jornalista se acha um ser superior, acima da lei e da ordem, experimenta processr um jornalista e já dirão que vc é contra a liberdade de imprensa. Acha-se um ser que vive acima do bem e do mal, não responde as leis do país, muito menos a Constituição Brasileira, tem o direito de mentir, se associar aos corruptos, defendê-los, atacar o governo que não contribui com a compra dos produtos de sua empresa e fazer ilações sobre quem desejar. A verdade é a sua verdade. O direiro de resposta foi suprimido com o fim da lei de imprensa.

  31. Mírian Waleska
    terça-feira, 17 de abril de 2012 – 21:43 hs

    Ernesto,

    Voce está se referindo á imprensa marrom, o verdadeiro jornalista trabalha dentro da ética e do respeito, pautado sempre na verdade.

    Talvez os trabalhos que o senhor vem acompanhando façam parte da imprensa marrom.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*