Juíza rejeita ação do MP contra Derosso | Fábio Campana

Juíza rejeita ação do MP contra Derosso

A Juíza da 8ª Vara da Fazenda Pública não aceitou a ação proposta pelo Ministério Público contra o vereador João Cláudio Derosso. Determinou que o Ministério Público emende a inicial em 10 dias para sanar as pendências apontadas por ela.

O advogado de Derosso, Figueiredo Basto, disse que isso caracteriza um absurdo. O de que o Ministério Público proponha uma ação e antes mesmo dela ser aceita a divulgue pela imprensa provocando julgamento popular sem direito de defesa do acusado, que nem tinha conhecimento da ação.


28 comentários

  1. Xaxim
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 15:01 hs

    Muito coerente essa decisão da Juíza, esse Ministério Público é um orgão irresponsável em divulgar uma noticia sem antes mesmo de notificar o interessado!
    Derosso Curitiba esta com você, e contra essa Gazeta do (PT) Povo.

  2. Armando
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 15:03 hs

    Ops, parece que alguém com conhecimento resolveu dar uma parada nos procuradores. Como pode o MP determinar algo, sem que o Derosso, ou qualquer outra pessoa possa se defender e pior, manda a notícia para ser divulgada, sem que a pessoa envolvida tenha conhecimento dos fatos. Isso é pura demagogia política do MP. Agora resta saber a quem interessa essa atitude do MP do Paraná.

  3. Celso
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 15:15 hs

    ART 93° da CF

  4. Zangado
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 15:19 hs

    Est modus in rebus – diria um romanista !!!

  5. Para Zangado
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 15:31 hs

    Esta expressão faz parte de uma frase retirada de uma das sátiras do famoso poeta romano Horácio, em que ele adverte contra os excessos e recomenda a moderação: “Est modus in rebus, sunt certi denique fines”” — literalmente, “há uma justa medida (“modus”) em todas as coisas (“rebus”); existem, afinal, certos limites” (Livro I, Sátira 1). É usada principalmente em tom de advertência, quando queremos sugerir que alguma coisa está passando do tolerável.

  6. Nene
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 15:38 hs

    Normal, o que o Ministério Público quer é estar em evidência. Querem holofotes…

  7. Anônimo
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 15:57 hs

    PRÉ JULGAMENTO??????
    ORA ESSA…………………
    SE A LEI VALESSE PRA TODOS, AS CADEIAS NÃO ESTARIAM LOTADAS!
    P.A.L.H.A.Ç.A.D.A!!!!!

  8. ernesto
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 16:06 hs

    Com tem sem vergonha apoiando o Derosso

  9. Observador
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 16:16 hs

    O Ministério Público necessita urgentemente de um controle externo, para evitar vários abusos de poder que cometem, principalmente o GAECO. E raro, muito raro, um Juiz contrariar o Ministério Público. Sem entrar no mérito do caso em questão, parabenizo a Juiza pela decisão tomada, mostrou a independência que todo o Magistrado deveria ter. Não é, como a maioria é, Maria vai com as outras. E preciso que o Judiciária exerça suas funções com discernimento, independência e soberania, para que a população tenha a segurança constitucional que lhe é assegurada e que depende das decisões justas do Poder Judiciário.

  10. Zeca Caco
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 16:19 hs

    Longe de gostar do Derosso, se achava o Rei da Câmara de Curitiba, mas esse Ministério Público é piada. Recomendo estudar o Código de Processo Civil. Comecem pelo artigo 268….

  11. Mauricio
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 16:29 hs

    Coitadinho.

  12. Zangado
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 16:52 hs

    Zangado Para Zangado:

    Assim dá gosto comentar.
    Ars gratia Artis.

  13. Loop
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 16:55 hs

    Ué?
    Não é o povo o Julgador?

  14. antonio
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 16:58 hs

    Concordo plenamente com os comentários acima. O MP está se achando acima do bem e do mal.
    Se o cidadão fez porque ser processado primeiramente deverá ser notificado e o Juízo ter aceito, para depois, quem sabe, publicar a existência da petição de processo em juízo.
    Se querem aparecer apareçam com serviço sério e conclusivo.
    Essa história de sair por primeiro em holofotes está pegando mal.

  15. quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 17:15 hs

    MP + Gazeta-PT + Incompetência, só poderia dar nisso.
    A quem queriam enganar ou tirar a atenção no momento ?
    Será porque a/o cachoeira já chegou ao planalto e está esparramando água para todo lado ?

  16. Kibinho
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 17:32 hs

    Tenho pena é do velho(com todo respeito) João Derosso, aquele senhor modesto que trabalhou como Vereador no bairro Xaxim, ajudando os moradores com anti pó nas ruas,manilhas, pedidos de associações do bairro e ate pagar contas de luz no centro, pois naquela época era dificil e o filho João claudio que trabalhou junto, viu o pai correto e herdou este trabalho feito por decadas, mas agora com o Poder e Orgulho, destruiu o sobre nome HONRADO dos DEROSSO’s com a CORRUPÇÃO !

  17. joao dario oliveira
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 17:42 hs

    Cadeia pra essa infâme é pouco. Ele garfiou o dinheiro do erário, em uma situação que deixa o mais bobo dos eleitores muito bravo. Dinheiro para todos os jornais, que ele deu só para um que nem existe de fato. Isso é roubo. É contra a Lei. Quanto ao MP é a mesma decepção da política partidária. Eles pareciam a grande esperança do povo para fazer justiça. Hoje caíram no mesmo descrédito do Sarney.
    Se não acredita, passe a investigar essa gente também. Recentemente uma delas foi “retirada” de uma secretaria de estado, onde era DG. Qual teria sido a causa???

  18. Morador Xaxim
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 18:05 hs

    Como morador do Bairro, me sinto muito entristecido, pois conheço o Vereador Derosso e Família ( esta, que fez este Bairro ser o que È ). Está declarado que o MP quer a Cabeça do DEROSSO a qualquer modo, ou seja é notório a Perseguição deste Orgão em comum acordo com a tal RPT(RPC), e Gazeta do PT (POVO). Uma Vergonha, este MP. Como o acusado e seus Advogados ficam sabendo depois que a imprensa divulga ? Nós moradores do Bairro do Xaxim que o conhecemos estamos querendo saber quem está por trás destas ARMAÇÔES.
    VERGONHA DO MINISTÉRIO PÚBLICO prestem atenção Senhores como Eles tratam das coisas do DEROSSO È PERSIGUIÇÂO POLÌTICA , só não vê quem não quer.

  19. ARQUIMEDES FOLTRAN
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 18:17 hs

    AI QUE DÓ COITADINHO DO DEROSSO ANGORA

  20. MPPR Assessoria de Comunicação
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 18:20 hs

    O Ministério Público do Paraná informa que já foi sanado o problema da nomenclatura de arquivos verificado durante o momento do protocolo da ação contra o ex-presidente da Câmara de Curitiba João Cláudio Derosso e funcionários “fantasmas” da Assembleia Legislativa e da Câmara. O juízo ainda não analisou o pedido liminar nem o mérito da ação.

  21. sério
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 18:46 hs

    Se fosse um pobre coitado, esta juiza já teria mandado pra cadeia.
    Mas como é o Derosso, faltou uma virgula, etc, etc…

  22. PITOCO DA NENA
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 18:53 hs

    É melhor apurar esse não recebimento, duvido que o MPPR tenha ajuizado algo equivocado.

    Cuidado nem tudo que reluz é ouro!!!

    PITOCO PITOCO EU TE CONHEÇO!!!!!!!!!!!!!

  23. VERDADE
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 20:05 hs

    O safado e a sua querida esposa roubam o povo e o culpado é o Ministério Público!!! Boa MP cadeia nestes vagabundos.

  24. Maria do Rocio Dalacosta
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 20:05 hs

    Falta coragem no povo brasileiro. Esse ministério público esta na gaveta da gazeta(isso até rima) mas é verdade. Se abrirem os porões do mp muito fantasma e esqueleto vão achar.

  25. SOLANGE LOPES
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 22:08 hs

    Coitadinho do ex-presidente da Camara de Vereadores de Curitiba. O menino não merece toda esta desfaçatez que estão cometendo contra ele, só porque ele meteu a mão e o pé no jarro. Não sei porque tanto alarde por causa de uma merreca de 30 e tantos milhões. Pior é o que está para vir. Acabou a grana, acabou o amor.

  26. Beto Buraco e Luciano Cratera
    quinta-feira, 12 de abril de 2012 – 8:39 hs

    Se defender de que???

    Acho muito pouco ainda, se eu fosse um ladrão como ele devolveria o que solicitaram, sobraria pelo menos 28 dos 30 milhões supostamente desviados, ainda acho que pelo tempo que ele atuou como presidente da casa pode ter certeza tem muitos milhões a mais com certeza!!!!

    Agora estes defensores dele acima que se dizem do Xaxim, devem ser funcionários dele ou até mesmo alguns da família, retirando somente o saudoso “DEROSSO PAI”, que foi um exemplo de vereador para Curitiba.

  27. ewerton rodigues de oliveira
    quinta-feira, 12 de abril de 2012 – 13:49 hs

    Graças a juizes deste naipe é que este país vai mesmo a bancarrota, com decisões e avaliações imbecis, como se ninguem soubesse o que aconteceu e continua acontecendo neste covil/antro de politicos que só veem e usam seu madato em proveito proprio desconhecendo o povão que o indicou para tal função e nem ao menos para fazer/atuar no serviço que lhe foi imposto, coisa que eles não sabem ou fingem não saber, e que deveriam atuar ou seja, serem fiscais da populaçao em gastos publicos e legislar em prol do povo inerente a sua area de atuação, ou seja o municipio de Curitiba, não ser posição ou oposição do governo, pois esta não é a sua função.

  28. Luciano
    quinta-feira, 12 de abril de 2012 – 18:59 hs

    Minha opinião tem que investigar o cara é julgar sim, não interessa o que ele fez de bom para o bairro xaxim agora mas sim o que estão falando que ele roubou do povo… Vamos começar todos a cobrar as falcatruas que existe para termos uma cidade melhor.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*