Indústria do PR teve os melhores índices | Fábio Campana

Indústria do PR teve os melhores índices

O pessoal ocupado no setor cresceu 4,4% em relação ao mesmo período do ano passado, contra declínio de 0,6% da média nacional. Em rendimento salarial, o Paraná cresceu 13,7%, versus 4,8% para o Brasil. Os dados são da Pesquisa Mensal de Emprego e Salário, divulgada pelo IBGE nesta quinta-feira (12). Considerando apenas o mês de fevereiro, a indústria do Paraná aumentou em 4,2% o número de empregos em relação a fevereiro de 2011 – também o melhor desempenho do País. Na média nacional houve recuo de 0,7%.


3 comentários

  1. Lucas
    quinta-feira, 12 de abril de 2012 – 21:25 hs

    Sinotruk troca PR por Santa Catarina…
    O Paraná perdeu ontem, para Santa Catarina, a instalação de uma fábrica de caminhões da marca chinesa Sinotruk. O município escolhido, segundo anúncio do chairman (presidente) da joint venture que trará a marca para o Brasil, Ma Chunji, foi Lages, cidade da serra catarinense, a mais de 200 quilômetros de Florianópolis. A primeira unidade brasileira da Sinotruk nasce a partir da união do grupo CNHTC (China National Heavy Duty Truck Group Corporation), dono efetivo da marca desde a década de 1930, com a importadora de caminhões Elecsonic, conhecida como Sinotruk Brasil, instalada em Campina Grande do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba – cidade que era a maior candidata paranaense para a aplicação de R$ 300 milhões em investimentos iniciais.

    Segundo o secretário estadual da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, a proposta do estado vizinho “foi muito agressiva” para o Paraná acompanhar. “Além de descontos e condições em ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços], o governo catarinense também concedeu algumas vantagens relacionadas à importação de peças e insumos. Foi uma proposta agressiva demais, que decidimos não acompanhar”, disse Barros, sem entrar em detalhes sobre valores e taxas. De acordo com ele, ainda nesta semana, havia esperança da confirmação da construção da unidade em Campina Grande do Sul, que seria visitada pelo diretoria técnica da empresa e teria vantagens de infraestrutura e logística em relação às outras opções da montadora.

    “A não ser que haja alguma reversão técnica em relação à escolha de Lages, realmente perdemos a unidade da Sinotruk para Santa Catarina”, afirma Barros. O governador do estado vizinho, João Raimundo Colombo, teria se dedicado pessoalmente à negociação. Lages é a cidade-natal dele e também teria oferecido incentivos fiscais para a instalação da Sinotruk.

    A previsão é de que, em seu primeiro ano de funcionamento, a fábrica seja capaz de entregar 5 mil unidades, alcançando 8 mil no médio prazo. A Sinotruk não revelou às agências de notícias quantos empregos pretende criar com a nova unidade fabril.

  2. Rafael
    quinta-feira, 12 de abril de 2012 – 21:33 hs

    Esse é o Paraná Competitivo do Beto Richa (PSDB):

    1. Paraná tem maior queda do país na produção industrial de fevereiro;
    2. Paraná perdeu ontem, para Santa Catarina, a instalação de uma fábrica de caminhões da marca chinesa Sinotruk.

  3. Palpiteiro
    quinta-feira, 12 de abril de 2012 – 22:41 hs

    Os dados do IBGE refletem volumes de produção, como no tempo da URSS. O que conta é faturamento. Dinheiro no caixa. Vendas. A metodologia do IBGE é da década de 1950.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*