Governo vai entregar 86 veículos para projetos de assistência social | Fábio Campana

Governo vai entregar 86 veículos para projetos de assistência social


A secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, e o vice-governador Flávio Arns assinaram nesta quarta-feira (11) protocolos de intenções com prefeitos e entidades assistenciais para cessão de 86 veículos para uso em projetos voltados ao fortalecimento da política de assistência social e ao atendimento prioritário de crianças e adolescentes. A medida faz parte do programa Família Paranaense, ação intersetorial do governo voltada para a melhoria das condições de vida de pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social e que tem como meta atender 100 mil famílias até 2014.

A assinatura do termo permite que os municípios ou entidades assistenciais requisitem os veículos ao Estado. Os carros foram adquiridos com recursos da secretaria da Família e Desenvolvimento Social. “Estamos trabalhando em sinergia para o bem-estar da nossa gente, da população excluída”, disse Fernanda Richa. “O programa Família Paranaense visa emancipar a família, dar condições de trabalho, dignidade, autonomia e independência. É isso que o governo busca nos 399 municípios do estado.”

O prefeito de Jesuítas, na região Centro-Oeste do Estado, Aparecido José Weiller Junior, disse que o carro será utilizado no atendimento a famílias carentes da cidade. É o segundo veículo repassado pelo Estado ao município. “No ano passado, o governador repassou um veículo que está sendo utilizado pelo Conselho Tutelar no atendimento a crianças e adolescentes vítimas de abandono e violência. Sem o novo carro, o atendimento era feito com um veículo antigo”.

Segundo ele, o novo veículo deve atender as famílias carentes cadastradas no Cras do município. “O governo do Estado é sensível às causas ligadas à família. Este carro vem em boa hora”, disse.

Em Matelândia, na região Oeste do estado, o veículo vai atender pessoas enfermas, segundo a irmã Aparecida Rodrigues, responsável pelo Hospital e Maternidade Tezza. “Precisamos deste veículo para atender pacientes acamados em suas residências e para transportar pessoas carentes para realizar exames. O governo estará nos dando uma grande ajuda”, comentou.

Os processos para cessão de 30 veículos já estão em fase final de tramitação. Para os outros 56, os municípios e entidades ainda precisam complementar a documentação.

Para receber o veículo, o município ou entidade assistencial deve ter certidão negativa de débito trabalhista, registro no Conselho Municipal de Assistência Social, registro no Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente, entre outros documentos. “Também é necessário que o projeto técnico esteja ligado ao atendimento à família, com foco na criança e no adolescente”, disse a coordenadora de Proteção Social Básica da Secretaria da Família, Letícia Regina dos Reis.


2 comentários

  1. ademilson
    quarta-feira, 11 de abril de 2012 – 21:26 hs

    É o desespero turma.

  2. Lucas
    quinta-feira, 12 de abril de 2012 – 17:20 hs

    Não seria melhor e mais inteligente resolver a situação das ambulâncias abandonadas por todo o estado…Novinhas em folha e sem possibilidade de uso?!?!?!?!?!?!?!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*