Demóstenes derruba chefe de gabinete de governador de Goiás | Fábio Campana

Demóstenes derruba chefe de gabinete de governador de Goiás

Conversas de Eliane Gonçalves Pinheiro com
Carlinhos Cachoeira foram gravadas pela PF

Flagrada em conversas gravadas pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo, Eliane Gonçalves Pinheiro, chefe de gabinete do governador de Goiás, Marconi Perillo(foto) (PSDB), pediu demissão do cargo. Ela entregou ao governador a carta de exoneração na noite de terça-feira, depois que a assessoria do governo foi procurada pela imprensa pedindo explicações sobre o envolvimento de Eliane com o grupo do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.


Segundo relatório da Operação Monte Carlo da PF, Cachoeira trocou telefonemas e mensagens com Eliane que, como o senador Demóstenes Torres (sem partido, ex-DEM), também foi presenteada com um telefone criptografado comprado no exterior para poder falar com o contraventor. Cachoeira usou o mesmo esquema de acesso a policiais para repassar informações sobre ações da PF à construtora Delta,


3 comentários

  1. salete cesconeto de arruda
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 10:21 hs

    Barbaridade!
    Mensalão?
    Que mensalão?
    O do PIG e o criado pelo Demóstenes com o tal Cachoeira!
    Coitados dos que acreditavam nesses caras.
    Quanto e por quanto tempo pagaram para serem enganados por esses Demóstenes e Serras?

    Fuja Beto!
    Fuja!

  2. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 12:48 hs

    hUMMMM.

    Caso eu tivesse uma seguradora, não aceitaria uma apólice do Carlinhos Cachoeira.

  3. ernesto
    quinta-feira, 5 de abril de 2012 – 19:29 hs

    GOVERNADOR DE GOIÁS, QUE, EM 2005 DECLAROU QUE LULA SABIA DA EXISTÊNCIA DO MENSALÃO, AGORA AFIRMA DESCONHECER QUE CARLINHOS CACHOEIRA FOSSE UM CONTRAVENTOR; TAL QUAL O SENADOR DEMÓSTENES TORRES, ELE PASSOU A ACREDITAR NA VERSÃO DE QUE O MESMO HAVIA ABANDONADO O CRIME

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*