Rindo à toa | Fábio Campana

Rindo à toa

Por Lauro Jardim

Até os petistas festejaram quando a notícia da desgraça de Bernardo Figueiredo no Senado chegou ao plenário da Câmara.

Igualmente insatisfeitos com Dilma Rousseff, os senadores acabaram fazendo o serviço que os deputados receavam fazer. Quem tinha medo do troco de Dilma agora está rindo à toa.

A felicidade foi geral. Tinha deputado do PP dizendo até que iria levar Roberto Requião para jantar. Um peemedebista dá o tom:

– É que a votação foi secreta. Aí o cabra vira macho.


2 comentários

  1. Simplicio Figueira
    sexta-feira, 9 de março de 2012 – 9:33 hs

    Em certa campanha, não muito distante, o hoje Senador Roberto Requião afirmou que venderia sua alma pro Diabo para se eleger. Pois bem, leve ele pro jantar, mas cuidado com o garfo.

  2. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 9 de março de 2012 – 10:51 hs

    O editorial do Estadão trata o assunto como deve ser tratado. O resto é alegria de jeca.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*