Polícia procura mulher que entregou bombons envenenados | Fábio Campana

Polícia procura mulher que entregou bombons envenenados

Da Banda B

A Delegacia de Homicídios de Curitiba divulgou nesta terça-feira (27) a foto de Margarete Aparecida Marcondes, de 45 anos. Ela é a mulher que aparece nas imagens das câmeras de segurança feitas por um shopping no Pinheirinho, entregando a caixa com bombons envenenados para um taxista levar até a casa da jovem Talita Teminski, de 14 anos. Margarete trabalha como doceira, organiza festas em Curitiba, inclusive a da adolescente que recebeu os doces e iria comemorar 15 anos dias depois. A informação foi repassada pelo delegado Rubens Recalcatti na manhã desta terça-feira (27).

Também foi divulgado um vídeo da casa de Margarete com várias marcas de sangue. Segundo a polícia, ela desapareceu de sua casa em Joinville, Santa Catarina, junto com o seu carro, um Renault Symbol. Há a possibilidade de ela ter sido sequestrada porque seu marido, identificado apenas como Nercival, foi encontrado na casa também no dia 22, com marcas de espancamento e desacordado. Ele está internado no Hospital São José em estado grave.

Em Joinville

Policiais da Delegacia de Homicídios estiveram em Joinville na última quinta-feira (22) e levantaram essas informações com o apoio do COPE da cidade. No mesmo dia, o pai de Talita, o policial Edilson Teminski, também esteve na cidade para investigar o caso.

Marido de Margarate

Na casa de Margarete a polícia encontrou um pacote plástico com veneno para rato. Já os exames feitos nos bombons mostraram que o produto usado foi o inseticida Terbufos. Outros exames serão feitos para confrontar os venenos. Também foram encontrados na casa uma blusa verde e óculos escuros, muito parecidos com a roupa que ela estava usando nas imagens flagradas pelas câmeras de segurança no dia da entrega da caixa de doces ao taxista.

Além disso, a polícia também tem depoimentos que confirmam que o carro de Margarete foi visto na região do Shopping Pinheirinho, onde a caixa foi entregue ao taxista, no dia 12 de março.

Buscas

A polícia tenta encontrar Margarete e descobrir a motivação da tentativa de homicídio dos quatro adolescentes que comeram os bombons envenenados. Os três amigos de Talita estavam na casa dela quando a caixa com os doces chegou pelas mãos de um taxista com um bilhete sugerindo que a adolescente provasse os brigadeiros para encomendá-los em sua festa.


7 comentários

  1. CSI
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 17:09 hs

    iihhh… será q a polícia já resolveu julgar o caso?
    A mulher some, e o marido aparece espancado em casa…
    Se o pai da vítima é PM e esteve em Joinville.. pode ser…

    Não digo que eu não faria o mesmo…
    mas qual o motivo de mandar bombons envenenados para seu cliente?

    Que história hein…

  2. sergio silvestre
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 18:18 hs

    Esse caso é mais nebuloso que vida de politico.

  3. Timbocofumu
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 21:03 hs

    Bota a P2 atrás .É claro que policiais já chegaram lá,a questão é:Vão aparecer com o corpo da acusada?
    O Pai é da PM?

  4. rosana
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 21:10 hs

    Tomara que a policia de Santa e do Paraná consiga desvendar este MISTÉRIO E DESCOBRIR O QUE ESTÁ POR TRÁS DESTES CRIMES.

  5. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 5:39 hs

    Não me surpreende que a criminalida aumente tanto.

    Vejamos:

    Outro dia, no caso do aassassinato de um rapaz (caso do Shopping àgua Verde). o Delegado da Homicídios disse que “não achou conveniente prender o assassino”.

    Nesse caso do envenenamento, outra pérola:

    “não havíamos investigado a MULHER (a que entregou as guloseimas) pois a família ACHAVA que ela não seria capaz de cometer o crime….

    ORA,

    A Polícia não deve pertir desse “ACHISMO” da família.

    TODAS, eu disse TODAS as hip´[oteses devem ser consideradas.

    Parecem AMADORES.

    De início, não acgaram estranho o fato do taxisita não ter se apresentado,
    Não fizeram as perguntas elementares:

    Quem sabia da Festa (de aniversário da moça)?
    Quem, nas redondezas, fabrica doces para festas?
    Quem teria interesse em “matar” a garota?

    Apenas UMA SEMANA DEPOIS do depoimento do taxista, a Polícia divulgou o retrato da mulher que entregou a caixa dos brigadeiros.

    LERDOS!

  6. Sinistro
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 11:43 hs

    Na boa, esta estoria esta muito mal contada. Será q essa senhora não tinha algum envolvimento com o pai da menina e por algum motivo resolveu se vingar dele? Humm sinistro hein?!?

  7. Efigenia Aparecida
    sábado, 31 de março de 2012 – 13:29 hs

    Por favor, quanta incompetência. Alguém pode me explicar a entrevista do delegado, afirmando que o marido da doceira era pai da adolescente envenenada????????? Alguém poderia me explicar a entrevista do vizinho da doceira afirmando que ela tinha ciúmes da família, pois o marido era separado???? Como que um delegado pode fazer afirmaçoes assim, sem qualquer prova??? Quanto amadorismo!!! E, meu deus do céu, levaram duas semanas para descobrir que quem enviou os doces foi a doceira????? Que pidada…
    A polícia civil realmente é uma piada. Estão preocupados mais em extorquir dinheiro de bandido do que fazer qualquer investigação. E os delegados, uns advogados que nem sabem o que é uma impressão digital….lamentável!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*