Perderam o respeito | Fábio Campana

Perderam o respeito

Faixa exposta agora na frente do STF, em Brasília:

Lewandovski, até quando Lewandovski?


5 comentários

  1. Mirian Waleska
    terça-feira, 6 de março de 2012 – 15:55 hs

    Se essa faixa se refere ao processo do MENSALÃO, a possível prescrição do mesmo, assino embaixo.
    LEWANDOVSKI, ATÉ QUANDO LEWANDOVSKI?

  2. terça-feira, 6 de março de 2012 – 16:08 hs

    Aqui tambem tem muita gente Lewandovski.

  3. Zangado
    terça-feira, 6 de março de 2012 – 17:34 hs

    Democracia é para isso: onde não há argumentos falam ofensas !

    “Lewandowski é o quinto ministro do Supremo a votar pela legalidade da Lei da Ficha Limpa”

    Brasília – O ministro Ricardo Lewandowski reafirmou a posição já conhecida dele pela legalidade da Lei da Ficha Limpa, no julgamento desta quinta-feira (13) no Supremo Tribunal Federal. Com o voto de Lewandowski, o placar a favor da lei está em 5 a 1, já computados os votos de Luiz Fux, Joaquim Barbosa, Rosa Weber e Cármen Lúcia. O único a votar contra foi o ministro Antonio Dias Toffoli.

    Lewandowski apresentou um voto rápido. Para o ministro, a exigência de moralidade na vida pública deve se sobrepor ao direito individual de ser considerado inocente até palavra final da Justiça. “Nós estamos diante de uma ponderação de valores, temos dois valores de natureza constitucional de mesmo nivel”, disse o ministro. Para Lewandowski, ao criar a Lei da Ficha Limpa, o Congresso fez a opção legítima de aplicar o disposto constitucional que determina o zelo pela probidade administrativa e pela moralidade para exercício de mandato.”

    fonte: agência brasil

  4. valéria prochmann
    quarta-feira, 7 de março de 2012 – 12:36 hs

    Julga, mensalowski! (Comunidade do Facebook)

  5. Alessandro
    quarta-feira, 7 de março de 2012 – 17:43 hs

    Evidente que é sobre o mensalão, de cujos autos estão há três meses com o Ministro.
    Aliás, no ano passado ele falou que os crimes do mensalão irão prescrever, prevendo devolver os autos só em 2013.
    O cargo é de Excelência, mas a pessoa…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*