Me protejam, implora Mantega | Fábio Campana

Me protejam, implora Mantega

Oficialmente, o café da manhã que Guido Mantega tomou com os líderes dos partidos da base governista no Senado na quarta-feira passada era para falar do PIB de 2,7%, recém-divulgado — modestíssimo para os 5% de crescimento em 2012 que o mesmo Mantega bradava aos quatro ventos meses atrás.

Mas, lá pelas tantas, Mantega foi direto ao que lhe interessava: pediu blindagem na sua fala no Senado, nesta terça-feira.

Quer falar só sobre economia, mas teme que a oposição leve ao ambiente assuntos desagradáveis como a demissão do presidente da Casa da Moeda, embrulhado em negócios esquisitos, e a briga entre o presidente do Banco do Brasil e o da Previ. Pediu:

-Me protejam.

Por Lauro Jardim


9 comentários

  1. José Andrade
    sábado, 10 de março de 2012 – 17:50 hs

    Crescer 2,7% num cenário mundial em que estamos, devemos é levantar as mãos pro céu e agradecer…

  2. José Andrade
    sábado, 10 de março de 2012 – 17:51 hs

    Pra todo lado que olhamos tem uma obra sendo levantada, a rua entupida de carros, supermercados lotados de clientes…

    Querem mais ainda?

  3. Silva Jr
    sábado, 10 de março de 2012 – 19:20 hs

    Mesmo com a crise mundial, PIB no governo Dilma cresce mais que média de FHC.

    É bom recordar que o crescimento de 2,7% é baixo em relação aos 4,4% que marcaram a média dos oito anos de Lula. Mas o crescimento de 2011 ficou acima da média do dois mandatos de FHC, 2,2%.

    A queda no indice brasileiro tem uma explicação. O governo Dilma entrou em 2011 convencido. pelos jornalões e pela pressão da oposição sem rumo, de que a prioridade era evitar o risco inflacionário. Isso levou o BC a levantar os juros e também desenvolver uma série de medidas macroprudenciais. Foram tomadas várias medidas destinadas a diminuir o crédito e rebaixar o consumo.

    Interessada em esfriar ainda mais a economia, a oposição perdeu uma ótima oportunidade de mostrar competência se, em vez de pedir elevações ainda maiores dos juros, que poderiam levar à uma recessão, tivesse defendido medidas capazes de manter o crescimento.

  4. CAÇADOR DE PETISTAS
    sábado, 10 de março de 2012 – 20:13 hs

    O que tem o cenário mundial com o Brasil?
    O PT recebeu um pais forte, sem inflação e maquiaram por 08 anos os índices da econômia brasileira, típica atitude dos COMUNAS A FIM DE CARANTIRA AS ELEIÇÕES. A bem da verdade é que, Lula foi incapaz de dar continuidade ao projeto de crescimento do governo anterior. O PT, não enfrentou qualquer crise econômica e não conseguiu dar continuidade, isto é uma vergonha, puro populismo e muita falácia do COMUNISTA, o verme Lula da Silva.

    Acorda José Acorda.

  5. Deutsch
    domingo, 11 de março de 2012 – 0:07 hs

    Zé Andrade. Tu é um desses baba ovos do pt né?
    Sempre arranja uma desculpa pra toda essa merda que a dilma bandida e sua trupe de ladrões aprponta pelo país.
    Esse bosta do Mantega é um falastrão igualzinho ao luladrão….

    Só fala merda.

  6. Deutsch
    domingo, 11 de março de 2012 – 0:08 hs

    Zé Andrade. Tu é um desses baba ovos do pt né?
    Sempre arranja uma desculpa pra toda essa merda que a dilma bandida e sua trupe de ladrões apronta pelo país.
    Esse bosta do Mantega é um falastrão igualzinho ao luladrão….

    Só fala merda.

  7. Vigilante do Portão
    domingo, 11 de março de 2012 – 10:45 hs

    O José deve ser funcionário do Mantega.

    Crescer 2.7%, em períiodo de crise mundial, de fato, não é de surpreender.

    A reclamação é da MENTIRA do Mantega e da Dilma.

    TODOS os Economistas, inclusive alguns do próprio governo (técnicos do BC, por exemplo), diziam, já em março/abril de 2011 que o crescimento do PIB Brasileiro estaria na casa dos 3%, pouco mais, pouco menos.

    Mantega e Dilma, MENTINDO para o povão, JURAVAM, em AGOSTO/2011, que o crescimento seria acima de 4%.

    Um Ministro da Fazenda que não sabe, em agosto (levando em conta a conjuntura Econômica,), a taxa de crescimento do país,
    É INCOMPETENTE ou MENTIROSO.

    Não há 3ª hipótese.

  8. Aline
    domingo, 11 de março de 2012 – 21:07 hs

    Quem DEVE, TEME. Este governo do Partido dos Trambiqueiros é o Ó do BOROGODÓ.

  9. Silva Jr
    domingo, 11 de março de 2012 – 23:53 hs

    Pô, tucanos, deixem de mentir:

    LULA RECEBEU DE FHC/PSDB TAXA REAL DE JUROS 2,3 VEZES MAIOR DO AO DEIXAR O GOVERNO

    No início do primeiro mandato de Lula, a taxa real, que desconta a inflação, era de 11% ao ano; agora é de 4,8%, uma das mais baixas dos últimos vinte anos.

    No início do primeiro governo Lula, em 2003, os juros SELIC estavam em 25%. Hoje, a taxa básica é de 10,75% ao ano.

    O governo Lula também executou uma política agressiva de compra de reservas internacionais. Hoje, em US$ 286 bilhões, as reservas cambiais representam um seguro que se mostrou crucial durante os piores momentos da crise de 2008. No final de 2002 (FHC), as reservas eram de US$ 16,3 bilhões e a dívida externa era de US$ 165 bilhões. Hoje, o saldo está zerado e ainda com grandes margens positivas.

    A inflação medida pela variação do IPCA, fechara 2002 (governo FHC/PSDB) em 12,5% e fortemente crescente. Este ano, apesar da ligeira alta, o IPCA dos últimos 12 meses está em 5,63%.

    E ainda dizem que Lula simplesmente “copiou” esses “sucessos” de FHC…

    FHC foi 3 vezes ao FMI. dizia que \lula quebraria o país em 3 meses, deixou o país em frengalhor, quem estava vivo lembra bem, a própia popularidade do FHC no último ano é prova disso.

    FHC nunca passou de de 46,1% de índice de aprovação de 46,1%.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*