Marido de Carina, da gang das loiras, diz que sua mulher não é bandida | Fábio Campana

Marido de Carina, da gang das loiras, diz que sua mulher não é bandida

Em reportagem apresentada no programa “Domingo Espetacular”, da TV Record, ontem à noite (25), o marido de Carina Geremias Vendramini, tenta provar a inocência da esposa, acusada de participar da chamada “Gangue da Loiras”, que fazia sequestros-relâmpagos em São Paulo. Sem mostrar o rosto, o homem, que vivia com Carina em Curitiba, diz que a mulher dele está sendo confundida com a irmã, Vanessa Vendramini (foto), que teria de fato participação na quadrilha. Eis aí um marido que acredita na mulher acima de qualquer suspeita.

A polícia de São Paulo diz que monitorou os passos de Carina durante um ano e não tem dúvidas da participação dela na quadrilha formada por outras cinco mulheres e chefiada por Wagner OLiveira, que já está preso. Segundo o delegado da anti-sequestro, Joaquim Alves, Carina levava uma vida dupla. Em Curitiba, era boa esposa e mãe de uma menina de 1 ano e 8 meses em Curitiba, e viajava frequentemente para São Paulo para praticar furtos e sequestros. “A Carina viajava para praticar furtos aqui. Ela foi reconhecida por duas vítimas”, afirma o delegado.

O marido garante que tem provas da inocência de Carina. “É um absurdo. Ela nunca sai do meu lado. Seria impossível viajar sem eu saber. Ninguém vai pra São Paulo, comete um crime, volta, faz janta e tá tudo certo”, diz revoltado.

Ele mostrou à reportagem da Record os comprovantes de pagamento de Carina, que trabalhava como atendente de telemarketing da GVT e recebia cerca de R$ 1,8 mil por mês. “Temos provas a favor dela, cartão-ponto, vídeos de vigilância da própria empresa que mostram, por exemplo, que no dia 29, quando ocorreu um sequestro atribuído a ela em São Paulo às 14 horas, na verdade Carina saiu do trabalho aqui às 14h58″, afirmou o marido.

Segundo ele, no passado, Carina já havia sido acusada por um furto cometido pela irmã Vanessa, bastante parecida com ela, e foi inocentada. “A polícia fala que ela tem vida dupla mas não tem uma passagem de avião, de ônibus, um comprovante de pedágio, com base no que eles estão falando”, diz.
Golpe

Uma das vítimas relatou na reportagem que Carina participou do sequestro. “Estavam a Carina e a Priscila. “Fui abordada no estacionamento de um supermercado. Ficaram rodando comigo por 4 horas. Fiz até xixi na calça. Compraram I-Pads e sacaram todo meu limite de débito e crédito, que deu uns R$ 10 mil. Estavam a Carina e a Priscila”,a firmou a vítima.

Outra vítima disse que ficou espantada com o requinte de uma das loiras. “O rapaz era normal, mas a moça me chamou a atenção. Ela era loira, impecável, cabelos e óculos chiquésimos. Fiquei espantada com isso. E eles só se tratavam como Bonnie e Clyde, achei até engraçado”, disse a mulher. Bonnie e Clyde formavam um dupla de assaltantes que aterrorizou os EUA na década de 30. A história dos dois que morreram em uma emboscada virou filme.

Para o marido de Carina, a polícia está confundindo ficção com realidade. “Ele deve ser delegado dia e roteirista de cinema à noite. Só na cabeça dele que ela sairia de Curitiba três vezes por semana e ninguém iria notar”, disse o marido.

A reportagem mostrou ainda que Monique, uma das acusada de integrar a gangue, presa na semana passada, inocenta Carina. “Nunca fui amiga da Carina, só da Vanessa. A Carina eu odeio, mas ela é inocente, nunca fez nada”, afirmou.

“A Monique não gosta da Carina porque ela nunca concordou com a vida que a irmã, a Vanessa, levava”, disse o marido.

Ele entregou cartões-pontos e vídeos que comprovariam a inocência de Carina, mas diz que ouviu da polícia o seguinte: “Isso serve para o juiz e não pra nós”.

Carina está presa em São Paulo, assim como o homem acusado de ser o líder da quadrilha, Wagner Oliveira, e a mulher dele Monique. Vanessa, irmã de Carina, e outras três loiras estão foragidas.


33 comentários

  1. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 26 de março de 2012 – 20:21 hs

    Uma pergunta:

    Qual é a ocupação desse moço?

    Sim,

    A esposa ganha +-R$1mil,

    Consta que moram em apartamento de classe média alta e que a moça fazia a ponte entre Ctba/SP, ida e volta, constantemente.

    Um padrão de vida elevado.

    O casal tem renda para isso?

  2. Borrachada
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 0:08 hs

    Se após um ano monitorando a moça ainda pode haver dúvidas , das três uma:
    Ou a polícia é burra e incompetente
    Ou a moça tem uma irmã gêmea que vive na mesma casa
    Ou o maridão é tão burro quanto a policia
    Acho que este caso tem tudo para ser solucionado sem nenhum atrapalho, a menos que algum advogado esperto faça da nossa incompetente justiça a marionete de sempre.

  3. Valéria Prochmann
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 7:23 hs

    hahahaha Fábio, vc é implacável! nenhum marido acredita na mulher acima de qualquer suspeita… mas todos os maridos fingem que acreditam para não terem que tomar atitude, como diz a avó da minha amiga Vica!

  4. Thiago
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 8:55 hs

    Carina ganha 1,800 reais, minha ocupação, sou Gráfico.
    E a respeito da ponte entre Ctba/SP, ida e volta, é o que a polícia fala.
    Mais não existe sequer uma passagem de avião no nome dela no ano de 2011!

  5. CSI
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 9:10 hs

    Se a moça tem uma irmã, é bem possível que não seja culpada…
    A irmã podia muito bem comprar a passagem e embarcar com documentos falsos, só pra ferrar com a outra…
    E a polícia, “super competente”, fica comendo mosca…

    O ponto chave é quem ía de fato pra São Paulo.
    O marido sabe se a esposa ía ou não.

    Não é qquer um q consegue levar essa vida dupla…

  6. terça-feira, 27 de março de 2012 – 9:34 hs

    MAS SE O THIAGO DIZ QUE TEM PROVAS DO DIA DO ASSALTO ELA ESTAVA EM CURITIBA TRABALHANDO??? PONTO FINAL

  7. joao marcio
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 10:26 hs

    Se é bandida eu não sei, mas que da um caldinho….. haaa isso dá……

  8. Mario Horzt
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 11:06 hs

    É, parece que é mais uma lambança destinada a acabar em processo contra a polícia e o governo. E quem vai pagar a conta, como sempre, será o contribuinte…

  9. sério
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 14:23 hs

    É bem fácil resolver o caso.
    Só pedir as gravações de imagem dos areoportos.
    Todos aeroportos tem imagens inclusive monitoradas pela PF.
    Daí, saberemos quem esta mentindo.
    Se a moça for inocente, vai receber uma boa indenização.
    Perguta não ofende, mas a puliça acompanhava o caso à um ano e não fez nada antes? hummm estranho, muito estranho.

  10. PAULO
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 15:19 hs

    tem marido que e cego…

  11. Timbocofumu
    terça-feira, 27 de março de 2012 – 21:10 hs

    O marido e a espos avão ficar ricos.
    Mais uma ação contra a incopetente policia que destroe a reputação e honra de pessoas.
    Imagina o caso,ele é inocente,a irma é a real ladra.
    Processo contra o estado de São Paulo,com certeza.
    Chamar o cara de corno é de uma leviandade tamanha.

  12. franklin
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 1:45 hs

    como estudante de direito no meu ultimo ano
    ela coçpletamente inocente… Não tem nenhuma passagem aérea ou de onibus ou de algum pedagio não tem komo provar que ela saiu de coritiba… E tem imagens e pontos provande que no dia e horas do sequestro ela estava no trabalho… Com um bom advogado ela sai facil e nem vai ajugamento por falta de provas… Podem sigurar ela no maximo 30 dias.. Aguardem e verão..

  13. Ly
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 10:34 hs

    A injustiça e a pior arma contra a dignidade de uma pessoa, portanto deve se fazer uma investigação seria para ão prejudicar talves uma peddoa inocente, se a moça realmente trabalha e o marido tem as provas por que não avaliar corretamete, por que a policia deve realmente fazer justiça e não injustiça.

  14. CSI
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 13:49 hs

    Não falei…. prenderam a Irmã dela em São Paulo…

    Mas essa “puliça” só faz burrada…..que absurdo… que vergonha.

  15. Camila
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 13:59 hs

    tem marido que é cego ? acho melhor vc ‘Paulo’ pensar duas vezes antes de falar,se vc nao sabe nao fale.
    Você deve ser como a maioria das pessoas que se alimenta do que a mídia fala e ainda acham que podem julgar uma pessoa inocente…
    EU e muita gente que sabe a verdadeira historia,sabe que o marido dela e nao é cego!
    e sim…vocês que estão vendo coisas absurdas que a midia coloca,nao tem moral nenhuma para falar da Carina,quem vivia com ela sabe,que ela nao tem uma ‘mente criminosa’ como o delegado diz,sabe que ela é uma ótima mae,trabalhava de sabado a domingo se precisasse..e o mais absurdo como umaa pessoa sai de Curitiba 3 vezes por semana para ir para SP sem NINGUEM SABER?? COMO ?? ME EXPLIQUEM SE VOCES SAO TAO FODAS PARA JULGAR cade uma passagem de avião? de ônibus ? ou uma foto da câmera de um pedágio?
    é so voces pensarem um pouco e veram como oq todos estão falando por ai é uma coisa IMPOSSÍVEL !
    TEMOS PROVAS O SUFICIENTE PARA PROVAR A INOCENCIA DELA,MAS NAO PODEMOS ESQUECER QUE ESTAMOS NO BRASIL,ONDE NENHUMA LEI FUNCIONA COMO DEVERIA SER.

  16. Caio
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 15:27 hs

    O marido é tipo corno manso, não sabe de nada, não viu nada, não ouviu nada e pra ele a mulher é santinha

  17. jolie
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 18:08 hs

    como advogado vc escreve muito mau ,nem parece que esta cursando o ultimo ano de direito vai aprender português pra depois fazer esse tipo de comentário kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk tá franklin

  18. Camila
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 18:23 hs

    Corno manso só pode ser voce…vai cair sua cara quando tudo isso for resolvido!
    ai eu quero ver vc vir aqui e falar coisas desse tipo…

  19. andresson
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 21:41 hs

    A moça pode ate ser inocente, mas que muita coisa vai contra ela vai, ela já sabia que a irmã era bandida, sendo ate presa por isso no lugar da irmã antes, mesmo assim continua loira como a irmã, não tenta se diferenciar da aparência da irmã bandida, o marido vem a publico defender a mulher, mas não quer aparecer, ele ta se escondendo de que? Se a mulher e ele são trabalhadores, pq esconder o rosto? Ninguém mais aparece pra inocentar a esposa, amigas, amigas do trabalho, ninguém e por ultimo se ele entregou vídeos que mostram a esposa no trabalho para a policia, pq não fez nenhuma copia dos vídeos antes de entregar para a policia para poder mostrar a imprensa para tentar demonstrar a inocência da esposa mais rápida? Eles podem ser ate inocentes, mas ambos agem como culpados.

  20. rosa
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 21:41 hs

    Para pensar com inteligência e raciocinio…
    -Não é possível ir e voltar de Curitiba a São Paulo em menos de 8 horas sem que ninguém perceba.
    -Se foi investigado-Apresente provas.
    Inocente é presa fácil para covardes,Tem endereço fixo, trabalha… e além de tudo ficam em silêncio, não são perigosos
    Já criminosos, é difícil de encontrar, dá muito trabalho e são perigosos…
    O que mais me admira é a Mídia comprar esta idéia e disseminar sem escrupulos. E depois ainda pregam lições de moral, falando de direitos humanos…Verdadeiros criminosos, quando modificam depoimentos, criam mentiras para conseguir audiência. Isto é atestado de incompetência, é um ato monstruoso, doentio.
    Vamos ver se a reportagem da INOCÊNCIA da Carina vai repercutir da mesma forma com a mesma velocidade.
    Quem vai reparar tamanho ERRO. Esta pessoa (humana) jamais será a mesma.
    Quem vai pagar por este crime.
    Justiça Já!!! Carina é inocente!! Não merece estar passando por isso.

  21. Lub
    quarta-feira, 28 de março de 2012 – 21:55 hs

    Vamos esclarecer aos ignorantes que não estudaram comportamento humano
    Vida dupla é uma coisa
    Duas pessoas parecidas com personalidades diferentes é outra coisa bem diferente.

    Que tal ler sobre o assunto.
    Chega de incriminar inocentes.

    Porque as verdadeiras criminosas não tiveram suas imagens expostas para o mundo?
    Mêdo!! Covardia!!!

    Acorda Brasil!!!
    Vamos abrir os olhos, ficar atentos e gritar por justiça

  22. quinta-feira, 29 de março de 2012 – 13:29 hs

    Bem, se a policia conseguir provar a inocencia do marido de Carina,confirma a inocencia dela.

  23. quinta-feira, 29 de março de 2012 – 13:56 hs

    conseguir fazer tudo o que a midia, afirma Carina ter feito passando dispercebido pelas pessoas a sua volta como amigos, colegas de trabalho, principalmente pelo marido,só se ele fizesse parte do jogo, de outra forma acho praticamente impossível.

  24. Amanda
    segunda-feira, 2 de abril de 2012 – 16:49 hs

    Haaa elas são tão parecidas que essa foto ai em cima é da Vanessa e não da Carina.

  25. daniel
    terça-feira, 3 de abril de 2012 – 21:32 hs

    que nossa policia é incompetente ta certo,e eu tenho medo dela pq sou honesto então não duvido de nada

  26. segunda-feira, 9 de abril de 2012 – 8:42 hs

    Segundo a policia de SP ela ja foi confundida com a irmã mesmo e foi absolvida.Mas a irmã ja teve caso com bandidos e ela tb ja namorou bandido. E quem disse que ela compraria passagens de avião e onibus com seus documentos??Tava sendo investigada há 1 ano, tanto a irmã e ela fazem parte da quadrilha.Se a policia errar ta errando demais.

  27. Robson
    sexta-feira, 13 de abril de 2012 – 19:43 hs

    Olha eu estava vendo na Sonia Abrão e cheguei a seguinte conclusão:
    Se, se ela tiver culpa, se tiver, o marido sabia.
    Porém se for inocente é muito simples provar. Basta por elementos fortes, se mora em condominio. Imagens de onde mora, da empresa que trabalhava, era so a policia requerer tudo isto.
    Quanto a viajar com nomes e documentos de outros e muito simples.
    Espero que seja inocente e se for, que tenha indenização.Mas muito lento isto.Muito lento.Precisa de um advogado que tenha bom senso.

  28. Ana Lucia
    sábado, 14 de abril de 2012 – 3:07 hs

    ?!):”

  29. Ana Lucia
    sábado, 14 de abril de 2012 – 3:15 hs

    Claro que esta garota é inocente, a não ser que ela faz parte da “Liga da Justiça”.
    Pense bem em menos de 7 horas ela vai até São Paulo participa de um sequestro relampângo… mesmo.
    Gostaria mesmo de saber como???
    Se quando eu vou a São Paulo, e olha que moro a 20 minutos, dependendo do lugar eu levo duas horas.
    Carina ou vc é tele-transportada ou a força área tem um jato a sua disposição.

  30. Letícia
    sábado, 14 de abril de 2012 – 20:59 hs

    Eu vi ontem no Programa da Sônia Abrão a reportagem onde estava o marido da Carina, acho q como muitas vezes já aconteceram, esta é mais uma vítima de enganos, não acredito q ela consiga enganar o próprio marido tanto tempo, ela estava trabalhando no dia(segundo cópia do ponto dela na empresa em q trabalha em folha timbrada e assinada por superior de Carina), não existem provas de passagens (aéreas ou terrestres) nem de pedágios(e olha q não são poucos os pedágios q tem q ser passados de Ctba até São Paulo), achei ridículo o homem(sei lá o cargo dele, mas estava lá para acusar a moça) alegar q ela e Vanessa (irmã dela) são “amigas” no facebook, a partir do momento q aceitamos alguém no face não quer dizer q somos amigos íntimos de tal pessoa, nem q somos cúmplices em crimes. Eu espero de vdd q ela prove a sua inocencia e q seja indenizada pelo constragimento q está passando, por estar longe da filhinha dela, e acho q seria sensato da parte do delegado q cuida do caso, não fazer afirmações pelo q ele “pensa”, afirmar q a polícia não erra, insinuar q o marido é um “coitado de acreditar nela”, se ela qzesse se envolver em crimes estaria casada com pessoas envolvidas (como é o caso de todas as outras), se ela está com um trabalhador é pq quer uma vida descente. E achei bem sem noção um comentário acima q questiona a situação financeira deles, se eles trabalham e sabem administrar o dinheiro deles, podem fazer muita coisa (não cabe a ng julgar), e nem julgar por si mesmo, acho q esse q questionou recebe um salário mínimo e gasta dois, não sabe administrar e acha q todos saõ iguais….

  31. Josevaldo Ribeiro de Aquino
    domingo, 22 de abril de 2012 – 21:33 hs

    Estou curioso para saber o final desta história; ou o marido é um vacilão, ou é cumplice, ou a polícia pegou a irmã errada e aí vai comprometer toda a investigação, onde pode ser forçada á liberar os outras pessoas presas neste caso.

  32. Ronildo Andre.
    quinta-feira, 10 de maio de 2012 – 13:05 hs

    Tantos bandidos confessos, e comprovados suas culpas cumprindo pena em liberdade, eu mesmo me deparo em minha rua com alguns deles, agora não conhecemos pessoalmente Carina mas pelos relatos mencionados pela mídia e comprovados por documentos , como pode manter essa mulher na cadeia? Uma das mulheres presas, em uma reportagem disse não gostar de Carina porém afirmava que ela era inocente,diante destes fatos e das lógicas absurdas, como estar em dois lugares em tão pouco tempo sem que fosse notada pelo marido ou pessoas próximas como colegas de trabalho ou mesmo seu patrões, não podemos afirmar sua inocência muito menos nua culpa, então ficaremos sempre com três versões do caso.
    -a versão dela e do marido
    -aversão da policia
    – e simplesmente a verdade.

    Aguardo noticias.

  33. Anderson
    sexta-feira, 4 de janeiro de 2013 – 16:22 hs

    Será?????

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*