Caso Demóstenes – 'É tudo muito mais grave' | Fábio Campana

Caso Demóstenes – ‘É tudo muito mais grave’

Do Blog do Noblat:

O Ministro José Antonio Dias Toffoli comentava o caso do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) na sala do cafezinho dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

Dizia que para configurar crime não basta restar provado que Demóstenes recebeu dinheiro do empresário Carlinhos Cachoeira. “É preciso provar, também, o que ele deu ou fez em troca do dinheiro”, observou Toffoli.

Foi interrompido pelo colega Ricardo Lewandowski, relator do caso.

– É tudo muito mais grave do que podemos imaginar, muito mais grave.

Foi Lewandowski que autorizou a abertura de inquérito contra Demóstenes e a quebra do seu sigilo bancário.


8 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 30 de março de 2012 – 17:46 hs

    Este caso não tem volta. Crime e castigo. Este senador, deliberadamente, enganou a torcida de uma forma muito mais vil do que os outros vagabundos que lá existem, que são sobejamente conhecidos por serem vagabundos. Destes nunca se esperou nada, porque nada são e nada serão. Já, este demagogo embusteiro safardana, fez a todos acreditar que era impoluto e imaculado e, na verdade não passa de um vagabundo como outro qualquer.

  2. Borrachada
    sexta-feira, 30 de março de 2012 – 18:07 hs

    Imagine só o Toffoli julgando o mensalão?
    Com estas declarações este ” ministro ungido”já nos dá uma avant premiére de como vai se comportar.

  3. Palpiteiro
    sexta-feira, 30 de março de 2012 – 19:41 hs

    Logo vem Agripino Maia para o valão. Não sobrará ninguém. Este partido adotou uma sigla amaldiçoado por belzebu: dem bem pode ser dêmo, demônio, o cão. O diabo vai lever todos para o fundo dos infernos. Hasta La Vista, Baby.

  4. sexta-feira, 30 de março de 2012 – 20:31 hs

    Toffoli sabe que o companheiro zédirceu, está também envolvido com Cachoeira então como quem não quer nada tenta abafar o caso

  5. sergio silvestre
    sábado, 31 de março de 2012 – 0:15 hs

    E PITÁFIO..Aqui jáz meio a contra gosto,demostenes.

  6. Vigilante do Portão
    sábado, 31 de março de 2012 – 4:47 hs

    Claro que é muito mais grave.

    A Polícia usa a tática de “contar aos poucos”.

    Espera os desmentidos do acusado e as justificativas esfarrapadas.

    No momento seguinte, apresentam outros trechos das gravações,
    obrigando o piulantra a desmentir o desmentido.

    Simples.

    É muito mais grave, pçois envolve OUTROS parlamentares.
    As conversas desnudam o esquema da jogatina.

    Financiam parlamentares de vários partidos.

  7. Silva Jr.
    sábado, 31 de março de 2012 – 11:09 hs

    Trabalha trabalhaodr e descobrirá que o mensalão foi invenção da VEjA, Cacoeira e Demóstenes, como está dito nas gravações da Pf e denunciado pela mídia. O mensalão foi na verdade um caixa 2 de campanha, que todos os partidos fazem.

    “Cachoeira e Demóstenes armaram o mensalão”

    QUEM DIZ É O EX-PREFEITO DE ANÁPOLIS (GO) ERNANI DE PAULA, QUE CONVIVEU COM OS DOIS; ELE FOI AMIGO DO CONTRAVENTOR E SUA MULHER SANDRA ELEGEU-SE SUPLENTE DO SENADOR DO DEM EM 2002; “CACHOEIRA FILMOU, POLICARPO PUBLICOU E DEMÓSTENES REPERCUTIU”, DISSE ELE A POLÍCIA FEDERAL.

    Quem comprou a versão da VEJA se deu mal …

  8. VERA
    sábado, 31 de março de 2012 – 20:27 hs

    é tanto psdb quanto dem desceram o pau no zé dirceu. brasileiro tem memoria curta, esqueceram dos anoes do orçamento, da jorgina, do PAU QUE O ALVARO MANDOU DAR nos professores??? a realidade é que TODOS são safados….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*