Vigilantes do transporte de valores em greve | Fábio Campana

Vigilantes do transporte de valores em greve

Do G1 PR

Pelo menos quatro mil vigilantes e tesoureiros do transporte do
valores do Paraná entraram em greve por tempo indeterminado desde a 0h
desta quarta-feira (1º), segundo o Sindicato dos Empregados em
Empresas de Transporte de Valores e Escolta Armada do PR
(Sindeesfort).

A paralisação deve afetar a circulação de dinheiro em
todo o estado. Não haverá abastecimento em agências bancárias e
terminais de auto-atendimento, por exemplo.
Greve deve afetar a circulação de dinheiro em todo o Paraná.


Os trabalhadores reivindicam aumento de 13% do salário, sendo que já
está incluído neste patamar a reposição da inflação pelo Índice
Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) dos
últimos doze meses em relação à fevereiro, mês da data base da
categoria. Estima-se que a inflação entre fevereiro de 2011 e
fevereiro de 2012 fique em 5,72% pelo INPC. Além disso, a categoria
pede aumento do vale refeição de R$ 16 para R$ 22 e a criação de um
piso salarial para os tesoureiros.

“Nós já tivemos algumas propostas desde a semana passada, mas até
agora não conseguimos o que queremos. Não há previsão para novas
negociações e também não há tumulto, todos os trabalhadores aguardam
pacificamente por novas propostas patronais”, afirma o presidente da
federação dos vigilante do estado, João Soares.


Um comentário

  1. andre
    quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 – 15:06 hs

    Todo ano a mesma coisa…fevereiro dos vigilantes,novembro dos bancarios…faz favor hein…classezinha

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*