Só no Rio | Fábio Campana

Só no Rio

Do Giba Um

O homossexual Carlos Tufvesson, coordenador da Diversidade Sexual da prefeitura do Rio, reuniu grande grupo para gravar mensagem de carnaval da campanha Rio sem Preconceito e conseguiu cometer tantos erros, a ponto de irritar entidades GLBT, outras de assistência a deficientes e até mesmo grupos religiosos. Confundindo o espírito da coisa, colocou junto mulatas, travestis, drag queens, deficientes físicos, portadores de síndrome de Down e o que chama de outras anomalias genéticas e até cegos.


5 comentários

  1. Escritor
    sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 – 11:35 hs

    Sabe, Fábio, sem ofender ninguém, sabe o que toda essa gente precisa?
    Ficar um ano na África em trabalho voluntário, passando todo tipo de necessidade, para ver que o mundo não gira em torno do tema sexo e muito menos em torno dos 0,01% de gays que existem no Brasil.

    Quando essa gente fala, dá até medo!

  2. Borrachada
    sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 – 14:29 hs

    Entre as ” outras anomalias geneticas” citadas na matèria, certamente està o Roberto Requiao de Melo e Silva.

  3. geraldo
    sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 – 14:32 hs

    com as aberrações do politicamente correto só podiam descambar nesse ridículo sem fim.

  4. sergio silvestre
    sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 – 20:15 hs

    Escritor,tem bem mais que 0,01%Neste universo deste post com tres comentarios,já temos um viado,o borrachada.
    Então é 33,33,33,33%

  5. Mirian Waleska
    sábado, 11 de fevereiro de 2012 – 2:52 hs

    Esse cara é bom pra trabalhar com a Dilma.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*