Richa apresenta proposta de subsídio para policiais conforme a Emenda 29 | Fábio Campana

Richa apresenta proposta de subsídio para policiais conforme a Emenda 29

Governo vai conceder aumento de 23,5% e de 26% no salário de ingresso de policiais militares e civis, respectivamente. Para a criminalística, o aumento chega a 31%.

A proposta do governo, que regulamenta o regime de remuneração das forças de segurança por subsídio, conforme prevê a Emenda 29 da Constituição Estadual, será encaminhada para a Assembleia Legislativa no dia 1º de março para ser implantada na folha de pagamento do Estado de maio. Estão previstos também os escalonamentos de reajustes até 2014. As tabelas com as novas remunerações foram apresentadas para as entidades que representam os policiais civis e militares do Estado.

De acordo com o governador Beto Richa, a proposição a ser enviada ao legislativo é um avanço significativo na remuneração dos policiais. “O reajuste coloca o Paraná com um dos melhores salários do Brasil para as forças de segurança”, disse Richa. “Fomos no limite do que era possível para atender da melhor maneira os anseios dos nossos policiais. Não sei de outra categoria profissional que tenha conquistado aumento semelhante no país”, comparou.

Richa disse que assumiu o governo com o compromisso de valorizar todas categorias do serviço público do Paraná e que as negociações com os representantes das categorias policiais estão em andamento há algum tempo. “Determinei à nossa equipe que fosse feito todo tipo de esforço possível para atender às reivindicações da área de segurança, observando-se as possibilidades financeiras, orçamentárias e legais”, disse o governador.

De acordo com o governador, seria impossível ir além dos números que estão sendo apresentados para recompor o salário dos policiais. “Criou-se uma falsa expectativa sobre o assunto. É lamentável que haja interesse político de insuflar as categorias, para causar desgaste do governador. Falam em reposição de perdas de 13 anos. Não há como fazer milagre. Não tenho esse dom. Tem que haver compreensão”, afirmou. “Não faço demagogia. Assumi o compromisso de valorizar servidor, mas dentro das possibilidades. E estamos trabalhando nisso”

Ele disse que todas as demandas por aumento salarial estão sendo tratadas com austeridade e responsabilidade. “Não posso quebrar o Estado para atender todas as reivindicações por aumentos salariais”, destacou. “Temos que ser responsáveis e equilibrar a necessidade de ganhos com a necessidade de investimentos para termos serviços públicos de qualidade na educação, na saúde e na infraestrutura”, disse.

O governador disse esperar que o anúncio do aumento salarial seja bem recebido pelas corporações da Polícia Militar e Polícia Civil e que não vê motivo para uma greve. “A ordem deve ser mantida. Não admito baderna. Os princípios de hierarquia e disciplina têm que ser respeitados. O que ocorreu na Bahia não vai ocorrer no Paraná. E não há motivos para isso, diante do aumento que estamos concedendo e do esforço que estamos fazendo”, disse.

INVESTIMENTOS — Richa relatou a situação em que encontrou o sistema de segurança ao assumir o governo, tendo o menor efetivo per capita de policiais do Brasil, por falta de reposição. Ele lembrou que a taxa de homicídios chegou a 32 por 100 mil habitantes (mais que o triplo do que em São Paulo, onde é 9,7) e o Paraná tinha a segunda pior situação do país em relação à custódia de presos em distritos e delegacias — mais de 15 mil presos estavam em situação irregular.

A situação começou a ser resolvida ainda em 2011, com a contratação de 2.000 policiais militares, 695 agentes para a polícia civil e 500 bombeiros militares, que estão em fase de formação e treinamento e devem estar nas ruas ainda neste ano. Até 2014, o programa Paraná Seguro prevê a contratação de 10 mil policiais.

O governador disse ainda que neste ano será implantado o sistema de módulos móveis e que serão adquiridas 3.000 viaturas, com tecnologia embarcada, além da construção de novas delegacias e penitenciárias, em parceria com o Ministério da Justiça.


48 comentários

  1. eu
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 20:12 hs

    ha ha ha. vem ai a contra informação

  2. Busque verdade
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 20:13 hs

    Parabéns, vc está fazendo somente propaganda governista. Cheguei a pensar que esse fosse um blog com opiniões de valor. Se vc Fabio Campana, estivesse interessado na verdade, veria que policiais com mais tempo de polícia não foram comtemplados com nenhum aumento real, como se já ganhassem bem, após 20 ou 25 anos de serviço.

  3. marcio
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 20:50 hs

    e melhor vc se informar este reajuste é so para soldado novo, o soldado com 25 anos de serviço nem a reposição vai ter e vai continuar a ganhar o mesmo salário entra no site da amai que vc vai ficar sabendo da tremenda sacanagem do governador, eu com 25 anos vou protocolar meu pedido de aposentadoria sem reposição de salario não da mais para trabalhar, salariuo na policia é so para oficial praça so migalhas…

  4. laisa lopes
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 21:04 hs

    Meu caro Fabio Campana, tenho todo respeito pelo seu zelo profissional, porem, está agindo como o verdadeiro jornalista CHAPA BRANCA. Cuidado para não macular o seu currículo.Não se junte ä camarilha.

  5. tigrao
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 21:06 hs

    VERGONHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  6. adalberto
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 21:24 hs

    Olá Fabio vc precisa se informar pois vc está sendo parcial, pois policiais com mais de 15 anos e com curso superior não serão contemplados com o tal reajuste do governo, e só um detalhe maioria dos soldados da pm possuem mais de 10 anos e grande parte possuem curso superior, estás precisando se atualizar para não ser parcial senão vai todo mundo pro blog do requianista esmael moraes.

  7. FERNANDO
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 21:31 hs

    O Q O GOVERNO QUER FAZER É DAR COM UMA MÃO E TIRAR COM A OUTRA, POIS EXISTEM AS GRATIFICAÇÕES Q ELE SIMPLESMENTE RETIRA COM ESSA EXCRECÊNCIA Q ELE CRIOU, O Q FAZ Q OS POLCIAIS NÃO LEVEM NADA E ALGUNS ATÉ PERCAM.

  8. Celso Silva
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 21:37 hs

    Isso é o fim da Segurança Pública. Ainda há pessoas que têm capacidade de falar mal do Requião.

  9. luiz
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 21:47 hs

    Ao contrário do que afirma o governador Beto Richa, os policiais e bombeiros militares não receberão um reajuste salarial de 23% com a implementação desta proposta de subsídio!

    APENAS SOLDADOS, CABOS, E SARGENTOS – COM MENOS DE 05 ANOS DE SERVIÇO – TERÃO REAJUSTE SALARIAL!

    Entenda porque:

    – Atualmente PMs já ganham os valores propostos por causa das gratificações
    Com os valores apresentados, quase todas as classes não terão nenhum ganho real, uma vez que o subsídio ficou abaixo da remuneração atual da categoria. Somente não terão os seus salários reduzidos porque receberão a diferença como “vantagem pessoal”. Talvez o governador tenha esquecido que a categoria não recebe apenas o soldo. Recebe também as gratificações.

    – Valores não tem explicação técnica
    Os valores apresentados na proposta do governo para cada posto ou graduação, não tem uma explicação técnica e nem se quer respeitam o escalonamento vertical.

    – Reajuste anual (data base) dos militares estaduais foi incluído na proposta de subsídio
    Na verdade, o “aumento” proposto é de 17,5%, porém, o Governo somou a esta percentagem o reajuste anual (data base), transformado em uma percentagem única para a Polícia Militar, que totalizou os 23%. Ressalta-se, novamente, apenas para soldados, cabos e sargentos com menos de cinco anos de serviço.

    – Militares da ativa com mais de cinco anos de serviço, inativos e pensionistas não terão o subsídio e nem mesmo o reajuste anual (data base)
    A proposta apresentada pelo governador Beto Richa, não contempla os militares estaduais da ativa com mais de 10% de adicionais por tempo de serviço, nem os inativos e pensionistas, na sua totalidade. Portanto, eles não serão beneficiados por esta forma de “subsídio” e nem mesmo com o reajuste da data base, por estar “incluído” ao subsídio.
    NÃO TERÃO SUBSÍDIO E AINDA PERDEM O RESJUSTE ANUAL!

  10. luiz
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 21:49 hs

    PALAVRAS DO CORONEL FURQUIM PRESIDENTE AMAI

    O projeto Richa para a implementação do SUBSÍDIO dos policiais militares e civis está desfigurado e se constitui, agora, numa peça de artilharia que, se volta contra o artilheiro ou criador. Desfigurado, manipulado e corrompido, o Governo o apresenta como um instrumento da maldade salarial, gestada no seio dos seus implementadores. Tipo assim: “vocês querem subsídio? Pois vejam o que nós conseguimos fazer dele!!”.

    Realmente, subtraíram a remuneração dos coronéis atuais como a base da hierarquia militar e salarial. Criaram e fixaram um valor “arbitrário e fictício”, como teto da remuneração do futuro coronel (R$ 15.418,22). Desconstruíram o escalonamento salarial vertical atual (e o vigente ao tempo da Emenda à CF19/98), instituídos por lei, e o substituíram por um novo, da sua invenção e sem base técnica ou jurídica. Estabeleceram que a carreira se encerra do plano remuneratório aos 25 anos (não aos 35), e por este mecanismo, subtraíram dos que já o têm incorporado (50%), revisando-o, anualmente; mas, que serve como teto para os que chegam. Isto é, ninguém chegará aos sete quinquênios.

    Vendendo miragem, o Governo concede a aparente “benesse” de nivelar o soldado como se ele já tivesse, ilusoriamente, 25 anos de serviço e não 35 como é de direito. Assim, também, fixou um teto salarial reduzido para as praças. Com isto, dá, num primeiro momento, um modesto “upgrade” na remuneração atual do soldado – embora lhe furtando o futuro e, com base na sua remuneração atual, pois foi desconsiderada a soma das vantagens. Por consequência, todos se nivelam em aproximadamente R$ 3.000,00 para, somente voltar a concretizá-la em pouco mais de R$ 3.500,00, em 2014; contrariando o Parágrafo 4º do Artigo 39 da Constituição Federal.

    Por este mesmo mecanismo dos 25 anos, abstrai a inatividade de qualquer benefício da implementação do subsídio, congelando os que já atingiram o patamar da remuneração máxima e bloqueando a passagem das vantagens aos 25 anos. Para os inativos não há “impacto” na folha de pagamento: ele não existe para os inativos– vai tudo para a vantagem pessoal inominada.

    Há mais armadilhas escondidas: esperem para ver!

    Assim, percebemos que o mal não tem limites. Voltamos à luta secular do trabalhador contra o patrão. A Assembleia Legislativa, certamente, não endossará esta grosseria que se pretende fazer contra os policiais civis e militares, e especialmente contra si própria, pois discutiu à exaustão a concessão do subsídio como forma remuneratória aos policiais em cumprimento ao mandamento constitucional federal, Emenda 19/98, e estadual, pela Emenda 29/10.

    As ponderações de todos os integrantes da comunidade, comandante-geral, subcomandante-geral e quatro membros do Fórum das Entidades, foram feitas, mas, apesar das insistências, de nada adiantou. Muitas desculpas, tratamento cuidadosamente VIP à Mesa, mas de resultado positivo: absolutamente nada! As perspectivas para uma discussão final, pós-carnaval, só servirão para esquentar os ânimos, pois não se acena com absolutamente nada. Ainda assim, se nos for dado lugar à Mesa, lá estaremos!

    Acreditem apenas em nós mesmos, vamos ampliar os atos públicos e teremos novo material de esclarecimento à população. Vamos demonstrar claramente que o Governo oferece uma proposta maliciosa.

    Do projeto original não se guardou absolutamente nada e do subsídio, apenas o nome, com a “benesse” da representante da PGE, que lhe empresta capa conceitual, esquecidos de que vão, mais hora, menos hora, tomar desse mesmo remédio, pois estão incluídos na Emenda CF 19/98.

    As emendas orçamentárias da autoria do deputado Mauro Moraes e aprovadas pelos senhores deputados não foram consideradas. Os impactos foram declarados de quatro milhões para 2012, dois milhões para 2013 e quatro milhões para 2.014. Isto é, para este ano, está previsto o gasto de meros R$ 3 milhões aproximadamente, dos R$ 150 milhões orçamentados para a PM. Para a PC, nem a metade disto.

  11. paulo sergio dos santos
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 22:15 hs

    fabio queria dizer aqui que o que o governo ta fazendo e propaganda com o chapeu alheio esse aumento prometido por não atende nem 2 mil policiais os demais vão sair perdendo nõ recebendo nem a inflação.converse com alguem das entidades no meu caso sou soldado a 20 anos e recebo com todas as gratificações hoje 3190 reais com o aumento que o governo propõe vou passar a receber 3000 reais uma perda de 190 reais e é assim com toda a tropa e ele vem dizer que esta valorizando os policiais a maior balela.obrigado por vc da atenção e ir se informar a respeito.

  12. vilson marujo
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 22:34 hs

    poxa fabio que absurdo, gostaria de saber se o governo foce o requiao o que vc estaria achando deste governo.seje imparcial plz…

  13. salete cesconeto de arruda
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 22:45 hs

    Tempo de começar uma CAMPANHA que toque de fato os políticos sobre aumentos para os policiais e outros trabalhadores.
    Sugiro: VAMOS ENCURTAR AS DIFERENÇAS!
    AUMENTA O SALÁRIO DE TODOS OU ABAIXO O DOS POLÍTICOS
    Político principalmente do EXECUTIVO só entende a necessidade do POVO quando é pego pelo bolso. Fora isso esqueçam! Então sugiro a todos os POLICIAIS e demais funcionários que comparem seus SALARIOS com o da família Richa e amigos. Assim voces terão mais força para vencer essa luta JUSTA.
    Quanto ao Fábio continue postando pois ele sempre deixa a gente entrar em sua casa. Como bom jornalista sabe que o valor de um MEIO DE COMUNICAÇÃO está em acolher também a oposição.

  14. Santana
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 22:48 hs

    Não foram contemplados os policiais com mais de 25 anos, perderam gratificações, e os aposentados e pensionistas também não serão beneficiados. Quem já tem 25 anos irá pedir a reserva. Com esta situação o número de contratados não suprirá a necessidade ficaremos pior que já está. Perderemos importantes conquista ao longo de vários anos. Mas aguardem as demandas judiciais… Que pena nosso Governador está mal assessorado.

  15. Cidadão
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 22:55 hs

    Acho que o Hauly e o Sebastiani andaram contando algumas mentirinhas para o Governador. Acorda Beto Richa! Vá nos detalhes da proposta que você verá o absurdo! Tem Delegado que terá perda salarial.

    Nota Conjunta da Associação dos Delegados de Polícia do Paraná – ADEPOL e do Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná – SIDEPOL:

    OS DELEGADOS DE POLÍCIA ESTÃO DE LUTO

    Os Delegados de Policia do Estado do Paraná estão de luto por não terem sido contemplados com a recomposição salarial prometida pela equipe de Governo.

    Conforme a tabela apresentada pelo Governo, que busca a transformação da remuneração dos chefes de polícia em subsídio, traduz praticamente 0% de correção em 2012, ficando muito distante do índice divulgado na imprensa oficial. Isto significa dizer, que sequer a correção inflacionária foi observada.

    Num momento em que se acreditava em soluções para a Segurança Pública, após exaustivas tentativas de negociação, que foram frustradas, estabeleceu-se um clima de tensão no âmbito da classe dos Delegados e no seio da Polícia Civil, o que certamente se traduzirá em prejuízo ainda maior a coletividade, que paga seus impostos e merece um serviço de qualidade no setor.

    Não é o desejo da Classe.

    Assim, os Delegados de Polícia, deliberaram integral apoio à base da polícia, desde que, é claro, as medidas sejam revestidas de legalidade.

    Os Delegados de Polícia do Estado do Paraná, não deixarão de cumprir seu dever legal, previsto pela Constituição da República, Código de Processo Penal e Estatuto da Polícia Civil, mas não exitarão em defender seus direitos.

    JAIRO AMODIO ESTORILIO
    Presidente – SIDEPOL/PR

    KIYOSHI HATTANDA
    Presidente – ADEPOL/PR

  16. Joca Coruja
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 23:01 hs

    Campana, é uma barbaridade. O subsidio engole todos os quinquenios do servidor policial civil. Tem policial civil que vai ter o salario diminuido em mais de dois mil reais(2.000,00). Pelos calculos feitos, tem delegado que vai perder mais de 4.000,00(quatro mil reais). Isto é um absurdo, passivel de mandado de segurança pois o salário do funcionário público é irredutivel. É um descalabro.

  17. Marvado
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 23:10 hs

    Como leitor assíduo de seu blog custa acreditar que tal informação não tenha sido valorada da forma que deveria ser por Vossa Senhoria sem levar em consideração todo o respeito e paciencia dispensada pelas classes policiais . E sim constatar o descaso total, a enrolação, as mentiras proferidas pelo Governo por todo esse período de negociação.

  18. Governador Hauly
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 23:15 hs

    Parabéns à equipe de governo, conseguiram fazer o impossível, dar um aumento que diminui o salário.

  19. Sargento Ponta Grossa
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 23:16 hs

    Como pode ser tão cara de pau, em mentir para a população ele conseguiu achatar o salário dos praças sargento e subtenentes não tem valor para ele, mas se ele não sabe todo o município tem um sargento e o troco sera nas urnas. Nas repudiamos viementemente esta tabela maldita.

  20. Cassiano Lucas Menegazzo
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 23:23 hs

    Isso não é verdade:
    Richa apresenta proposta de subsídio para policiais conforme a Emenda 29.
    Este não é o Subsídio Constitucional, portanto, seria ilegal se aprovado.

  21. Porquê?
    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012 – 23:46 hs

    Porque os policiais não foram tão radicais com o governo do Bob Requiao ? Porque não fizeram greve como ameaçam agora durante os oito anos do governo anterior? Só agora os policiais notaram que seus salários estão defasados? Logo em ano eleitoral? As motivações políticas desse movimento são claras. Apenas não se esqueçam: vocês não estão chantageando o governador. Vocês estão chantageando aqueles a quem deveriam proteger que são os cidadãos trabalhadores desse estado. Somos nós que ficaremos a mercê da marginália. Quantos irão perecer? Quantos de nós receberam aumentos nos últimos anos?

  22. M.A.S
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 0:43 hs

    Deixaram de colocar lá no Executivo, alguém que soubesse fazer “continha”.
    É de dar risadas com essa de “implantação de subsídio”, dita por nosso governador.
    Tremenda piada.
    Veja, eu como 3º Sargento, da reserva, ao final da 2014, um soldado passará a ganhar mais do que eu com 30 anos de serviço.
    Sem contar que os aposentados e pensionista ficarão de fora.
    Que tabela louca é essa.
    Se esta tabela for implantada como está, será o maior fiasco da história da nossa Corporação.
    Ninguém conseguiu ser tão ridículo a ponto de sustentar uma ideia dessas.
    Alguém está pisando no tomate e feio, mas nosso Beto não consegue enxergar no rolo de fumo que está se metendo.
    Cada coisa mais infantil desse governo e não tem alguém de capacidade de ver o que está acontecendo.
    ACORDA BETO.

  23. LEO
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 8:27 hs

    NAO SO OS POLICIAIS…COMO TAMBEM FUNCIONARIOS FEDERAIS DE BASE…UM AUMENTO FANTASMA E TRES MESES DEPOIS BAIXARAO A GRATIFICACAO..CULPADO DISSO E O POVO QUE NAO SABE VOTAR…SEMPRE OS MESMOS..O DELES JA ESTA GARANTIDO..INCLUSIVE A FAMILIA TODA….NAO SABE VOTAR TOMAAAAAA.

  24. PM ANTIGAO
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 8:51 hs

    O COPOM ME RAPASSA UMA OCORRENCIA,VOU A 20 KM POR HORA,CHEGO NO LOCAL E SEMPRE TEM RECLAMAÇAO DA DEMORA, SABE O QUE EU RESPONDO.MEU SENHOR EU NAO POSSO FAZER AQUILO QUE ESTA ALEM DAS MINHAS LIMITAÇOES, EU NAO POSSO COMPROMETER A SOCIEDADE COM ALTA VELOCIDADE NAS RUAS DE CURITIBA PARA SOCORRER SOMENTE SUA FAMILIA, LEMBRE O COBERTOR É CURTO,E DAI VIRO AS COSTA E VOU EMBORA,E SEMPRE PEÇO CONTINUE PAGANDO SEUS IMPOSTOS AFINAL E O SENHOR QUE PAGA MEU SALARIO,E NAO ESQUECE DE TIRAR SEU NOME DO SEPROC.ME RESPONDAM PORQUE O CARA NAO PAGA NEM A CONTA DO BOTECO E SEMPRE ALEGA QUE PAGA NOSSOS SALARIOS

  25. John
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 9:19 hs

    Fábio, acho interessante que é só venha a nós o vosso reino, criaram uma fantasia do subsídio, que era maravilhoso,que todo mundo ia ter aumento e NADA, absolutamente NADA foi discutido com os praças e oficiais, o governo somente está cumprindo a “MARAVILHOSA” EC 29 proposta pela AMAI. As pessoas deveriam olhar primeiro para o histórico da EC 29, saber o que é subsídio e aí sim tirar suas conclusões.

    Veja há quantos anos os servidores federais estão sem aumento!!!

  26. Marcos
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 9:45 hs

    Nem Jesus Cristo agradou todo mundo! Vale o que for melhor para a maioria! É simples assim!

  27. Leo
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 9:45 hs

    OS DELEGADOS DE POLÍCIA ESTÃO DE LUTO

    Os Delegados de Policia do Estado do Paraná estão de luto por não terem sido contemplados com a recomposição salarial prometida pela equipe de Governo.
    Conforme a tabela apresentada pelo Governo, que busca a transformação da remuneração dos chefes de polícia em subsídio, traduz praticamente 0% de correção em 2012, ficando muito distante do índice divulgado na imprensa oficial. Isto significa dizer, que sequer a correção inflacionária foi observada.
    Num momento em que se acreditava em soluções para a Segurança Pública, após exaustivas tentativas de negociação, que foram frustradas, estabeleceu-se um clima de tensão no âmbito da classe dos Delegados e no seio da Polícia Civil, o que certamente se traduzirá em prejuízo ainda maior a coletividade, que paga seus impostos e merece um serviço de qualidade no setor.
    Não é o desejo da Classe.
    Assim, os Delegados de Polícia, deliberaram integral apoio à base da polícia, desde que, é claro, as medidas sejam revestidas de legalidade.
    Os Delegados de Polícia do Estado do Paraná, não deixarão de cumprir seu dever legal, previsto pela Constituição da República, Código de Processo Penal e Estatuto da Polícia Civil, mas não exitarão em defender seus direitos.

    JAIRO AMODIO ESTORILIO
    Presidente – SIDEPOL/PR

    KIYOSHI HATTANDA
    Presidente – ADEPOL/PR

  28. Delegado
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 9:46 hs

    Com 20 anos de serviço prestado, sinto-me ultrajado com essa equipe de governo. O salário ficara exatamente igual, sequer a recomposição da inflação. Ou são incompetentes ou estão com absoluta má-fé. A resposta virá em esclarecimento em todos os jornais e veículos de grande circulação, vamos mostrar que o governo mente e que esse pseudo reajuste atinge apenas 15% da classe dos delegados. Volte a bordo Beto Richa, volte a bordo…

  29. mauelportugues
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 9:57 hs

    BETO PARE DE PROPAGANDAE DE INAUGURAR OBRAS DO GOVERNO ANTERIOR EGOVERNE O PARANA COMO PROMETEU NA CAMPANHA QUE ATE ME ENGANOU TRATE OS POLICIAIS COM RESPEITO

  30. adalberto
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 10:01 hs

    |Meu caro porque vc não sabe o que fala se sou soldado a 15 ans e recebo 3190 e agora vou recebr 3000, o que acha que devo ficar quieto, e vc que se diz da socidade e que nós temos o dever de protege-los, vc sabe que policial nao pode fazer greve e o que vc faz para que nós policias sejamos dignamente remunerados, ou vc acha que 3000 e bastante pra salvar sua vida, pra te atender quando o bandido te pega ou pagar com a propria vida pra salvar a sua.

  31. Dirceu
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 10:18 hs

    Propaganda enganosa…

    A tabela anunciada pelo governo, a primeira vista de quem não conhece o sistema parece boa. O problema é que nas minúcias estão as origens do desagrado da classe, pois, o “aumento” ocorre apenas para a função inicial. Policiais com mais de 10 anos de serviço, cabos, sargentos e sub-tenentes na realidade terão redução de salário. Na verdade o governo propõe melhorias apenas para quem acabou de ingressar, os policiais mais experientes e justamente os que deveriam ser melhor valorizados terão perdas salariais ao longo de três anos, e a redução já começa agora. É enganosa a proposta.

  32. T. Contas mostra solução !
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 10:24 hs

    Eis um trecho do blog da Joice:
    “O Paraná tem apenas 0,37% do orçamento disponível para gastos com pessoal. Se ultrapassar este limite, poderá ter problemas com a Lei de Responsabilidade fiscal. Conceder aumento de salários neste momento pode ser inviável a afirmação é do Presidente do Tribunal de Contas do Estado, Fernando Guimarães. Ele explica que o Estado já está quase no limite dos 95% de gastos com pessoal e para resolver o problema, seria necessário ou aumentar a receita ou diminuir os gastos, cortando comissionados, por exemplo……..”
    Como a receita deve aumentar mas há que ver comprovação disto, o governo pode valorizar os servidores de carreira e permanentes e reduzir os eventuais afilhados que logo vão embora ou perdem os cargos para um novo governo e viram pessoas revoltadas e improdutivas para o Estado. Com isto, pode pagar o devido salario de nivel superior para os investigadores, por exemplo.

  33. COP Paraná
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 10:34 hs

    Primeiro.

    Temos que falar a verdade, o Requiao no inicio do seu Governo nos deu sim um reajuste que dobrou o vencimentos, lembro bem que no ano de 2000 recebeia a quantia de R$ 634.00 posterior a assumir o Governo o Requião repassou os vencimentos para R$ 1.394.00, no final do seu mandato ele nos deu outro reajuste de pois os meus vencimento foram para R$ 2.700 liquido, então colegas não sou fã do Requião muito menos do Delazzari, mas que ja esta demonstrado que eles tem mais palavra do que esse Governo isso tem.
    Pensei que nunca iria dizer isso, como tenho saudades do Delazzari e do Requião, o Governo deles foram ruim para o policial mais esse Governo atual está superando.

  34. Observador
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 10:39 hs

    Verdadeiro ESTELIONATO esse mentiroso aumento salarial, pois houve sim, em alguns casos, redução salarial. Não posso acreditar que o Governador Beto Richa tenha sido devidamente informado sôbre os índices propostos. Deve ter sido induzido em êrro. Se não foi, é lamentável, e as urnas para eleição de Prefeito de Curitiba e aliados, receberão a resposta de Policiais Civis e Militares. No governo anterior tivemos sim um aumento significativo de 46% e, todo o ano, a reposição salarial baseado nos indices inflacionários, o que veio, em parte, corrigir as injustiças do outro governo. Eu votei no Beto Richa.

  35. Matuto
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 10:45 hs

    Sera q o Beto consegue reeleger o Ducci?

  36. Na Ativa
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 10:49 hs

    Ainda estou tentando entender e descobrir qual foi o “gênio” que montou esta tabela. Agora convenhamos, ou o Beto não entende nada de matemática e nem sabe fazer uma simples comparação de cálculo ou é um tremendo cara-de-pau para vir a público e dizer que está dando o maior aumento da história aos policiais. Nunca vi aumentarem o meu salario e eu acabar tendo ele diminuído. Que fosse pelo menos honrado em suas palavras….

  37. AFFFF
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 10:50 hs

    POXA FABIO. QUE DECEPÇÃO, O QUE ELE COLOCOU NÃO CHEGA NEM A SER ENGODO, É UMA PIADA MESM.

  38. sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 11:10 hs

    Se os policiais já ganham mais do que estão oferecendo…isso tá escrito ai acima claramante…..qual é a justificativa pra quererem um super aumento…….se vão ter seus salário reduzidos, então um ganho da inflação tá mais que bom…….o que de fato está ocorrendo, a população tá pagando o quê pra policia……tão informando que ganham R$ 2, 4 mil, mas que tem ganhos de R$ 3,4 mil e que se aceitarem o reajusteporque terão seus salários reduzidos???????????????????? que é isso, já ganham muito bem e estão chorando..tão chamando a população de idiotas, policiais……

  39. sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 11:18 hs

    Não é minha intenção defender o Beto Richa. Não votei e não voto nesse playboy de quinta categoria. Apenas quero fazer um esclarecimento sobre o modelo remuneratório por subsídio.

    SUBSÍDIO é, pela Constituição, INACUMULÁVEL com quaisquer outras verbas remuneratórias (e não indenizatórias).

    Quinquênios, anuênios, gratificações incorporadas, tudo isso será englobado pelo valor do subsídio.

    Auxílios como alimentação, transporte ou creche (como exemplos) e horas extras (que é verba indenizatória) devem ser pagas juntamente com o valor do subsídio.

    Então, sim: servidores com valores incorporados perderão suas incorporações, seus adicionais por tempo de serviço, etc. Isso não torna o subsídio “ruim”: o grande problema é não haver um Plano de Carreira bem definido, com valores de subsídio diferenciados conforme o tempo de serviço.

    O modelo do subsídio serve, principalmente, para atrair novos servidores para a carreira com valores altos iniciais. De nada vale se não houver um Plano de Carreira que permita o crescimento financeiro dentro da mesma.

  40. PM_Envergonhado
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 12:00 hs

    Eu sempre postei nos comentários e nos blogs que este Governo não tem a mínima competência para administrar um Estado como o Paraná!! Primeiro deveria ter aprendido com a Prefeitura de Curitiba, isso pra criar bagagem. Igual a teoria e prática, falam da mesma coisa, só que são completamente diferentes.

  41. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 12:45 hs

    Corte de Ponto,

    O funcionário PERDE o direito da Licença Premio.
    Basta constar as faltas na ficha funcional

    Do mesmo modo, pode ser preterido nas promoções.

    Marquem operações para o dia da greve,
    QUEM não comparecer,

    SINDICÃNCIA.

    Vamos acabar com essa história de Polícia fazer greve.

    Não está contente com o salário?

    Pede demissão,

    Claro que pleitear melhores salários é direito de TODOS.

    Não é direito prejudicar a população, deixando-a SEM SEGURANÇA.

    A operação PADRÃO, é uuma opção.
    Agora,
    Não vale ficar só nos Cassinos.

    Quero ver Operação Padrão para prender traficantes e bandidos perigosos.

    Que tal cumprir algumas dezenas de mandados de prisão?
    Também não vale prender apenas os casos de Pensão alimentícia.

    Tenham coragem de prender os BANDIDOS, assaltantes, estupradores e assassinos.

  42. Policial do Interior
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 13:02 hs

    Dizem que a inteligencia de um Líder, é medida pela competência daqueles que o arrodeiam. O que nós policiais vimos ao vivo nas redes estaduais, foi um “Patético” Governador tentando mostrar para o povo paranaense que ele estava solidário com os policiais e lhes dando um aumento real de salario. Ele tentou jogar o povo contra a policia se fazendo de bonzinho (queira Deus que este Governador Patético esteja sendo enganado pelos seus acessores, por que senão o tiro vai sair pela culatra). Acontece que os policiais não são tão burros assim e o que eu estou vendo é uma revolta muito grande dos policiais, e as consequências podem ser enormes e irreparáveis.

  43. bidu
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 13:27 hs

    o duro é ver delegado reclamando….só com a gratificação que eles recebem do “zoologico” ja ta bão d mais…

  44. Marcos Antonio - Curitiba
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 13:35 hs

    O governador Beto Richa vem dizer que ” criou-se uma Falsa Expectativa” porque ele não vai dizer isso ao seu lider de governo Deputado Ademar Traiano que no ano de 2010 foi um dos deputados que mais brigavam para aprovar o Reajuste dos Policiais, oras tenham dó e agora veem reclamar do que. Não esqueça governador esse Ano 2012 vamos começar a DAR A RESPOSTA NAS URNAS, contra os candidatos a prefeitos que o senhor apoiar.

  45. SUBSÍDIO JÁ!!
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 16:06 hs

    ENGRAÇADO QUE DE CAPITÃO ATÉ CORONEL, HOJE O SALÁRIO DELES JÁ É MAIOR QUE COM O SUBSÍDIO, ISSO SEM AS GRATIFICAÇÕES. PRA ELES TEVE DINHEIRO, GRATIFICAÇÕES ESTAS QUE O GOVERNADOR AUMENTARÁ PARA OS CORONÉIS CASO ELES CONTENHAM A TROPA. É DE EMBRULHAR O ESTÔMAGO, PRA NÃO SER MAIS RÍSPIDO.

  46. rafael
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 17:36 hs

    a verdade é que nao bate as contas,,, eu nao tive aumento algum na real.. vou continuar ganhando liquido os mesmos R$2.600,00.. nao tive um centavo sequer de aumento..

  47. cb Daniel
    sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012 – 22:24 hs

    Senhor Fábio Campana, essa tabela em que um governo medíocre divulgou foi uma tapa na cara dos policias militares, tenho 11 anos de serviço, oque deixa meu salario um pouco mais valorizado é o tempo de serviço, com essa proposta do governo meu salario ao invés de aumentar vai reduzir na faixa de 15 por cento, oque o governador fez foi jogar a policia, contra a população, vai na mídia divulga uma informação distorcida, quando a realidade na verdade é outra.

  48. Gilmar de Araujo
    quinta-feira, 1 de março de 2012 – 18:42 hs

    Muito boa noite, acho que estão nos enrolando, quanto tempo eles estão estudando?, dá para se formar em uma faculdade,tenham dó, acho que este governador é um fanfarão junto com o secretário de segurança pública.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*