Confronto entre polícia e carnavalescos termina em violência e feridos | Fábio Campana

Confronto entre polícia
e carnavalescos termina em violência e feridos

Via Gazeta do Povo– Uma intervenção da Polícia Civil e Militar, logo após a apresentação do bloco pré-carnavalesco Garibaldis e Sacis, no Largo da Ordem, em Curitiba, terminou de forma violenta. Pelo menos quatro pessoas precisaram ser hospitalizadas (entre elas, um policial). Há registros de vários outros feridos, que não foram levados a hospitais.

Por volta das 21 horas, quando o bloco já havia encerrado a apresentação, milhares de pessoas ainda permaneciam no Largo da Ordem. Após um suposto ato de vandalismo contra uma viatura, próximo a Rua do Rosário, policiais da Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (Rone), começaram a dispersar a multidão. Eles desceram pelo Largo da Ordem, disparando balas de borracha e bombas de gás nos foliões.

O maior número de pessoas se concentrava na Rua Mateus Leme, próximo ao cruzamento com a Rua Treze de Maio, em frente ao Bar Brasileirinho. Dezenas de pessoas entraram dentro do estabelecimento, para fugir dos projéteis. Houve corre-corre e pessoas foram pisoteadas no tumulto.

O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma de Emergência (Siate) levou pelo menos três pessoas ao Hospital Evangélico: um rapaz de 18 anos (atingido por um tiro de bala de borracha), um homem de 21 anos e uma garota de 18 anos (ambos atingidos por garrafadas). Um policial militar também teria sido ferido por uma pedrada e foi levado ao Hospital do Trabalhador.

Cerca de 20 minutos depois da intervenção policial, o cruzamento das ruas Mateus Leme e Treze de Maio estava interditado por várias viaturas da PM e da Guarda Municipal. Indignados, foliões questionavam os policiais pela truculência. Um deles era um integrante do bloco, identificado por Luiz. Ele foi atingido por um tiro de bala de borracha na perna e sangrava por conta do ferimento. “Minha filha também foi ferida. Eu vi mulher grávida sendo prensada na parede. Tinha cadeirante desesperado querendo sair do tumulto. Para que tudo isso?”, questionou.

O integrante do bloco, o vocalista Marcel Cruz, também se surpreendeu com a ação da polícia. Ele disse que guardava os instrumentos, quando começou a ouvir as explosões. Em princípio, Cruz diz ter pensado que se tratavam de rojões, mas quando os estampidos começaram a se repetir, ele desconfiou que algo estava errado. “Eles simplesmente evacuaram o Largo na maior agressividade. O bloco já tinha acabado e tinha sido a apresentação mais linda que a gente fez. Mas era o nosso público e isso dói na gente”, lamentou.

Duas pessoas registraram queixa contra a Polícia Militar no Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac).


15 comentários

  1. Joanete Perna-Curta
    segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 – 22:11 hs

    Boa Anderson! FÁTIMA E ENER: vão procurar o caminhão de mudanças de onde caíram. Hervoafetivos, póafetivos, pedrafetivos criam problemas, brigam, tumultuam, desrespeitam a população e temos que ler as bobagens que tipos desprezíveis como vocês escrevem. Espero sinceramente que vcs tem levado um daqueles tiros de borracha já que não levaram umas cintadas dos pais.

  2. Carlos Miranda
    segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 – 22:51 hs

    É o carnaval da privataria tucana. Tucano é bicho predador, come filhote de passarinho. Enquanto eles batiam e atiravam no povo doze pessoas foram
    assassinadas em Curitiba.

  3. PARA O ANDERSON
    segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 – 23:09 hs

    Parabens pelo seu comentario Anderson, realmente esta tal de fatima souza é um lixo, da nojo….

  4. Na Ativa
    terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 – 1:31 hs

    para “Fátima Souza”
    Sabe, não me considero um lixo, até pq venho da mesma sociedade que vc (acho, mas estou com dúvidas), mas acredite, vc só escreveu besteira. Ter mais medo da polícia do que de bandido? Vc só pode estar “noiada”. Dialogar com bandido? Espero, de coração, que vc não tenha que passar por tal situação quando um “bandido estuprador” estiver para cometer tal ação com vc. Ah! Esqueci! Dá pra dialogar com ele! Afinal, eles tem “consciência social” e não são o lixo da sociedade, pois se os policiais o são, provalvelmente vc deve pertencer a esta outra categoria de pessoas a qual os seus amigos de dialogos pertencem. Espero que vc não seja paranaense. Melhor, nem brasileira. Deve ser uma alienigena alienada.

  5. Ceará
    terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 – 9:32 hs

    A maioria dos baderneiros e aqueles que estão criticando a Policia, só podem ser os fãs da Rita Lee.

  6. CIDADÃO
    terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 – 10:23 hs

    Acho que um local histórico não combina em nada com bebedeiras e drogas, a quatro quadras dali tem um grupo de pessoas , 6.0000 que se reunem 2 vezez por semana á 89 anos e nunca teve um único problema com a PM.
    ESTE GRUPO É CONHECIDO COMO IEADC E FICA NA CÃNDIDO DE ABREU 367.

  7. Clodoaldo
    terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 – 10:26 hs

    Cristiane N. Mendes! Quando você tiver seu veículo roubado, tenta negociar com o bandido, pra ver se ele lhe devolve o controle remoto do alarme, ou quando tiver sua cas invadida, negocia com o marginal para ver se ele lhe devolve sua TV, ou seu computador, quando (que Deus a livre deste mal), estiver na iminência de sofrer violência sexual por um doido destes tenta negociar com o cara! Antes de comentar as coisas penas antes de escrever, fica no minimo ridiculo tal afirmação, não tome como certo algo que não tem conhecimento. Não julgue o todo, por este ou aquele. Não argumente se não estiver segura do que fala. E ainda critique aquilo que conhece apenas de ouvir falar!

  8. Cidadão Curitibano
    terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 – 12:39 hs

    Quem não gosta de Polícia é BANDIDO!!!

  9. Cidadão Paranaense
    terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 – 20:38 hs

    Lixo da sociedade?
    A polícia é sim quem trata do lixo da sociedade!! lixo que se presta a sair de casa pra fazer arruaça, cidadão de bem nao faz apologia a droga ou cirmes! não eh a policia que tem que mudar seus treinamentos são pessoas como vc fátima que precisam aprender a viver em sociedade!!
    Parabéns a todos os policiais que estiveram presente no largo da Desordem! E que continuem com ações assim, sempre na proporção dos acontecimentos!! e se alguém, se presta a fazer um evento com aglomeração de pessoas q se preste a contratar uma empresa de segurança privada! A forças públicas não estão aqui pra fikar de babá em festa de vadios!
    Parabéns Policia Militar do PARANA,e Guarda Municipal de Curitiba!!

  10. Carlos Miranda
    terça-feira, 7 de fevereiro de 2012 – 22:47 hs

    Já se pode fundar o Partido Facista em Curitiba só com esta cambada aí de cima.

  11. Ernesto
    quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 – 14:15 hs

    Pelos comentários ofensivos nesse blog dá pra ver a violência e o despreparo dos que estão ao lado dos policiais. Quando tive a minha casa assaltado os PMs disseram para eu comprar uma arma, quando meu carro foi assaltado pediram R$500,00 para entregar o carro de volta pra mim, pois sabiam quem tinha roubado. Está certo esse tipo de comportamento? Em vez de baterem em quem os tinha agredido os valentões passaram a bater indiscriminadamente.
    Além disso, os caras têm preconceito contra carnavalescos, espero que da próxima vez eles encontrem as suas filhas e suas mulheres em situações similares.

  12. Carlinhos
    quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012 – 15:22 hs

    Ernesto
    Não sou policial e não tenho preconceito contra carnavalesco, apesar de de não gostar de carnaval…
    Mas, vai se catar!!!!!
    Espero que a TUA MULHER E FILHA não sejam vítimas da violência que assola este país de corruptos e onde vagabundos acham que podem tudo. Até mesmo usar drogas, ofender os outros, mijar no muro, jogar pedras e garrafas em quem é pago por nós, povo, para evitar que estes arruaceiros façam estas barbaridades.
    Vai morar nos EUA ou Europa e veja como são tratados os que desrespeitam a lei. No cacete. Como aqui ou em qualquer outro lugar decente.

  13. WILSON SANTOS FILHO
    sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 – 3:14 hs

    E FACIL CRITICAR A PM, POIS OS IDIOTAS DE PLANTAÕ NAÕ VIRAN, OU FALAN COMO COMEÇARAN A BRIGA. OS MANERS URINANDO NO MURO, ROUBANDO, E A IMPRERNSA SENCACIONALISTA SEMPRE DEFENDENDO OS BANDIDOS, QUERO VER SE FOSSE UN REPORTER QUE APANHASSE AI TAVA PEDINDO PELA PM. PM TAMBEN SAÕ PAI DE FAMILIA, HOMENS SERIOS E NAÕ BANDIDOS.

  14. LEO
    sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012 – 21:01 hs

    POOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO ERNESTO…QUEQUEISSO..PIOR C EGO E AQUELE QUE NAO QUER VER….ESSA CONVERSA QUE POLICIA QUER PROPINA PARA DEVOLVER CARRO…POLICIA MANDOU EU COMPRAR ARMA..PAPO MAIS CHULA….E MUITO SIMPLES.. DENUNCIA..VAI PRA MIDIA..TA COM MEDO..FAZ DENUNCIA ANONIMA..AGORA FAZER ESSE TIPO DE ACUCASAO ..AI NAO DA..QUALQUER LEIGO E CAPAZ DE OBSERVAR O VANDALISMO..ISSO NAO TEM NADA COM OS BLOCOS CARNAVALESCOS….AQUI A POLEMICA E O COMPORTAMENTO DESSES VANDALOS ..OPORTUNISTAS DE PLANTAO…CAMBADA DE VAGABUNDOS…GRACAS A POLICIA QUE CHEGOU A TEMPO..SE NAO MEU AMIGO…ESSA HORA O IML ESTVA LOTADO..TUMULTO DESSA NATUREZA NAO E FACIL DE CONTROLAR.

  15. Pedro Felipe
    sexta-feira, 13 de julho de 2012 – 2:54 hs

    Na Verdade Nao Foi Beem Assim A Veatura Da (RONE)Desceu Endireção a Praça Pela Rua Rosário,Descerao Da Vatura E Começaram a Bater com Caçetetes’Em Algumas Pessoas Que Estavam Paradas Na Esquina Endignadas Pessoas Que Estariam do outro lado da rua Arremeçaram Garrafas Na Veatura E Começou toda A Violençia por parte Da Poliça’Ate Quem nao tinah nada aver q estava nos Bares E Mercearias Entraram no mei oda confusão sem ter nada A Ver’ Apolicia Brasileira Hoje é uma vergonha’porisso q o Brasil nao vai para frente’pq ao em vez de Ter nao sie quantos mil policiais batendo em milhoes de carnavaensses eles na oestavao atendendo o correncias de roubos e assacinatos em curitiba e regiao metropolitana ‘A POLICIA Brasileira Hoje é Uma Vergonha’

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*