Senador propõe transporte gratuito em dia de eleição | Fábio Campana

Senador propõe transporte gratuito em dia de eleição

Do Radar Político

O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) apresentou um projeto de lei no qual propõe que os transportes coletivos urbanos, metropolitanos e intermunicipais sejam oferecidos de forma gratuita em dia de eleição. Pela proposta do projeto de lei do Senado (PLS) 14/2011, os transportes seriam oferecidos de forma gratuita e irrestrita a todo e qualquer cidadão no período de duas horas antes e duas horas depois do horário estipulado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para o período de votação. Em contrapartida, o governo federal deveria estabelecer uma forma de compensação, para manter o equilíbrio financeiro das concessionárias de transporte público.

Na justificativa do projeto, o autor diz que “são recorrentes os casos de candidatos que financiam o transporte de eleitores em troca de voto nos dias de votação dos pleitos eleitorais”. O senador lembra que, muitas vezes, esses transportes são apreendidos e não oferecem segurança, o que prejudica o eleitor que, “por falta de condições financeiras para arcar com o transporte até o local de votação, arrisca até mesmo a própria vida neste tipo de transporte”.

Mozarildo ainda argumenta que, “se o voto é obrigatório, deve-se dar ao eleitorado as condições necessárias para que ele exerça este dever”. A matéria, que tramita em caráter terminativo , aguarda designação de relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

* Com informações da Agência Senado


4 comentários

  1. ELEIÇÃO 2012
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 8:48 hs

    É uma boa idéia, mas o bom mesmo é se o voto fosse facultativo, aí sim eu queria ver éssa turma de Políticos sem ética, sem vergonha e sem nada de bom rebolarem p/ conquistar o voto do eleitor, aí sim eles teriam que trabalhar p/ conquistar o seu voto.
    Muda Brasil, que ainda dá tempo!

  2. xereta
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 8:56 hs

    E como o povo não ta nem aí pra eleição, quem vai andar de ônibus de graça é a piazada pra fazer vandalismo nas ruas.

  3. ELOHIN
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 12:20 hs

    Um dos objetivos do recadastramento foi feito para que o eleitor votasse perto de sua residência, essa e uma lei para cego !!!

  4. Ocimar
    sexta-feira, 20 de janeiro de 2012 – 8:49 hs

    É O MINIMO QUE ELES PODEM FAZER,JA QUE O TAL BOLSA “QUADRILHA”NÃO É TIDO COMO COMPRA DE VOTOS.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*