Polícia do RS indicia delegado por morte de refém paranaense em Gravataí | Fábio Campana

Polícia do RS indicia delegado por morte de refém paranaense em Gravataí

Polícia Civil do RS indicia delegado por morte de refém em Gravataí, RS. Leonel Carivali foi o autor do disparo que matou empresário no fim de 2011. Denúncia se baseou nos artigos 121 e 73 (homicídio por erro de execução).

Do G1 RS

O delegado Leonel Carivali foi indiciado pela Corregedoria Geral da Polícia Civil (Cogepol) do Rio Grande do Sul pela morte de um dos dois empresários feitos reféns em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, no fim de 2011. A polícia encaminhou nesta sexta-feira (20) o inquérito à 1ª Vara Criminal do município gaúcho.

O caso ocorreu no dia 21 de dezembro. A polícia gaúcha havia encontrado o local onde a vítima e outro empresário do ramo agrícola eram mantidos em cativeiro. Eles estavam dentro de um carro. Um dos policiais gaúchos disparou contra um dos sequestradores, mas o tiro acabou acertando o refém.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) apurou que o disparo saiu da arma de Carivali. Ao prestar depoimento, o delegado alegou legítima defesa afirmando que um dos sequestradores desceu do carro empunhando uma arma. Ele diz ter atirado após ouvir um estampido, segundo na Cogepol.

Carivali foi denunciado com base no artigo 121 combinado com o artigo 73 do Código Penal (homicídio por erro de execução). De acordo com a Polícia Civil, o caso será analisado pelo Ministério Público Estadual.

Na madrugada anterior, o sargento da Brigada Militar Ariel da Silva, 40 anos, foi morto por policiais civis paranaenses que haviam chegado a Gravataí para apurar o caso de sequestro. Eles também alegaram legítima defesa. Nesta sexta-feira (20), a Justiça do Paraná decidiu soltar os suspeitos, que estavam detidos na Cogepol de Curitiba.


2 comentários

  1. Tina
    sábado, 21 de janeiro de 2012 – 10:05 hs

    É como se diz nos Quartéis, Delegacias: OFICIAIS, DELEGADOS são cães VIRA-LATAS que só mordem do PORTÃO pra DENTRO…Em operação são uns fracassos…

  2. fiscal de realeza
    domingo, 22 de janeiro de 2012 – 4:57 hs

    ENQUANTO NO PARANÁ O BETO TENTA DIZER QUE
    A POLICIA DO PARANÁ NÂO ERA ESPIÂO SEM AVISO
    BETO POR ASSUMA SAI DO MURRO E DIGA
    NOS TAMBEM ESTAVAMOS ERADOS
    SER HOMEM HONESTO E CORETO TAMBEM FAIS PARTE
    DE POLITICOS SOBRIOS
    SEJA UM DESSSES PELO MENOS UMA VEIS SEU BETO BAXARIA

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*