Parque Nacional do Iguaçu repassa mais de R$ 2 milhões para Fundo Iguaçu | Fábio Campana

Parque Nacional do Iguaçu repassa mais de R$ 2 milhões para Fundo Iguaçu

Do blog Boca Maldita

O Parque Nacional do Iguaçu repassou R$2.265.364,60 ao Fundo Iguaçu (Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu) nos últimos dois anos. A contribuição é voluntária e individual. Apenas em 2011 o valor arrecadado foi de 1.185.305,60. Atualmente a contribuição é de R$ 1,10 por visitante que adquire o ingresso.

O ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) e a Cataratas do Iguaçu S.A explicam e incentivam os turistas a contribuírem com o Fundo. A sugestão da contribuição voluntária é indicada nos bilhetes dos visitantes acima dos 12 anos (Geral, Mercosul e brasileiros).

Para o chefe da unidade de conservação, Jorge Pegoraro, os valores repassados ao Fundo pelo Parque Nacional do Iguaçu são significativos. “Está possibilitando a divulgação de Foz do Iguaçu e seus atrativos, nacional e internacionalmente. Além de custear ações e programas de capacitação, treinamento, entre outros. Sem este recurso, com certeza, não teríamos um crescimento na ordem de 10% na visitação de 2011 no parque.”, afirmou.

O que é o Fundo Iguaçu – É uma instituição sem fins lucrativos, com estatuto próprio, gerida por entidades do turismo local com diretoria executiva, conselho fiscal e conselho consultivo. Seu objetivo é desenvolver ações de divulgação e promoção para atrair mais turistas e eventos para Foz do Iguaçu. O fundo é presidido pelo jornalista Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social da Itaipu Binacional.

Nos últimos anos o Fundo realizou campanhas nacionais e internacionais do Destino Iguaçu com resultados expressivos e significativos. Entre as ações que a entidade desenvolveu estão o plano de mídia em revistas de bordo; plano diretor do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu; Natal das Cataratas e campanha para eleger as Cataratas do Iguaçu a uma das 7 maravilhas da natureza.

Destacam-se ainda as promoções do Destino Iguaçu no mercado internacional, a divulgação dos atrativos em catálogos de operadoras; workshops e roadshows pelo mundo; ações estratégicas nos canais de distribuição; apoio ao Festival de Turismo das Cataratas, Meia Maratona das Cataratas do Iguaçu e os projetos de despoluição visual da cidade, sensibilização turística, educação ambiental com guias de turismo e taxistas.

Custeio – A entidade é mantida por contribuições procedentes dos atrativos turísticos, como Parque Nacional do Iguaçu e o Complexo Turístico Itaipu. Além da contribuição, tourism tax, cobrada pelos hotéis, convênios e transferências (públicas e privadas).

Arrecadações do Parque Nacional do Iguaçu para o Fundo Iguaçu:
2009: R$ 69.977,00 (período 8 a 31 de dezembro)
2010: R$ 1.010.082,00
2011: R$ 1.185.305,60
Acumulado: R$ 2.265.364,60 (8 de dezembro de 2009 a 31 de dezembro de 2011).


2 comentários

  1. José Andrade
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 20:02 hs

    Fazendo as contas dá pra ver o quanto essa empresa que se apoderou de um bem público tá levando pra casa…

    Ê Brasilzinho…

  2. Fernão
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 23:38 hs

    José, aprenda a ler.

    Esse valor não é o repasse pela concessão, mas sim um valor EXTRA que a concessionária gentilmente cede para um fundo…

    É preciso saber ler para então escrever.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*