MinC autorizou o balé do Guaíra a captar 148 mil via Lei Rouanet | Fábio Campana

MinC autorizou o balé do Guaíra a captar 148 mil via Lei Rouanet

Do Lauro Jardim

O Ministério da Cultura autorizou o Centro Cultural Teatro Guaíra, de Curitiba, a captar, via Lei Rouanet, 148.000 reais para produzir um novo espetáculo de dança do Balé Teatro Guaíra. O projeto, com repertório contemporâneo, prevê dez apresentações, todas em território curitibano.


3 comentários

  1. Borduna
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 6:48 hs

    Já que o espetáculo está produzido com dinheiro público, o público não vai pagar ingresso. Certo?

  2. paulo
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 15:06 hs

    10??????????
    VC NÃO ERROU NO NÚMERO DE ZEROS, NÃO??????

  3. sexta-feira, 27 de janeiro de 2012 – 7:10 hs

    Esta é uma boa notícia mas cabe alguns esclarecimentos sobre a informações e os comentários:

    1. Primeiro lugar não foi e não é o Ministério da Cultura quem autoriza a captação de recursos, mas sim a CNIC um orgão colegiado que tem representantes do Ministério da Cultura mas tem também representantes da sociedade civil indicado por entidades representativas, privadas, mas da sociedade civil. Qualquer entidade ligada ao setor cultural pode se candidatar no momento oportuno para participar da CNIC.

    2. Quanto ao comentário do Borduna, cabe esclarecer que talvez as apresentações não tenha ingressos gratuito, mas obrigatoriamente, uma vez aprovado pela Lei Rouanet, por ser produzido com recursos públicos o projeto faz a previsão de contra´partidas sociais qued vão desde a distribuição de parte dos ingressos gratuitos, até a realização de oficinas gratuitas para populações em situação de risco social.

    3. Quanto ao numero de zeros provavelmente não está errado não, pois R$ 148.000,00 para produzir 10 apresentações não é um custo elevado, considerando que para isso é preciso a participação de muitos profissionais. Montar um espetáculo do porte dos espetáculos do Balé Guairá exige não só a participação de bailarinos competentes, como também, coreógrafos, técnicos de som e luz, figurinistas, aderecistas etc… Podemos considerar que em média um espetáculo desta natureza exige cerca de 50 profissionais que vão se preparar durante meses e meses para isso… Isso não dá mais do que a média de 3.000 reais para cada profissionais que por este valor terá de trabalhar no mínimo dois meses.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*