Jaime Lerner é contra prioridade para o metrô | Fábio Campana

Jaime Lerner é contra prioridade para o metrô

Jaime Lerner não faz rodeios ao falar sobre a construção do metrô: é contra. Vê retrocesso na prioridade dpo metrô em detrimento da melhoria e expansão do sistema de ônibus expressos em canaletas exclusivas.

Ao abandonar a política adotada por ele em sua primeira administração como prefeito (1970/1974), que priorizava o transporte coletivo e o pedestre, a cidade na verdade passa a priorizar o transporte individual. “Hoje está se dando prioridade ao automóvel em Curitiba”, criticou ele, em entrevista à rádio CBN.

Lerner diz que seria mais inteligente investir os R$ 2,25 bilhões previstos para a primeira fase do metrô na melhoria do sistema conhecido como “BRTs”, de ônibus em canaletas exclusivas com embarque rápido. “Na verdade nem o carro, nem o metrô são solução. São Paulo alargou as (avenidas) marginais e está cada vez mais complicado. Esperar 20 anos por uma linha de metrô também não vai resolver”, afirmou.

O ex-governador apontou ainda que estaria havendo uma perda de qualidade desse sistema como forma de justificar o investimento no metrô. “No momento em que o sistema é canibalizado, mal operado, os tubos começam a encher de gente. Demora, tem que esperar mais. Você começa a desacreditar o sistema. Aí todo mundo fala em metrô. Toda eleição é a mesma coisa”, disse. “Há dez, quinze anos expresso tinha prioridade no sinal. O que adianta ter embarque rápido se o ônibus vai parar em cada esquina. Estão canibalizando o sistema de transporte coletivo de Curitiba para justificar o metrô”, criticou.

Lerner lembrou que 120 cidades em todo o mundo adotaram ou estão adotando os “BRTs”, a um custo muito mais baixo e com resultados mais rápidos e semelhantes os do metrô subterrâneo. “Pessoas pensam que o metrô vai passar na frente da casa dela, isso não vai acontecer. São Paulo tem quatro linhas de metrô e 84% da população se desloca pela superfície. Dá para transformar o ônibus em um metrô, metronizar a superfície”, defendeu.

Afirmando que o metrô é seis vezes mais caro que o sistema de ônibus expresso, ele alertou ainda para os custos de operação do mesmo. “Não é meia linha que vai resolver o problema. Vai se pagar muito caro, e a operação do metrô precisa ser subsidiada. Ou vamos aumentar a tarifa para todo mundo, ou o poder público vai ter que ajudar, o que significa tirar dinheiro de educação, saúde, segurança”, apontou.
Bola fora — O ex-governador criticou ainda as ciclofaixas de lazer implantadas pela atual administração municipal, com funcionamento restrito a um final de semana por mês. “Aquilo foi uma bola fora sem tamanho. Parece horário de farmácia, ou noticiário. Bicicleta tem que fazer parte do dia a dia”, cobrou, lembrando que a cidade tem 120 quilômetros de ciclovias, bastando poucos investimentos para melhorá-las e integrá-las.


28 comentários

  1. A VERDADE
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 10:42 hs

    PARABENS LERNER ESTA E A SOLUÇAO MAS OS QUE QUEREM IMPLANTAR SAO SEUS PUPILOS ELES PRECISAO APRENDER MUITO SOBRE CURITIBA NAO E SO MIDIA

  2. Esqueceu
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 10:43 hs

    Jaime Lerner “esqueceu” de dizer que recebe royalties pela criação dos BRT’s e estações tubo… até eu seria contra….

  3. Pé Vermelho
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 10:56 hs

    Esse sabe das coisas.

  4. fiscal de realeza
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 11:01 hs

    SE PRIVATIZAR ELE APOIA O BETO TAMBEM
    DINHEIRO PUBLICO É COM OS DOIS

  5. Jaime Lerner
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 11:07 hs

    JÁ QUE ESSE SENHOR SE ACHA Á ULTIMA BOLACHA DO PACOTE, DEVERIA SE CANDIDATAR E AJUDAR NOSSA CIDADE, POIS ELE FICOU MUITO TEMPO POR AQUI SUGANDO, ENTÃO CHEGOU A VEZ DE COLABORAR .

  6. Luiz Fernando A. Pereira Jr.
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 11:52 hs

    Poxa, de novo isso? O Lerner já vem requentando estas declarações há muitos anos, incluindo dados sobre o metrô de São Paulo. Por que não muda o discurso? Por que não compara com outra cidade grande com soluções realmente exemplares? Daqui a pouco vai voltar a falar que viaduto é a melhor forma de ligar um congestionamento ao outro…

  7. Luiz Artur Gapski Pereia
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 12:02 hs

    Jaime Lerner Sabe o que esta falando este conhece das coisas

  8. xereta
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 13:03 hs

    Sempre lúcido! Pena que quem tem que ter essa visão não tem.

  9. PK
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 13:03 hs

    O OLHO É MAIOR QUE A CARA! ESSE PENSA QUE SE TIRAR O PROJETO DO METRO ELE E SEUS COMPARÇAS USAR A LINHA DE PEDAGIO URBANO QUE EM SUA DEFESA É MAIS RAPIDA E EFICIENTE PRO MEU BOLSO. O CARA DE PAU NÃO FEZ EM SUA GESTÃO; ISSO SÓ ACONTECE COM GULOSO. VAI QUE COLA!

  10. ELOHIN
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 13:29 hs

    Bem eu acho que o metro deve ser subterrâneo e que venha há acrescentar ao modelo que temos hoje, que deve ser melhorado com algumas modificações operacionais , a realocação das estações tubo´s , criação de sistema de comboiamento utilizando a sincronização dos sinaleiros ,e há adequação da frota.
    As parcerias publico privada ( PPP ) devem ser vistas como prioridade na implantação do metro, tem muita gente de fora que tem interesse em negócios aqui na terrinha.
    O sistema de ciclovia foi abandonado há algum tempo , a iluminação que foi instalada e de péssima qualidade, quem não acredita e só ver a noite os bolsões de escuridão que se formam ao redor dos postes , principalmente na base do poste. E as ciclo faixas se há uma ciclovia funcional ela não tem porque existir.

  11. Questionador
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 13:46 hs

    -Tirando a política de foco, Jayme Lerner ainda é um grande pensador sobre as cidades, um urbanista reconhecido internacionalmente e sempre tem opiniões importantes neste assunto. Ele e sua equipe que projetaram o BRT na década de 60/70 para a cidade de Curitiba, estavam muito à frente de sua época e vislumbraram um transporte mais eficiente e condizente com o aumento da população.
    -Tembém concordo que o custo para implantar o metrô é de certa forma proibitivo levando-se em conta o número de passageiros transportados e sua área de abrangência.
    -Outra questão que não quer calar: Até quando veremos SUV, pick-ups e utilitários de luxo sendo dirigidos por apenas uma pessoa e tomando espaço de carro menores??? Para quem quer aparecer e se destacar frente aos demais motoristas, com seus carros extra-luxuosos e potentes, deverão pagar impostos mais caros!!!

  12. José Andrade
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 13:58 hs

    Também acho, pois, vão querem fazer o metrô onde o sistema funciona melhor…

  13. José Andrade
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 13:59 hs

    Também acho, pois, querem fazer o metrô onde o sistema funciona melhor…

  14. Marvado
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 14:10 hs

    Outro que não tem vergonha de falar esse tipo de coisa. O metrô é inviável pois ele tá fora da administração senão teria vendido o Paraná para mais uma concessionária: a do metrô. Já bastam as rodovias.

  15. salete cesconeto de arruda
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 15:24 hs

    Salve Lerner.
    Apesar do que muitos dizem ele JAMAIS DEIXARIA DOCAS A CÉU ABERTO FUNCIONANDO com caminhões grandes e pequenos em bairro de casas!
    JAMAIS!!!
    Isso NUNCA ACONTECEU NOS EU GOVERNO.
    E que eu saiba ele nunca abandonou o cidadão para dar prioridade aos macacos. Não que os macacos não sejam melhores do que muitos políticos!

  16. Zangado
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 15:51 hs

    Lerner – que, aliás, muito fez mas deixou muito a desejar no governo, principalmente no segundo período – está coberto de razões, tanto com relação ao metrô como às ciclovias.

    Ocorre que Curitiba parou no tempo, seus organismos, geridos por giricos na gestão pública, degradaram-se, e o que temos é isso – uma cidade defasada no tempo e no espaço.

    O caso atêrrro Cachimba é um case maravilhoso para estudo sobre “como não tratar-se o interesse público”; outro a fiscalização de trânsito pela URBS, e o metrô está se preparando para ser mais um triste exemplo.

    É preciso que a sociedade tome a sério seus destinos, pois o carreirismo político com eleições A CADA DOIS ANOS não prioriza a gestão pública mas somente a corrida pelos cargos e mandatos públicos, movidos pela ambição desmedida e irrresponsável.

  17. Val de Mello
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 16:05 hs

    O polaco ainda manja do negócio. Pena que não quer ser mais candidato.

  18. emilson ferreira pupo
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 17:48 hs

    Jaime Lerner foi o pior Governador do Estado Paraná, deve ficar cuidando da sua vida privada, quase quebrou o Estado.

  19. Denilson Pawowski
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 21:13 hs

    Ja basta as praças de pedagios que foram de sua gestão , agora vem dar palpite com que moral Jaime

  20. Mônica Freitas Vieira
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 22:59 hs

    ESSE LERNER TRANSFORMOU A VIDA PÚBLICA EM PRIVADA

  21. M.A.S
    quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 – 23:26 hs

    Como dizem, ele sabe das coisas.
    Sabe maltratar seus funcionários com a escassez de melhores salários.
    Saber vender tudo de bom que o Estado têm.
    Sabe endividar o Estado como ninguém.
    Sabe prometer as coisas, tais como, vou acertar a vida dos policiais militares se me reeleger.
    Coisa que não fez.
    Ficou na promessa, aliás tudo que esse cidadão fala, fica na promessa.
    O Estado do Paraná nunca em tempo algum teve um governador pior do que esse Cidadãozinho.
    Endividou o Estado de um jeito, que nós funcionários públicos, vivemos pedindo esmolas até hoje, para não morrer.
    Agora vamos ver o que seu “pupilo” vai fazer conosco.
    Pelo jeito aprendeu direitinho com o Teacher.
    Só de ouvir o nome desse homem, me empolo todo.
    Me empolo ou não me empolo.
    Sai de retro coisa ruim.

  22. lucia helena hubie
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 12:14 hs

    Jaime Lerner e reverenciado no mundo inteiro, porque será que o povo paranaense insiste em negar a capacidade técnica desse profissional espetacular. Lerner continue a palpitar será sempre muito bem vindo, temos que agradecer por ter um curitibano tão experiente e conhecedor das questões urbanas das grandes cidades do mundo, esqueça os menos esclarecidos e ignorantes
    , somos fã de seu trabalho e precisamos dos seus conhecimentos.

  23. Celso Jose da Silva
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 12:44 hs

    Essa praga ainda ta vivo…..

  24. futuro
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 14:38 hs

    São dois bilhões de reais, sendo um bilhão fundo perdido, que os futuros PPPs, participação privada já acharam.
    O boi (metro) já está esquartejado para quem ficará o mignon???
    Não dão ponto sem nó.
    São quatro anos para finalizar a implantação e entrar em operação. A prefeitura dará concessão para iniciativa privada, explorar os serviços, sairá da CIC, até o centro da cidade. É o velho bondinho sendo resgatado, porém, proporções bem maiores.
    Sr. Lerner, obrigado pelos seus serviços, excelente embelezador. O cenário é outro Curitiba já não é mais aquela criança.

  25. Cristina Gavioli
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 22:01 hs

    Voltei recentemente de São Paulo e pude averiguar como os metros funcionam e funcionam bem, circulei de metro na linha amarela e pude transitar de forma confortável, sentada sem ser empurrada, e lembrei dos nossos ônibus aqui em Curitiba ( utilizo com maior frequencia os ônibus da linha Santa Cândida – Capão Raso) é um verdadeiro inferno, a qualquer hora do dia, ônibus lotado, um verdadeiro caos. Me pergunto: Jaime Lerne há quanto tempo ( se é que já utilizou) circulou em Curitiba de ônibus?

  26. Myrthes
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 23:33 hs

    Adoro o Lerner, mas discordo completamente!
    Metrô subterraneo é o que infraestrutura de locomoção em massa!

  27. Luciano
    quinta-feira, 19 de janeiro de 2012 – 23:38 hs

    Respondendo a amiga que perguntou porque o povo do Paraná não reverencia o Jaime Lerner, a senhora esqueceu de todos os rolos que aconteceram no governo dele, mas lembrarei um que ainda tamos pagando por causa do Lerner CASO BANESTADO na verdade vamos pagar isso por anos ainda graças ao Lerner…

  28. ALICE
    sexta-feira, 20 de janeiro de 2012 – 20:13 hs

    HOJE ESTOU COM 65 ANOS….FUI PRA SAO PAULO E JA EXISTIA METRO.. QUER DIZER TINHA 4 ANOS..CURITIBA ESTA PRA LA DE ATRAZADA…TRANSITO A PARTIR DAS 6 DA TARDE ,,E COMPLICADO,,.POR FAVOR LERNER ..METRO SO SUBTERRANEO…O GRECA JA TEM UM GOSTO MAIS APURADO..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*