Senado dá posse a Barbalho por "voto de qualidade" de Peluso | Fábio Campana

Senado dá posse a Barbalho por “voto de qualidade” de Peluso

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso, o mesmo do post abaixo que negou pedido feito pela Advocacia Geral da União (AGU) para suspender os efeitos da decisão provisória que limitou a atuação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) desempatou a decisão sobre a posse de Jader Barbalho (PMDB) que tomará posse nesta quarta-feira (28) como senador.

A posse de Jader Barbalho só foi determinada pelo STF no último dia 14 de dezembro. O julgamento de seu recurso, contra a Ficha Limpa, foi iniciado em novembro, mas estava empatado em 5 a 5. O impasse foi desfeito pelo ministro Cezar Peluso, que usou o chamado “voto de qualidade”, que permite ao presidente desempatar uma disputa.


9 comentários

  1. SOLANGE LOPES
    segunda-feira, 26 de dezembro de 2011 – 17:28 hs

    Este voto do Peluso confirma aquele velho ditado que diz : boi preto conhece boi preto.

  2. Joao Carlos
    segunda-feira, 26 de dezembro de 2011 – 18:11 hs

    Como ficamos no Brasil com os tres poderes em estado de putrificacao…EXECUTIVO, LEGISLATIVO, JUDICIARIO….Triste

  3. M.A.S
    segunda-feira, 26 de dezembro de 2011 – 18:14 hs

    O nosso “SUPREMO” é uma piada.
    Deram posse para mais um lad…….,agora completou de vêz o time,

  4. João Hansen
    segunda-feira, 26 de dezembro de 2011 – 20:16 hs

    Caro redator,
    É lamentável a posição do presidente do SUPREMO. O SUPREMO é a ultima instancia para garantir constitucionalidade no país. Com as ultimas manifestações os MINISTROS estão denegrindo a imagem da própria instituição, e colocando em risco a recente democracia brasileira. É um assinte e desrespeito ao povo brasileiro. Atenciosamenter

  5. Deutsch
    segunda-feira, 26 de dezembro de 2011 – 23:29 hs

    O Pelu$o legitimou mais um ladrão.

  6. Parreiras Rodrigues
    segunda-feira, 26 de dezembro de 2011 – 23:45 hs

    Como instituições consideradas, restam ainda o Corpo de Bombeiros e os correios, estes últimos, com ressalvas.

  7. Divanir
    terça-feira, 27 de dezembro de 2011 – 10:50 hs

    Que vergonha, será que alguém tem o rabo preso com alguém?
    Em dubio o povo que se dane!

  8. Curitibano
    terça-feira, 27 de dezembro de 2011 – 10:51 hs

    Porque será que ele não quer que o CNJ monitore as movimentações bancárias e evolução patrimonial dos juizes desembargadores e ministros?????

  9. Acyr Neto
    terça-feira, 27 de dezembro de 2011 – 16:54 hs

    O que causa mais ojeriza é saber que o povo elegeu novamente o Sr. Barbalho para representá-los.
    Falta de informação, de cultura ou o coronelismo ainda impera nas regiões mais remotas desse Brasil?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*