Ideli defende Pimentel e diz que o ministro tem o apoio de Dilma | Fábio Campana

Ideli defende Pimentel e diz que o ministro tem o apoio de Dilma

De Priscilla Mendes do G1

A ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse nesta segunda-feira (12) que o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) tem o apoio da presidente Dilma Rousseff.

Questionada por jornalistas se a situação de Pimentel no governo é confortável, ela respondeu: “Temos, em primeiro lugar, o apoio da presidenta. Ele [Pimentel] acompanhou a presidenta na viagem importante que aconteceu nesse final de semana na Argentina e temos convicção de que o ministro Pimentel tem prestado todos os esclarecimentos.”

Ideli conversou com a imprensa após reunião de coordenação com a presidente Dilma Rousseff nesta manhã. Ela disse que os líderes da Câmara e do Senado avaliam as explicações que Pimentel prestou até o momento como “satisfatórias”. “Portanto não há necessidade de levar o assunto para o Congresso”, disse. A oposição tenta aprovar requerimento de convite para que Pimentel preste depoimento no Senado.

Reportagem do jornal “O Globo” publicada no domingo (4) apontou que Pimentel recebeu R$ 2 milhões pela sua empresa de consultoria, P-21 Consultoria e Projetos Ltda., entre 2009 e 2010. O jornal também mostrou que ele teria recebido R$ 400 mil de empresa pertencente ao filho de um sócio de Pimentel em sua consultoria.

Segundo o jornal “Folha de S.Paulo”, essa empresa manteve contrato com a Prefeitura de Belo Horizonte quando Pimentel era prefeito. Nesta sexta, “O Globo” mostrou outro contrato, com uma empresa de Pernambuco.

A ministra saiu em defesa de Pimentel e ressaltou que o colega “não estava exercendo nenhum cargo público quando exerceu seu trabalho de economista quando prestou consultorias”.


Um comentário

  1. tony
    segunda-feira, 12 de dezembro de 2011 – 15:27 hs

    Indignado diz: o Lupi também estava “prestigiado” pela companheira. E também acabou na rua. Este é o outro que também está “prestigado” pela companheira. Se terminar o ano ministro será um milagre.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*